Pular o menu
 

Tsukasa Space

Fundo do Baú: Konjiki no Gash Bell! (Zatch Bell!)

:: 2 minutos de leitura

Relembrando este clássico que retirei do fundo do meu baú...

TsukasaKunAutor(a)

Fala, pessoal… Sejam muito bem vindos ao Tsukasa Space, aqui na nossa querida Rádio J-Hero. E hoje resolvi abrir o meu baú de recordações trazendo um pouco deste animê que me divertiu muito e com certeza irá diverti-los também. Estou falando de Zatch Bell!.

Neste animê acompanhamos a história de Kiyomaro Takamine, um pequeno japonês de 14 anos e o seu amado e inseparável além de muito divertido mamodo Gash Bell. Não entendeu nada, né? Então eu explico: a cada mil anos, cem mamodos, que são habitantes de um mundo paralelo chamado Mundo Mamodo, são enviados à Terra para se degladiarem a fim de que o último que sobrar venha a se tornar o rei do Mundo Mamodo. E é nesta premissa que a história começa. Para isso eles carregam um livro com letras estranhas que, na verdade, detém o poder dos mamodos que não possuem as palavras escritas de maneira clara. Conforme vão batalhando, o seu poder vai sendo descoberto, e as palavras, ficando mais claras, o que aumenta o poder e a força do mamodo. Porém, nem tudo são flores… Se o livro for destruído por outro mamodo, o portador do tal livro volta ao seu mundo, perdendo a chance de se tornar rei.

Na história, Zeno (ou Zeon no Japão) perdeu completamente a memória do seu mundo e só se lembra do próprio nome (isso aconteceu quando Gash ainda estava na Inglaterra e não tinha encontrado Kiyomaro). Juntos eles vivem grandes aventuras, tentando descobrir mais sobre o passado do Gash e as batalhas mamodo.

Eu assisti este animê há uns bons sete ou oito anos — sim, faz tempo — pela Rede Globo, que, como sempre, não passou todos os episódios na TV aberta. Assisti apenas a 52 episódios na época, o que me deixou muito triste pois eu queria ver o desfecho de tudo, e como ainda não tinha a internet com a força que tem hoje, fiquei na espera. Mas, assim que pude, terminei de assistir tudinho e, como sou fã, resolvi assistir tudo de novo… E olha que me diverti ainda mais, pois me lembro das minhas tiradas enquanto assistia. Me lembro muito do Ponygom e seu Mero Mero Mei… Hehehehehe. Saudades.

Uma outra coisa que me chamou muita a atenção são as músicas presentes em Zatch Bell!. Simplesmente viciantes demais. Lembro bem: “Chichi Chichi Chichi Oppai, bong-bong…” e por aí vai.

Mas, como sabemos, tudo que é bom dura pouco, e Zatch Bell! chegou ao seu final no episódio 150. Se você não assistiu, esse eu recomendo. Mais uma pérola diretamente do fundo do meu Baú.

E por aqui encerro mais uma matéria do Tsukasa Space aqui na nossa Rádio J-Hero. Nos encontramos na próxima. Até mais diretamente do Fundo do Baú.

Tags

Compartilhar

  • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
Voltar ao topo