Arquivo JH

Japoneses revelam quais animes nunca se cansam de assistir

:: um minuto de leitura

Pesquisa feita com 5721 japoneses revela os 50 animes mais viciantes...

Japoneses revelam quais animes nunca se cansam de assistir
 

Foi feita uma pesquisa com 5.721 japoneses com a seguinte pergunta: ‘Qual é o anime que você nunca se cansa de assistir?’. Pois bem, no topo da lista ficou o anime Bakemonogatari, muito elogiado por diversos otakus. K-On, mais conhecido dentre os 10 primeiros, foi considerando ‘muito viciante’ pela maioria dos entrevistados.
 

Mas a lista não é óbvia, pelo menos quando o assunto é shoujo, nós temos coisas bem mais antigas: Card Captor Sakura, Fruits Basket, Chibi Maruko-chan, Da! Da! Da!, Akazukin Chacha, dentre outros.
 

Confira a lista completa abaixo.
 

1. Bakemonogatari
2. Working!!
3. Puella Magi Madoka Magica
4. Mahou Shoujo Lyrical Nanoha
5. The IdolMaster
6. K-ON!
7. Gintama
8. Mobile Suit Gundam Seed
9. The Melancholy of Haruhi Suzumiya
10. Clannad After Story
11. To Aru Kagaku no Railgun
12. Scryed
13. Neon Genesis Evangelion
14. Card Captor Sakura
15. Macross Frontier
16. Fate/Zero
17. Lucky Star
18. Hanasaku Iroha
19. Higurashi no Naku Koro Ni
20. Sayonara Zetsubou Sensei
21. Full Metal Panic? Fumoffu
22. Fullmetal Alchemist
23. Hikaru no Go
24. Gunbuster
25. Nadia: The Secret of Blue Water
26. Chihayafuru
27. Bento
28. Usagi Drop
29. Kidou Senshi Gundam
30. Detetive Conan
31. Hidamari Sketch
32. Fruits Basket
33. Sazae-san
34. Kidou Senshi Gundam F91
34. Doraemon
36. Mahoujin Guru Guru
37. Jewelpet Tinkle ☆
38. Pokemon Advanced Series
39. Chibi Maruko-chan
40. Bono Bono
41. Urusei Yatsura
42. Hourou Musuko
42. Soukou Kihei Votoms
44. Da! Da! Da!
45. Akazukin Chacha
46. Mama wa Shougaku 4-nensei
47. Soreike! Anpanman
48. Isekai no Seikishi Monogatari
49. Aka-chan to Boku
50. Kirarin☆Revolution
 

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo