Time to...

Da Prisão ao Apocalipse Zumbi – Conheça Apocalypse no Toride!

:: 2 minutos de leitura

Você é uma pessoa acusada por ter matado alguém e para terminar você está no quarto onde praticamente todos são assassinos. Quanto você acha que pode piorar?

Da Prisão ao Apocalipse Zumbi - Conheça Apocalypse no Toride!

Apocalypse no Toride trata-se de um mangá de zumbi onde o personagem principal é um acusado de homicídio e que a pena ainda não foi definida, mas está por enquanto em um reformatório juvenil, só que ele se diz inocente a qualquer tipo de pergunta, então o que tem por trás de tudo isso?

Com as próprias palavras dele, o personagem protagonista e também o mais medroso dos que estão no mesmo quarto, Maeda Yoshiaki “Eu não fiz nada!” é com isso que ele se defende da acusação.

Da Prisão ao Apocalipse Zumbi - Conheça Apocalypse no Toride!

Sinopse:

Maeda Yosjiaki é um acusado de homicídio e é levado a um quarto de reformatório onde conhece outras três pessoas, Yoshika, Yamanoi e Iwakura, os três são os que mais causam confusão dentro desse reformatório, um surto de uma doença se espalha pela região e imagine a sorte de Maeda logo de está no quarto das pessoas mais bem preparadas para o apocalipse zumbi.

No quarto onde ele se encontra tem outros três residentes os protagonistas:

Yoshioka Masafumi: 18 anos, uma pessoa de duas faces totalmente opostas, por hora simpática em outras, explosivo e de vontades de assassinato. Condenado a 2 anos e 3 meses de prisão.

Iwakura Gou: 17 anos, aparenta e realmente é forte, ajudou Maeda quando ele tentava salvar uma pessoa que estava com a mão presa a mesa por uma faca segundo Yamanoi Mitsuri ele é o Macaco Falante do quarto. Condenado a 3 anos de prisão.

Yamanoi Mitsuri: Também 17 anos parece ser a pessoa que mais está entendendo da situação dos zumbis, extremamente egocêntrico e não é muito chegado a combate ele fica melhor com uma arma em mãos. Condenado a 2 anos e 6 meses de prisão.

Moeda Yoshiaki: 16 anos. Jovem condenado à prisão por matar uma pessoa, mas ele fala que não foi ele que matou, ele só estava no local do crime e foi confundido. Sentença ainda não definida.

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo