Na Lupa

I-i-isso é tu-tu-u-udo, p-p-p-p-pessoal!

:: 3 minutos de leitura

Algumas explicações, satisfações, uns agradecimentos e despedidas melancólicas no último post na Lupa. I-i-isso é tu-tu-u-udo, p-p-p-p-pessoal!

I-i-isso é tu-tu-u-udo, p-p-p-p-pessoal!

É hora de dizer tchau.
 
Olá, maravilhosas pessoas que adorariam se aventurar num mundo onde animais possuem super poderes e podem ser capturados por bolas ultratecnológicas. Ou viajar com amigos em busca de sete esferas laranjas estreladas que, quando reunidas, invocariam um deus dragão com a capacidade de reviver universos inteiros, mas que não consegue transformar uma androide em humana. Ou mesmo serem dragadas para uma dimensão digital e enfrentar mil inimigos com um tipo de monstrinho digital que ganha força com a amizade de vocês. Um salve também para os que adorariam ser ninjas, shinigamis, duelistas com baralhos mágicos, titãs, ghouls, operadores de mechas ou qualquer outra loucura que a mente de vocês permitir. Como estão? Espero que bem.
 
Estou encerrando meus trabalhos em definitivo na redação aqui do site. Na verdade, considerando que meu último post foi feito em junho, isso meio que já havia acontecido, certo? Entretanto, acredito que alguma satisfação deva ser dada. 
 
Entrei para a equipe aqui do site no cataclísmico dia 31 de dezembro de 2012. Lembro até hoje que fiquei horas escrevendo uma resenha para o álbum Rule, da Anna Tsuchiya, catando cada erro possível para não passar uma impressão ruim. Muitos não sabem, mas aquele foi um ano bem difícil na minha vida e conseguir remediar situações chatas me dedicando aos textos do site durante o início de 2013 foi algo incrível. 
 
Nesses anos, escrevi sobre música japonesa, música coreana, animes, mangás, tokusatsus, desenhos animados, besteiras nostálgicas e jogos. Jamais esquecerei dos xingamentos engraçadíssimos recebidos por gongar o álbum Crush, do 2NE1. Também não esquecerei todo o feedback positivo recebido pelos demais posts, seja via caixa de comentários no site, Facebook, Twitter ou Skype
 
Fazer parte da redação da J-Hero foi uma experiência incrível e influenciou bastante na minha escolha de faculdade. Nesse momento, estou pesquisando autores para minha monografia no curso de Jornalismo e sei que, caso não tivesse vindo para cá, talvez estivesse em alguma outra graduação que me traria arrependimentos no futuro. 
 
Fiz amigos para caralho aqui. Em especial, a galera da redação atual, sendo o Saylon, a Fany, a Kushina, a Wichita, a Musa, o Kenny, o Natsu e o Kurama. Além dos que já foram, como a Dessah e o outro-Igor-do-futuro. Incluo também os DJs Nakano, Dini, Neko, Yoshi e Spark. Todos são incríveis, talentosos e devem ter seus trabalhos acompanhados aqui no site.
 
Só que algumas coisas mudam, às vezes pra pior, então vejo que é hora de sair. Muito obrigado aos que leram minhas mal traçadas linhas por aqui durante esses anos, aos que comentaram, compartilharam etc. Recebi mensagens com palavras bem bonitas de leitores das minhas colunas nos últimos anos e isso me deixou bem feliz e encorajado a escrever. 
 
Caso vocês se sintam órfãos das groselhas que escrevo aqui, deem uma olhada no meu blog, o Esquadrão LunáticoLink externo. Lá, falo quase que diariamente de desenhos animados orientais, ocidentais, besteiras dos tempos de criança e, claro, de J-Pop e K-Pop. Além disso, junto com o pessoal aqui da redação, lanço lá um podcast chamado LunaticastLink externo, que já está no terceiro episódio. 
 
E é isso ai. Um abraço e tenham uma boa vida. 
 

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo