Pular o menu
 

Tsuki no Usagi

Vietnã: ascendência divina

:: 3 minutos de leitura

Filhos do Dragão, os netos dos deuses.

TuziAutor(a)

Tuzi, da Lua, diz: Olá, jovens gafanhotos! Hoje a coelha leva vocês ao Vietnã! Nós vamos conhecer um pouco sobre o principal mito vietnamita e a relação dos dragões com esse país.

Herança divina

Primeiramente, o Vietnã é um país localizado ao leste da península Indochina. Por conta disso, como outros países da mesma região, desenvolveu povo, cultura e folclore próprio.

Entretanto, grande parte dessa mitologia acabou recebendo influência cultural da China continental, o que trouxe uma mistura da crença dos dois povos.

Rồng, com base no mandarim Lóng, são dragões vietnamitas que estão fortemente ligados às tradições locais, bem como o mito de origem do povo do Vietnã.

A princípio, eles representam a chuva, a agricultura e as bonanças. Dessa forma acabaram por se tornar a personificação da deidade líder da mitologia vietnamita. Os dragões orientais estão intimamente ligados à herança cultural, da qual os próprios vietnamitas dizem serem descendentes.

Dragões e Fadas

Em seu mito de origem conta-se que Âu Cơ, uma fada filha do deus das montanhas, foi perseguida por um monstro. Vendo-se em perigo e não podendo se defender, ela transformou-se em um grou e voou para longe.

Ao mesmo tempo, um dragão navegando perto da costa presenciou o acontecido e atacou o monstro, protegendo a fada. Este era Lạc Lóng Quân, chamado de rei dos dragões e era filho da deusa dragão do céu e do mar.

Vendo alguém salvá-la, ela se apaixonou. Do mesmo modo, foi com o rei dragão e ambos casaram-se. Dessa união, Âu Cơ teve 100 ovos, e deles nasceram seus descendentes.

Todavia, Âu Cơ Amava as montanhas, e Lạc Lóng Quân, o mar. Por conta disso, ambos resolveram se separar. O rei dragão partiu para a costa com 50 filhos, e a fada voltou para as montanhas com os outros 50.

Dessa forma, o antigo povo vietnamita declarou-se descendente de dragões e fadas. Podemos observar isso em um de seus mais antigos provérbios: “Con Róng, cháu Tiên” que significa “Filhos do Dragão, os netos dos deuses”.

Curiosidades

  • Por ser um povo que viveu sempre perto de rios e mar, seus primeiros dragões tinham a descrição próxima do que eram os crocodilos.

  • Com o passar do tempo e a cada nova dinastia, as formas dos dragões ganharam novas adaptações. Posteriormente, podemos ver muitos tendo referências a cobra, gato, rato, aves e o já citado crocodilo.

  • Lạc Lóng Quân, apesar de estar nos contos mitológicos antigos, foi uma pessoa real. Ele governou os primeiros povos vietnamitas e acabou tendo toda uma lenda criada ao seu entorno.

  • Âu Cơ é considerada mãe ancestral do povo vietnamita. Além de deusa da medicina, é constantemente associada à agricultura.

  • Os dragões são uma simbologia presente e extremamente importante no Vietnã. Podem ser encontrados em forma de pontes e estátuas em centro culturais, assim como em casas oficiais do governo e até mesmo em residências comuns. Ruas, cidades, nomes de famílias e grande parte dos ritos religiosos estão associados a eles.

  • Na literatura, música e outras formas e artes, também conta-se sobre dragões e fadas. Por conta disso, há várias adaptações do conto ancestral de Âu Cơ e Lạc Lóng Quân.

Tuzi, da Lua, diz: E por hoje é só, jovens gafanhotos! Espero que tenham gostado, em breve voltarei com mais coisas diferentes e interessantes! Por enquanto, aproveitem mais da J-Hero com as matérias e colunas, e não se esqueçam de ficar ligados na programação da Rádio J-Hero! Esta que é sempre do seu jeito, do seu gosto!

😒

Tags

Compartilhar

  • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
Voltar ao topo