Arquivo JH

Shoujo Life – Majo no Biyaku

:: 2 minutos de leitura

Ela é uma bruxa e tem um grande poder... Ela pode seduzir os homens...

Shoujo Life – Majo no Biyaku
 

O novo mangá de Ohmi Tomu, Majo no Biyaku, promete muitas surpresas. A autora de séries como Midnight Secretary, investe mais uma vez no místico com Majo no Biyaku (A poção da Bruxa).
 

Tive a oportunidade de ler o primeiro capítulo de Majo no Biyaku, e dois volumes de Midnight Secretary e simplesmente me apaixonei. O sobrenatural misturado com os traços delicados e o designe encantador dos personagens faz de Ohmi Tomu uma das minhas mangakás favoritas.
 

A história começa mais ou menos assim: Kaoruko, uma bela jovem que tem uma vida pacata, órfã, sendo criada por sua avó, acaba aprendendo sobre as plantas. Quando a avó morre passa a tomar conta da pequena loja de ervas. No entanto, estranhos fenômenos acontecem como o fato de muitos insetos estarem rondando a loja e os homens a agarrando, como se estivessem enfeitiçados.
 

Até que um homem misterioso, todo de preto chega e lhe explica que ela faz parte de um clã de bruxas, que sua mãe não está morta e que por sinal é uma bruxa muito poderosa, que tem esse poder de atrair os homens e animais, sendo ela os seduz sem ao menos perceber. Este é um poder que ela não pode controlar e Kaname Hibiki fora enviado para lhe proteger.
 

Um trecho nas últimas páginas do capítulo 1, que é bem intereçante, é quando Kaname fala para Kaoruko, “Voce precisa de mim. Não se preocupe. Você aprenderá a controlar com o tempo. Até que consiga, eu irei te parar se você for muito longe… até… com um beijo se você quiser”. Só nesse trecho já da pra sentir o clima esquentando, bem do jeitinho de um bom josei.
 

Estaremos aguardando mais novidades sobre o mangá, e sei que, muitas como eu estão loucas para ler mais e mais de Majo no Biyaku.
 

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo