Pular o menu

Na Lupa do Lunei

O que rolou de melhor e pior no K-Pop do mês de Setembro

:: 7 minutos de leitura

Ailee lançando seu primeiro álbum, debut do iKON, comeback bizarro do Red Velvet, Super Junior, VIVIDIVA, DIA, MAMAMOO, Unpretty Rapstars e muito mais do que rolou...

LuneiAutor(a)

O que rolou de melhor e pior no K-Pop do mês de Setembro

Olá, galera da J-Hero. Como estão? Tendo que aturar meio mundo falando que a Katy Perry fez o melhor show do Rock in Rio? Vish…

Deixando de lado essa bobagem, vamos para o nosso já habitual resumo de que rolou de melhor e pior em lançamentos musicais lá na Coréia do Sul. Já adianto que esse será o post mais longo desde que comecei com essa série, visto a tamanha quantidade de nomes relevantes que resolveram trabalhar esse mês lá no oriente. Vamos lá?

O que rolou de melhor?

Ailee – Mind Your Own Business

Falar que a Ailee é linda, carismática e tem uma das vozes mais poderosas do K-Pop já é chover no molhado, né? Figura carimbada em inúmeros festivais asiáticos que rolam aqui no Brasil, essa americana – que roubou o coração do DJ Nakano durante o Music Bank in Brazil -, após conseguir um ótimo desempenho com singles e EPs, finalmente pode lançar seu primeiro álbum.

Intitulado VIVID e repleto de ótimas canções que mesclam Pop, Soul e R&B, além da participação da Amber, do F(x), com quem Ailee já protagonizou um reality show e dividiu o palco inúmeras vezes. O lead single escolhido foi Mind Your Own Business, que traz tudo o que ela pode fazer de melhor. Letra sensacional, videoclipe épico todo baseado no conceito “tiro, porrada e bomba” e… Ooh, assistam logo…

Ailee – VIVID (Full álbum)

E escutem também o álbum inteirinho…

Amber – Beautiful

E já que citei a Amberzão, essa linda soltou para os fãs um MV em comemoração ao seu aniversário com a faixa Beautiful, aquela baladinha tocante e frágil ao violão que abriu o EP de debut solo lançado no início desse ano e deixou todos de queixos caídos com o quão bonita é a voz da Amber e o quão sincera é a sua interpretação. Parabéns, garota…

IU – Leon (feat. Park Myung Soo)

Uma das canções mais vendidas do mês por lá foi esse dueto da cantora IU – que eu adoraria ter um relacionamento sério – com o canastrão Park Myung Soo para um programa coreano maluco lá. É uma mistura de Indie eletrônico com Bossa Nova que resulta em algo muito bacana e interessante, bastante parecido com o que a Lim Kim faz em suas melhores faixas.

Não tem um MV oficial, apenas a performance deles ao vivo para o tal reality show, cheia de cortes e comentários. Então, optei por colocar apenas esse vídeo com o áudio, mas é possível que saia do ar em breve, então aproveitem…

GOT7 – If You Do

E vejam só que surpresa, o GOT7 finalmente lançou algo memorável. Não que tudo o que eles tenham lançado desde seu debut seja ruim, mas nada tinha muita personalidade caso comparássemos com outros grupos masculinos. As coisas mudaram agora com If You Do.

A canção é uma mistura de Dance com House excelente e vai passeando por timbres viajados que se encontram de maneira bem sutil. A presença de guitarras e baixo apenas soma, deixando todo o conjunto bem redondinho…

Mocreias do Rap – Don’t Stop

Para quem estava em saturno nesse mês, a segunda temporada do Reality Show musical mais legal da atualidade, o Unpretty Rapstar, já começou. Uma breve explicação: são várias rappers coreanas conhecidas e desconhecidas, além de idols de girl bands, em uma competição de Hip Hop extremamente engraçada e rodeada de falsidade e comentários maldosos.

O grande lance é que a primeira faixa extraída do programa, trazendo todas as participantes num “free style” bem old school, já foi lançada e é sensacional. Destaque positivo para a Yubin, a loira gostosíssima da banda Wonder Girls mandando muito, também para a guria de rabo de cavalo com o microfone que eu ainda não gravei o nome, e destaque WTF para a Hyoryn, do Sistar, que ninguém sabia que fazia rap, provavelmente nem ela mesma…

VIVIDIVA – Service

Seria esse o debut mais legal do ano até agora? Essas meninas resolveram aparecer vestidas como cosplayers de garçonetes de cafés shoujo atuando em tutorias malucos pelo YouTube em uma música açucarada e eletrônica ao estilo Girl’s Generation em início de carreira… E isso deu tão certo.

Que troço grudento, além da letra ser bem divertida e as vozes contribuírem para toda a apreciação. Fica ai mais um grupo para o nosso radar…

Unicorn – Huk

Outro debut bem bacana foi o desse grupo aqui. Tudo bem que a faixa não tem lá muita criatividade, mas já me peguei soltando alguns “what you know about me, what what you know about me” em casa enquanto preparo o jantar…

DIA – Somehow

Outras estreantes no mercado são as jovens do DIA. E vieram em grande estilo, misturando Pop com Hip Hop dos anos 90, gerando algo que poderia facilmente ser gravado pela Mariah Carey em inglês…

Super Junior – Magic

Servindo como despedida para alguns membros do grupo que, infelizmente, terão que alistar-se no exército sul coreano por conta da guerra que já vem ocorrendo com o país vizinho há anos, Magic traz apenas o que esses rapazes já vem fazendo com tanto profissionalismo e maturidade em todo esse tempo.

Embora não seja tão viciante como Devil, lançada há alguns meses, a música soa bem agradável e divertida, misturando Funk dos anos 70 e Pop dos bons…

MAMAMOO – Girl Crush

E ai que o MAMAMOO, um dos grupos que mais gosto na Coréia do Sul, resolveu lançar uma OST com um MV gravado com celular em vertical. Vejam o resultado maravilhoso…

Lovelyz – Shooting Star e Ah-Choo

Indo para aquela linha de bandas com aparência inocente, mas que possuem versos de duplo sentido bem sacanas nas canções, temos o Lovelyz, que acabou de lançar um mini-álbum novo com dois MVs para divulgação.

O primeiro é Shooting Star, uma balada deliciosa que poderia servir de encerramento para algum anime romântico. Mas a loucura começa mesmo em Ah-Choo. Sério, tem como não se viciar nessa merda? Esse instrumental eletrônico lembrando videogames antigos, essas tiradas malucas na letra, o videoclipe bizarríssimo delas brincando de esconde-esconde…

Sou muito estranho por querer prender cada uma delas num pote de vidro gigante e ficar olhando por horas? É algo a se pensar…

Red Velvet – Dumb Dumb

E eis que o comeback do mês foi feito pelas novatas do Red Velvet, que finalmente lançaram o seu primeiro álbum, The Red. Esse grupo que mescla sua personalidade estética e visual entre Pop bizarro, classificado pelos fãs da banda como o lado red, e outro introspectivo, com baladas down tempo R&B sombrias e sensuais, intitulado como o lado velvet, e, olha, não é que me conquistaram?

O que rolou de melhor e pior no K-Pop do mês de Setembro

Tal confusão de personalidades elevou-se um nível mais alto, visto todo o álbum mostrar apenas uma dessas facetas e isso ficar muito mais insano com o videoclipe de Dumb Dumb – candidato seríssimo a MV de 2015 -, com essas cinco gatinhas assustadoramente parecidas em uma linha de produção de idols. Vão ser sarcásticas assim lá no raio que o parta.

O que rolou de melhor e pior no K-Pop do mês de Setembro

A faixa é o troço mais grudento que escutei esse ano, mas acreditem, vale a pena ficar com os versos na cabeça durante algumas semanas…

E como nada na vida é perfeito…

O que rolou de pior?

DAY6 – Congratulations

A JYPE Enterteinment, gravadora de bons grupos como Wonder Girls, miss A e 2PM, resolveu jogar na roda um novo grupo – e com o acréscimo de que cada um deles toca um instrumento. Uma pena que as músicas são muito chatas e igual a qualquer coisa colocada em trilhas sonoras de filmes e novelas teen. Eu tava jurando que no meio do clipe a Miley Cyrus reencarnaria sua Hanna Montana e viria abraçada da Selena Gomez e da Demi Lovato…

CNBLUE – Cinderella

Se esses caras já não me agradavam quando traziam uma sonoridade mais orgânica e rockeira, embora não mergulhassem de verdade nesse estilo, ficando apenas com aquela imagem pseudo-rebelde que tanto atrai fãs adolescentes, imagina agora que resolveram ficar mais Pops e radiofônicos que nunca…

Jessi – SSENUNNI

Tudo bem que ela é linda e chamou bastante atenção na temporada passada do Unpretty Rapstar, mas precisava lançar algo tão chato e óbvio assim?

iKON – My Type, Rhythm Ta e Airplane

E que Deus nos dê paciência para esses artistas chatos da YG Entertainment. Já não bastasse esse comeback horrível do BIGBANG, o álbum Coreano/japonês de merda do 2NE1 ano passado e toda a besteira que são os debuts solos de lá, a gravadora vai e lança esses meninos com a mesma premissa “Bad Boy” de tudo mais que eles possuem no cast, piorando ainda por cada canção ser uma agressão feroz aos ouvidos de toda a humanidade.

Nada se salva: baladinhas mela cueca entediantes, Rap/Pops sem nenhuma graça e videoclipes sonolentos. Assistam por conta própria, mas não digam que o tio Lunei não avisou…

😒

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo