Arquivo JH

Raposa Informa – Magic: The Gathering – O retorno de Ravnica

:: 11 minutos de leitura

Conheça Magic e esse novo mundo, Ravnica, com guildas, tramas, dez fundadores e um pacto.

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de Ravnica


Ravnica é um mundo onde a civilização dominou totalmente a natureza, é uma paisagem urbana tão vasta que abrange o mundo inteiro. Um mosaico de duas cores, torres góticas, praças de paralelepípedos, favelas perigosas e ruínas antigas é o lar de raças e culturas de diversidade incríveis.


Apesar de existirem alguns “espaços vazios” ou trechos de descampados assolados por guerras de outrora, Ravnica é um planeta transbordando massas civilizadas. Suas divisões não são o que se pode chamar de nações, mas sim cidades e distritos, demarcados pela geografia, cultura, raça (que inclui tudo desde ogres a Veldakeanos) e pelas dez guildas que administram o mundo.
 

As 10 guildas que são o poder central em Ravnica disputam entre si constantemente para alcançar um domínio supremo. “Guerra fria” é ainda assim melhor do que o estado em que as coisas se encontravam há dez mil anos atrás, aonde uma constante guerra aberta era a ordem do dia.
 

Paruns são os 10 fundadores originais das guildas que decidiram colocar de lado suas diferenças para sua própria sobrevivência e criaram o Pacto das Guildas, um grande tratado que definia o papel de cada guilda na sociedade, tornando possível assim uma coexistência harmoniosa. Porém é lógico que um mero pedaço de papel raramente é suficiente para acabar com a ambição. Enquanto as guildas fingem com falsos elogios defender o Pacto das Guildas, na verdade o fazem por que é necessário ou caso contrário as outras guildas se aproveitariam disso como desculpa para eliminá-las. A maioria, em suas maneiras particulares, trabalham para enfraquecer as outras na intenção de se tornarem o poder único em Ravnica.
 

No meio dessa trama e turbulência, os cidadãos comuns, os quais em sua maioria não são membros de guildas, são normalmente ignorados por elas, senão tratados com total desprezo. Eles compõem a maioria das baixas ocasionadas por estas disputas. Mas ninguém de fora das guildas tem poder suficiente para fazer alguma diferença… Não por enquanto…
 

Conheça a seguir a história das 10 guildas:
 

Gruul
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de RavnicaNão sendo bem um clã. Se na época eles tinham alguma finalidade quando o Pacto das Guildas foi assinado inicialmente, hoje em dia ninguém se preocupa mais, nem mesmo os próprios Gruul.

Como você pode ver o tempo não foi gentil com os Gruul. As outras guildas os trataram de maneira indiferente e até cruel, dividindo-os em um indefinido conglomerado de clãs guerreiros.

Mas com o ciclope selvagem Borborgymos liderando o maior desses clãs, eles encontraram um novo objetivo: destruir a civilização Ravnicana, e principalmente as guildas, as quais eles dizem ser as culpadas por sua desgraça.

Eles ainda não são uma ameaça grande o bastante para que as guildas se unam e os destruam de uma vez por todas, mas eles estão chegando perto.
 

Rakdos
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de RavnicaRakdos, A Seita, nomeada assim devido a seu demônio líder. Eles vivem completamente absortos em pensamentos e saem apenas por diversão.

No entanto, a idéia deles de “diversão” geralmente envolve assassinatos e desordens – sendo quanto mais sangrentos e depravados, melhor são.

A seita adoraria comandar Ravnica e transformá-la num festival de massacres, mas para eles é o processo de morte e destruição sem objetivos que é gratificante, não o objetivo em si.

Felizmente para os Rakdos, seus interesses na arte negra da morte os transformaram em excelentes mercenários e assassinos, do que as outras guildas ficam mais do que felizes em tirar grande proveito.
 

Símia
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de RavnicaSímia, A Associação foi inicialmente incumbida de preservar tudo que restara da natureza, mas a marcha da civilização ultrapassou seu poder imenso, foi alem dos limites do que eles tinham.

Desta forma então esta guilda deu-se outro objetivo: não apenas reviver a natureza, mas melhorar o que dela sobrou.

Eles continuamente trabalhavam como funileiros da própria essência da vida, criando novas formas de vida, poderosas, mas abomináveis paródias de seres vivos.

Momir Vig, o feiticeiro-da-vida élfico que comanda seus esforços, é frio e reservado, mas também dedicado em sua pesquisa, assim como o resto de toda a guilda.
 

 

Izzet
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de RavnicaIzzet também são pesquisadores de conhecimento, mas seus métodos podem ser descritos como “não-ortodoxos” por assim dizer.

Eles executam suas pesquisas com uma indiferença impulsiva, geralmente trabalhando com uma grande quantidade de material de uma só vez e rapidamente descartando ideias antigas por outras novinhas em folha que repentinamente chamem sua atenção.

Apesar de serem eles os responsáveis pela maioria dos trabalhos cívicos benéficos de Ravnica, suas atitudes também levaram a alguns estrondosos e destrutivos fracassos.

Isto reflete a personalidade do mestre de sua guilda, o brilhante, porém temperamental, mago dragão Niv-Mizzet.
 

Orzhov
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de RavnicaOrzhov, O Sindicato, pode até esconder-se atrás de uma máscara religiosa, mas é tudo uma farsa.

Esta falsa devoção é apenas uma cortina de fumaça e um modo de controlar.

Seus verdadeiros negócios são: não há tratado financeiro ou comercial do qual os Orzhov não saibam a respeito ou mesmo não manipulem diretamente.

O Conselho Fantasmal, composto dos espíritos imortais dos líderes do Orzhov de outrora, se certifica de que nada permaneça no caminho do Sindicato em controlar Ravnica através do ouro e da ganância.
 

 

Azorius
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de RavnicaAzorius, O Senado. Frio e calculista, eles criam as leis em Ravnica.

Sua burocracia foi planejada para manter o atual estado tão forte quanto possível.

Seu líder, o Grande Juiz Augustin acredita que mudanças apenas trazem caos e problemas.

Na sua arrogância ele decidiu que a melhor forma de servir a Ravnica é manter todos os demais incapazes de agir de qualquer maneira, modo ou forma.

Infelizmente, os Azorius têm a mágica e os músculos para que assim as coisas permaneçam.


Selesnya
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de RavnicaSelesnya, O Conclave, acredita ser a voz de uma consciência que eles acreditam ser a manifestação da própria natureza.

Tudo dentro da guilda é considerado como porta-voz de uma força maior e procuram expandir sua guilda evangelizando a sua mensagem e adicionando membros.

O objetivo da guilda é incluir as identidades dos membros individuais, transformando-os em instrumentos do Conclave. Os Selesnyans são organizados em vernadi que são pequenos municípios em todo Ravnica.

Cada um é organizado em torno de uma árvore central e liderado por um líder dríade. Trostani, é o Mestre da Guilda Selesnya. A dríade trino, Trostani, governa a guilda. Cada uma das três identidades dríade que compreendem Trostani incorpora um valor Selesnya particular. A cabeça da direita é a Ordem, que fala em um canto, medido e simples.
 

A cabeça mais à esquerda é a vida e fala com uma voz melodiosa e cantilena. A cabeça central é Harmonia, que fala em um sussurro prateado. Cada cabeça é adornada à sua maneira única, com olhos que vão desde a verdejante verde para prata cintilante. A cabeça central da Harmonia raramente fala, mas quando o faz, seu conselho é considerado por todos como sacrossanta.
 

Apesar de que os Selenyan possam parecer todos doces e alegres, uma observação mais detalhada mostra o contrário. Muitos cidadãos acham que a Assembleia é uma seita, tanto quanto os Rakdos são.
 

Cada membro é um fanático pela causa e conformidade não é pedida – é esperada, de maneira natural. Ninguém tem certeza se a Assembleia realiza lavagem cerebral em alguém ou não, mas muitos membros agem como se eles realmente fizessem.
 

Uma vez que você esta conosco, você é um igual dentre nós. Até então você estava perdido. Assim falou o cavalariço-de-lobos Tolsimir, um membro do Conclave Selesnya.
 

Os Selesnyans possuem sua sede em Vitu-Ghazi , uma árvore anciã que reside no centro do maior e mais antigo distrito de Ravnica.
 

Golgari
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de RavnicaOs Golgari pregam que a morte é uma parte do ciclo natural, o que parece uma crença inofensiva e lógica. No entanto, eles vão alem disso, adotando a morte na verdade e a encorajando como algo para elevar e reforçar a vida. Assim, o mestre da guilda, o xamã élfico Savra não se importa em deixar soltas pragas venenosas.

No final das contas, tudo o que elas vão fazer é aumentar a velocidade no ciclo natural para que assim Ravnica possa renascer depois da morte em algo melhor. Não é verdadeiramente a morte que eles apreciam, mas sim a reconstrução que ela traz.

Os Golgari acreditam que você não poderá realmente viver até que tenha morrido. Para eles a morte dá a vida significado e da morte provêm novas vidas. Com sua vasta horda de mortos-vivos servindo ambos como exército e força e força braçal, os Golgari operam por baixo de ravnica, lentamente tomando áreas abandonadas e decrépitas tal como um fungo mal-cheiroso.
 

Esta guilda contêm muitas facções desde abominações mortas-vivas de carne e matéria orgânica aos Elfos Negros conhecidos como Devkarin. A líderança da guilda é sempre conturbada. As irmãs da Morte Petríficada, um trio de górgonas tem sido os oráculos da guilda e regentes por séculos , mas a elfa negra e xãma Savra está de olho no trono dos Golgari e Savra tende sempre a conseguir o que ela quer.
 

Logicamente a necromancia dos Golgari é uma das mais potentes já vistas. Eles nem mesmo acreditam que suas criações são abomináveis ou sobrenaturais. Seus animais favoritos não são apenas mortos-vivos, mas forças naturais de morte e decadência, como fungos, insetos e saprófitos. E eles têm muito com o que trabalhar, pois Ravnica está proliferando de fantasmas e zumbis, numa quantidade anormal. Se os Golgari têm algo a haver com isso eles nunca divulgam.
 

Boros
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de RavnicaBoros tem tudo haver com controle de tensões. Os seus soldados que incluem humanos, goblins e minotauros Ordruun estão tão determinados a manter a paz que irão aplicar qualquer tática de guerra que considerarem necessárias.

Eles tendem a desembainhar espadas primeiro, depois perguntar, pois estão quase sempre certos de que qualquer ação que tomem para manter a ordem é uma ação correta. As pessoas que se opõem a eles, por definição, na melhor das hipóteses estão erradas ou na pior das hipóteses são criminosos.

Se os Azorius são o poder legislativo de Ravnica, então a Legião de Boros é o poder executivo. Eles são designados a manter a ordem e sustentar o cumprimento das leis feitas ambos pelo Pacto das Guildas e pelos Azorius. Mas na prática eles tendem a impor qualquer lei que acham que devem impor, para não mencionar algumas que nem existem, exceto ser em seus corações e em suas mentes.
 

A Wojek, componentes da divisão especial da Legião de Boros, são os soldados-base nesta causa: cada distrito tem uma guarnição da Wojek para protegê-la. A arcanja Razia manda o restante de suas forças massivas para onde ela acha ser necessário – seus padrões podem divergir imensamente de outros locais.
 

A Legião Boros acredita numa Lei Superior – uma na qual a honradez é o fogo e a justiça, a luz que dele emana. Guiados pelo anjo Razia, os Boros são as forças militares superiores de Ravnica. Confrontar diretamente as Legiões seria suicídio: eles são os mais hábeis e ferozes guerreiros do Plano.
 

Os Boros são puramente ação – eles deixam análise e dúvida para os outros. Entretanto isto é porque parte desta guilda, a Liga de Wojek foi escolhida para manter as leis de Ravnica. Sua crença absoluta na justiça torna-os mais efetivos e rápidos em neutralizar qualquer conflito.
 

Dimir
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de RavnicaFinalmente temos a mais secreta das guildas, tão secreta que a maioria dos cidadãos Ravnicanos acreditam que ela desapareceu há muitas eras: A Casa dos Dimir.

Apenas as outras guildas sabem da existência contínua dos Dimir que são principalmente vistos (se realmente são vistos) espreitando os assombrados becos e esgotos de Ravnica. Seus bens de valores são segredos: não há conhecimento obscuro ou plano bem guardado que estejam a salvos dos agentes Dimir.

Até agora, a guilda está satisfeita em ficar por trás das cenas, seus mais visíveis agentes são bandidos e espiões que se mantêm no vasto submundo de Ravnica. Espíritos são um dos seus tipos favoritos de agentes, pois são intocáveis, completamente leais e capazes de atravessar paredes sem dificuldade alguma. Casa Dimir , os Invisíveis, a Décima Guilda – uma invenção, uma história contada para crianças para mantê-las na linha.
 

De acordo com o folclore, o Lorde Vampiro Szadek estava presente no acordo do Pacto das guildas como um dos dez assinantes ainda que sua presença e existência fora mantida em segredo. Através dos miênios, histórias fantasmagóricas sobre os Dimir foram ficando mais e mais complexas, lendas sobre antigos conselheiros-necromantes mortos-vivos, assassinos fantasmas e horrores negros que espreitam através do labirinto infinito dos esgotos sob a cidade. Se você ouvir os habitantes mais paranóicos e desconfiados, você poderá acreditar que os agentes da Casa Dimir estão em todos os lugares, todos servindo como olhos e ouvidos de Szadek. Também conhecidos como: Os invisíveis.
 

Mas é claro que Szadek, o vampiro mestre da guilda, tem planos maiores para o seu grupo. Conhecimento é, afinal de contas, poder, especialmente em um lugar como Ravnica. Assim que as outras guildas se tornarem dependentes de suas informações ou assim que ele as acumule suficientemente, quem alem dele será o mais apropriado para se voltar contra todas as outras guildas quando for a hora certa?
 

Confira o diagrama com as 5 principais cores e suas uniões como guildas:
 

Raposa Informa - Magic: The Gathering - O retorno de Ravnica


Magic: The Gathering, é um RPG, no estilo card-game. Tendo Ravnica como uma das mais novas histórias, com um mundo de encher os olhos e nossas visões. Nessa edição com conflitos e guerras entre os clãs, o jogo em si se baseia em muita estratégia e ação.
 

A data oficial para o lançamento de Ravnica é 5 de outubro, mas vão acontecer "pré-releases"que vão ser lançados em campeonatos pela Wizards, antes da data de lançamento para os jogadores.


Minha cor favorita é a preta comandada pela bruxa Liliana Veins, representado como pântano, sua ideologia é corromper e escravizar. A carta que mais gosto na nova edição:
 

  


Confira abaixo dois vídeos promocionais para aumentar a expectativa dos amantes de Magic:
 

 

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo