Pular o menu
 

Dorama Love

Indicação de dorama: Go Go Squid!

:: 7 minutos de leitura

Voltando a todo vapor e com novas colunistas, Dorama Love traz uma indicação doce e divertida: Go Go Squid!, uma boa mistura de romance com e-sports!

TuziAutor(a)

Olá, gafanhotos! Tuzi dá as boas vindas a vocês nesta nova fase do Dorama Love! Agora, sob nova direção, estaremos tanto Bela Orihime quanto eu no comando desta coluna linda e cheirosa!

Então, para celebrar esse início com o pé direito, resolvi trazer para vocês o meu dorama chinês continental favorito: Go Go Squid!.

Go Go Squid!

Go Go Squid! ou, em sua tradução para o Brasil, Vai, Cara de Lula! é um dorama da China continental baseado em Honey Stewed Squid (Mì Zhī Dùn Yóuyú), a terceira novel de uma série escrita por Mò Bǎo Fēi Bǎo.

Também pode-se encontrar sob o nome de Stewed Squid with Honey.

Ficha técnica

  • Título: Go Go Squid! / Vai, Cara de Lula! (亲爱的,热爱的 Qīn’ài De, Rè’ài De);
  • Gênero: Comédia, Romance, Josei, E-sports;
  • Episódios: 41;
  • Transmitido: de 9 de julho a 31 de julho de 2019 por Dragon TV, Zhejiang TV, Rakuten Viki;
  • Elenco principal: Yáng Zǐ, Lǐ Xiàn, Hú Yītiān, Lǐ Hóngqí e Jiāng Pèiyáo.

Sinopse

No auge de seus 19 anos de vida, Tóng Nián (Yáng Zǐ) tem o mundo aos seus pés. Tóng Nián é uma brilhante aluna de Tecnologia da Informação, com notas excelentes e uma legião de fãs na internet, devido aos seus vídeos de covers de músicas japonesas, e nunca teve problema em conhecer pessoas novas ou fazer amigos. Mas seu mundo vira de pernas para o ar no dia que Hán Shāng Yán (Lǐ Xiàn) entra em sua vida.

Além de gênio, Hán Shāng Yán é um dos melhores pro gamers do mundo. Mas, mesmo sendo uma lenda no mundo dos e-sports, ele nunca deixou que sua fama atrapalhasse sua profissão, e está sempre focado em conseguir sua próxima vitória. As pessoas ao seu redor, especialmente garotas, não passam de distrações, que ele acaba por ignorar.

Tendo se apaixonado por Hán Shāng Yán desde o primeiro momento que colocou seus olhos nele, Tóng Nián tenta encontrar uma forma de se aproximar de seu novo crush, mas nunca consegue encontrar as palavras adequadas. Toda tentativa falha miseravelmente. Enquanto isso, Shang Yan segue frio e desinteressado, mal notando a presença de Tóng Nián, ou ao menos é o que ele dá a entender.

Conseguirá a persistência de Tóng Nián atrair a atenção de um cara que não presta atenção às pessoas ao seu redor? Para ela, pode parecer impossível, mas todo mundo sabe que tudo é possível quando se trata de amor.

(Sinopse retirada do site oficial Rakuten Viki)

Enredo

A princípio, a trama segue Tóng Nián, uma brilhante universitária de TI que em uma noite tranquila num cybercafé se apaixona à primeira vista por Hán Shāng Yán.

Ao mesmo tempo, com o decorrer dos capítulos vamos conhecendo um pouco mais sobre o casal e o mundo de cada um deles, desde suas interações com as respectivas famílias ao convívio com os amigos.

Tóng Nián tem seu foco no estudo de desenvolvimento de inteligência artificial, apesar de não ser muito abordado. Ainda assim, as cenas gravadas na universidade e relacionadas com os projetos dela e sua equipe dão uma dimensão do quão importante isso é para ela.

Contudo, a maior parte do foco onde se desenvolve tanto o romance quando o enredo geral é no QG do time KK e as competições de CTF. Dessa forma, seguimos por um bom tempo o desenvolvimento da história em torno de Hán Shāng Yán, o que de forma alguma interfere no entendimento geral. Pelo contrário, através disso conhecemos e aprendemos mais sobre a personalidades do casal principal, assim como dos personagens secundários.

O interessante do roteiro de Go Go Squid! é a forma como foi construído, trazendo elementos e referências das novels para aqueles que já leram. Porém, para os que não leram, tais referências se tornam elementos engraçados, até mesmo causando um destaque em determinadas cenas.

CTF

Segundo o site nacional Hackersec, CTF (Capture The Flag) é “basicamente uma competição hacker que apresenta diversos desafios de cibersegurança, onde o objetivo é concluir e pegar a flag para poder pontuar. E podem ser jogados individualmente ou em equipe”.

O jogo no qual o enredo parcialmente gira em torno tanto no dorama quanto na novel é o CTF. No dorama, podemos acompanhar as disputas nacionais e internacionais que os dois times rivais apresentados (KK e SP) participam, bem como a forma que Hán Shāng Yán lidera tanto a empresa quanto a equipe que é voltada para este jogo em específico.

Esta coelha descobriu que, para começar a jogar CTF, primeiro é necessário ter uma noção básica de programação e cibersegurança.

Sobre os dois personagens principais

Tóng Nián

Com um QI de 140, Tóng Nián é certamente muito inteligente quando se trata de tecnologia. Tal habilidade, porém é desfalcada quando sua ingenuidade entra em cena. Vivaz, apaixonada e determinada, a protagonista, até certo ponto, não tem medo de expor o quanto ama e se importa com Hán Shāng Yán.

Entretanto, vemos seu sutil crescimento conforme a trama avança, deixando as sensações impulsivas do primeiro amor de lado e dedicando-se de forma mais gentil a apoiar seu interesse amoroso nos objetivos que ele traça.

Independente de estar apaixonada, e decididamente perseguir o protagonista enquanto pode, Tóng Nián também mostra-se capaz em sua área. Além disso, o roteiro importa-se em mostrar que Tóng Nián não é apenas uma garota apaixonada: ela tem uma carreira e sonhos, tem suas responsabilidades e é independente da influência do protagonista.

Hán Shāng Yán

À primeira vista, o dorama se trata inicialmente de uma comédia romântica, porém não é apenas isso. Com base e ideias retiradas das novels de Mò Bǎo Fēi Bǎo, o romance não se torna o foco total do dorama, mas ele divide espaço com a história pessoal do personagem de Hán Shāng Yán.

Sendo um herói nacional dos e-sports, encontramos, através de inúmeros flashbacks, mais sobre a verdadeira personalidade, assim como sobre a carreira de Hán Shāng Yán. Por conta disso, também descobrimos os motivos do personagem se manter focado no objetivo de conquistar a liderança do cenário CTF, assim como suas mágoas para com os antigos companheiros de equipe.

Ao passo que vamos acompanhamos a cada episódio, vemos como a relação entre ele e Tóng Nián se desenvolve e suas sutis mudanças em relação a todos a sua volta. Por conta dessas pequenas aberturas causadas pela companhia vivaz da protagonista, Hán Shāng Yán mostra-se mais receptivo em confrontar seu passado, suas antigas amizades e refazer os laços perdidos anteriormente.

Sobre os personagens secundários

Os personagens secundários de cada núcleo também têm um bom desenvolvimento, contribuindo com o seguimento da história sem causar muitos furos ou situações que podem confundir quem estiver assistindo.

Há uma colaboração entre as histórias secundárias e o desenvolvimento principal, ambos convergindo para o mesmo ponto de interesse: Hán Shāng Yán refazendo seus laços do passado e Tóng Nián conseguindo se infiltrar no coração dele.

Dos núcleos paralelos, vale destacar a equipe KK e o casal secundário.

O time KK é formado por jovens garotos que anseiam disputar os campeonatos mundiais de CTF. Estando presente em grande parte das cenas, podemos acompanhar o desenvolvimento deles, com cada um do time principal tendo seus momentos de destaques.

Já o casal secundário é o que mais surpreende: apesar de poucas cenas (o que deixou esta coelha querendo mais), eles entregam um romance docinho e leve.

Sūn Yàoyào (Jiāng Pèiyáo) é a melhor amiga de Tóng Nián e também estudante de T.I.

Porém diferente de Tóng Nián, ela conhece o cenário competitivo de CTF. Sendo uma fã veterana da antiga equipe CTF de Hán Shāng Yán, não esconde seu apreço por Mǐ Shàofēi, um dos jogadores desse time.

Mǐ Shàofēi tem parte do destaque do enredo, por ser um dos laços que Hán Shāng Yán resgata durante a trama. Sua personalidade de autoestima baixa, mas grande desejo de continuar jogando e permanecer presente dentro do cenário competitivo do jogo se relaciona com a atitude companheira e prestativa de Sūn Yàoyào, o que nos proporciona uma das cenas mais tocantes do dorama.

Considerações finais

Em suma, Go Go Squid! é um dorama que, apesar de não fugir muito do clichê chinês — protagonista masculino com passado dolorido e personalidade fria + protagonista feminina obstinada, apaixonada e relativamente independente —, ainda apresenta elementos divertidos com uma trama bem desenvolvida.

Se você, assim como eu, gosta de um dorama leve, engraçadinho e com um enredo interessante, Go Go Squid! será uma boa escolha!

Agora, esta coelha se despede! Até o próximo encontro, gafanhotos!

😒

Tags

Compartilhar

  • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
Voltar ao topo