Pular o menu
 

J-Music ao Redor do Mundo

As músicas da obra: Ahiru no Sora

:: 7 minutos de leitura

As surpresas musicais do anime Ahiru no Sora.

HarikenAutor(a)

Olá, pessoas, Hariken aqui novamente! Hoje trago mais um artigo sobre as músicas de uma determinada obra, assim como fiz no artigo sobre Noragami. Hoje trarei um dos meus animes favoritos de esporte, e um dos maiores motivos com certeza é por suas músicas de abertura e encerramento!

Ahiru no Sora é um mangá de basquete lançado em 2003 na Weekly Shōnen Magazine e é um mangá de esporte muito popular no Japão. Apesar de que seu anime foi lançado apenas agora no final de 2019, é uma história de muita qualidade e parece ter um capricho a mais quando o quesito se trata de animação e músicas em suas aberturas e encerramentos.

Abertura 1 – Happy Go Ducky!

The Pillows – Happy Go Ducky!

O The Pillows é uma banda que já está na estrada da música há muito tempo, eu diria. A banda, que foi formada lá em 1989 e ativa até os dias de hoje, parece nunca pecar nas suas pequenas aparições esporádicas no mundo dos animes, e com certeza para os fãs da banda, como eu, a primeira abertura foi simples e basicamente um dos maiores motivos para começar a assistir o anime. Muitos podem considerar as outras aberturas melhores, mas, para os realmente fãs da banda, essa abertura tem um lugar guardado em nossos corações.

The Pillows – Ride on Shooting Star

Acredito que os fãs de FLCL ou pelo menos aqueles que asssistiram a obra se recordam do The Pillows por causa dessa música, Ride on Shooting Star, que era encerramento do anime/OVA. O “Furi Kuri” é um anime lá dos anos 2000 e que parece trazer uma certa nostalgia para muitos e, claro, a pequena fama para essa banda, que já está há tanto tempo no mundo da música.

Encerramento 1 – Tsubasa

Saji – Tsubasa

Bem, o que dizer sobre a banda? Na verdade não muito por ser uma banda nova, formada em 2019, mas que fez um ótimo trabalho fazendo um encerramento bem divertido até. Infelizmente, encerramentos não têm muito destaque, mas é uma música muito boa.

Phatmans After School – Tsukiyomi

Sim, eu sei que é outra banda aqui, mas o ponto é que o Saji na verdade é a antiga banda (também desconhecida) Phatmans After School, com alguns membros diferentes, mas com sua base parecida. Claro que eu achei bem pouca informação sobre eles, mas queria comentar um pouco sobre eles para os que gostaram do estilo da banda Saji.

Abertura 2 – Nevermind

Flumpool – Nevermind

Uma ótima música de uma grande banda. O maior problema, para mim pelo menos, foi que parecia muito ser uma música com cara de encerramento. Seu ritmo durante a música parece dar uma boa agitada, mas parece que isso acontece um pouco tarde demais. O Flumpool é uma banda que tem muitas músicas com um ritmo um pouco mais lento e que parece predominar em boa parte de seu estilo e apenas pareceu deslocado para uma abertura, apesar de que esse tipo de melodia poderia combinar bem se viesse junto a certos acontecimentos da obra.

Flumpool – Chiisana Hibi

Apesar de não parecer combinar com um anime de esporte, o Flumpool é uma baita banda. Devemos nos lembrar de suas ótimas músicas assim como na obra Kakushigoto, em que sua música parece combinar totalmente com o anime e, com isso, conquistou muitos amantes da música japonesa.

Encerramento 2 – Over

Yūma Uchida – Over

Uma surpresa até mesmo para mim: essa música, que também é outra música bem estilo de encerramento que parece não se destacar muito, mas que é uma boa música, é cantada por um dublador que está presente dentro da obra!!! O Yūma Uchida, que é um seiyū e que também tem sua carreira musical, dubla nada mais nada menos do que um dos personagens principais, que é o grande delinquente Momoharu!

Yūma Uchida – Rainbow

Apesar da sua vida dupla como cantor e dublador, o Yūma Uchida parece ser novo em ambas as profissões e não tem tantas participações em questão de aberturas e encerramentos de animes. No entanto, seu histórico de dublagem já traz diversos papéis principais. O maior problema é que parece ser um pouco difícil de encontrar o conteúdo musical dele pelo YouTube.

Abertura 3 – Hummingbird

Blue Encount – Hummingbird

Antes mesmo de começar a falar da banda, eu queria muito ressaltar o capricho do estúdio Diomedéa na criação dessa abertura, que se tornou uma das minhas aberturas favoritas dos animes tanto em questão de música quanto de animação. O Blue Encount, que é uma banda que vem surpreendendo recentemente, nos trouxe em Ahiru uma música bem incrível e que casou muito bem com essa incrível animação com um design bem limpo e uma identidade visual que combinou muito com a obra.

Blue Encount – Polaris

O Blue Encount, que parece firmar seu lugar no mundo das animesongs, começou ja faz um tempo atrás, lá em Gintama. Após todo esse tempo, parecem ter polido seu estilo musical e agora nos trazem grandes obras musicais assim como a Polaris, que foi a abertura de Boku no Hero Academia, e a Hummingbird, em Ahiru.

Encerramento 3 – Hikari Sasu Hō E

Mamoru Miyano – Hikari Sasu Hō E

Infelizmente, não encontrei uma versão TV size para esta música, provavelmente por culpa de direitos autorais, mas mais uma vez temos a presença de um dublador da obra com uma carreira musical também. Desta vez, temos o dublador de um dos jogadores principais do time, desta vez o dublador do gigante Mokichi, o Mamoru Miyano.

Mamoru Miyano – Last Dance

O Mamoru Miyano já é um veterano no mundo da dublagem. Tem uma grande lista de personagens dublados por ele, muitos personagens principais de obras bem conhecidas até e também esteve presente em algumas músicas de alguns outros animes, assim como nesse encerramento de In/Spectre.

Abertura 4 – Rebirth

Acidman – Rebirth

Eu diria que essa banda é uma surpresa que o anime nos trouxe. Do mais profundo desconhecido, mas que surpreende de uma forma muito boa, o Acidman é uma banda que está no mundo da música desde 1997, mas que passa longe nos radares até mesmo dos mais assíduos fãs da música japonesa e nos trouxe uma incrível música com um ritmo bem viciante nesta reta final da primeira temporada de Ahiru.

Acidman – Akadaidai

Muitas vezes digo que o fator “animes” faz muita diferença para a popularidade de uma banda, apesar de, para animes de nicho como Ahiru, poder não fazer tanta diferença. No entanto, acredito que pelo menos um fã eles ganharam graças ao anime, e por isso eu sempre digo sobre a força que os animes têm em propagar a música japonesa pelo mundo.

Encerramento 4 – Taiyō Runner

Shōgo Sakamoto – Taiyō Runner

Um encerramento que tem um pouco de destaque com certeza, acredito que é o encerramento mais animado em questão de ritmo e que é bem divertido de escutar. Desta vez não é de um dublador da obra. Apesar disso, o Shōgo Sakamoto parece ser um ator que parece estar presente em algumas obras de teatro musical sobre animes.

Shōgo Sakamoto – Karakara na Kokoro

O cantor esteve presente em outros animes que eu diria desconhecidos e que não agradaram muito o público. Um deles foi essa abertura de Dorei-ku, que é uma ótima música até, e também a abertura de um anime chamado Try Knights.

Considerações finais

Ahiru no Sora é uma obra que foi duramente criticada por milhares de motivos, um deles sendo chamada de uma cópia de Kuroko por ser uma história que enrola muito no desenvolvimento, e até mesmo de plagiar certas cenas do já citado Kuroko. O ponto é que Ahiru é um ótimo anime com ótimas músicas, que se desenvolve no seu tempo e que cativa e traz um drama muito vivo em sua história, e é isso que faz ele ser diferente das obras convencionais. Com suas claras referências ao grandioso Slam Dunk, espero que, mesmo após tantas turbulência, possamos ter uma continuação da obra daqui a não muito tempo, ainda mais agora que a obra está em sua reta final do limite dos 51 episódios que lhe foram impostos.

😒
Voltar ao topo