Arquivo JH

Raposa Informa – Análise de Resident Evil

:: 2 minutos de leitura

A evolução de uma das séries de games mais famosas. Confira!


 

Hoje existem muitos "Resident Evils", o Zero, 4, 5, Darkside Chronicles e o 6 que virá (com o retorno do Leon)… Mais de dez anos se passaram desde o Resident Evil 1, 2 e 3 e o que mudou? Hoje Resident Evil não é mais um Horror Survival e sim um jogo de ação com falsos zumbis. Falsos? Sim, pois saiba que antigamente os zumbis se arrastavam, gruniam, e faziam coisas bobas como andar devagar arrastando a perna e nós, nos assustando.
 

E você pode dizer que tudo isso tinha que mudar para inovar! Certo, mas então porque Silent Hill não mudou e é ótimo como um verdadeiro jogo de Terror? E a desculpa é que hoje em dia nos novos Resident não são mais um vírus e sim um parasita que deixa o "zumbi" pulando, correndo e dando até tiros em você!? 
 

Resident Evil 3 era perfeito e ainda é, assimo como o Resident 4 também era ótimo, por curiosidade depois de muito tempo sem um horror nas nossas vidas, um horror bom que queriamos de novo. Mas pecou em ter mudado. Resident Evil 3 tinha tudo, quebra cabeças, zumbis de verdade que não eram "ninjas" contra você, um zumbi chamado Nemesis que te procurava em certas partes do jogo para te enfrentar e ele era tão forte que você se perdia na hora de enfrentá-lo com medo ou receio de perder para ele. Tinha também os ink ribbons, alguns itens limitados para você gravar o jogo só em certas partes do jogo na máquina de escrever, sem eles você não gravava e pronto.
 

Resident Evil 1 era numa casa com a equipe S.T.A.R.S., o 2 e o 3 se passavam em Raccon City onde a UMBRELA lançou o T-Vírus. Os três com histórias diferentes mas com HORROR SURVIVAL!
 


 

O modo The Mercenaries veio do Resident evil 3!!! E Resident Evil 6, aguardo você, não me decepcione!!!

 

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo