Notícias em Geral

Personagens Femininas de League of Legends são Banidas em Torneio Iraniano!

:: um minuto de leitura

Segundo as autoridades reguladoras do governo, as roupas das personagens foram consideradas inadequadas aos padrões comportamentais do país...

Personagens Femininas de League of Legends são Banidas em Torneio Iraniano!

A World Cyber Games está tentando realizar um torneio de League of Legends no Irã. O game do gênero Multiplayer Online Battle Arena (MOBA) não é liberado oficialmente no país, por isso os preparativos para o evento têm gerado certa polêmica.

Inicialmente, as autoridades reguladoras baniram 36 personagens femininas. Outras 13 poderão ser liberadas apenas com um visual mais tradicional. O problema com as garotas do game é que roupas de batalha pouco escondem as silhuetas das guerreiras a ponto de incomodar os órgãos de censura no país.

A sanção, no entanto, não procede já que durante a gameplay, as personagens são vistas de longe através de uma câmera aérea. Mas essa parece ser a desculpa ideal para o governo iraniano dificultar ao máximo a realização do torneio.

Personagens Femininas de League of Legends são Banidas em Torneio Iraniano!

Comunidades de fãs de LoL alegam que a ausência de grande parte das personagens femininas prejudicarão  a jogabilidade e a combinação de possíveis estratégias já que cada uma tem habilidades específicas no jogo.

A WCG Irã justifica que se adequar a algumas condições é a única maneira do game ser aceito oficialmente para o evento que será realizado (se nada mais der errado) entre 12 e 16 de setembro.

League of Legends foi desenvolvido pela Riot Games e lançado em 2008, chegando ao Brasil apenas em 2012. Pelo fato de não ser pago e pela dinâmica de confrontos, o jogo rapidamente se tornou um sucesso por todo o mundo, chegando ao status de game mais jogado do planeta com aproximadamente 1 bilhão e 300 milhões de horas jogadas.

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo