Pular o menu

Arquivo JH

Shoujo Life: Gueixas

:: 4 minutos de leitura

O que são Gueixas e outras curiosidades!

LexusAutor(a)

Shoujo Life: Gueixas


Quem nunca viu em algum filme, anime que tivesse aquelas lindas mulheres que mais parecem bonecas de porcelana. Com a pele branca como a neve e os lábios vermelhos como sangue? Nossa sangue, não se assustem que não vim falar disto!


Mas o que são Gueixas? É  o que muitos se perguntam! Gueixa ou Gueigi, são mulheres que estudam a tradição milenar da arte da sedução, dança e canto, e se caracterizam distintamente pelos trajes e maquiagem tradicionais.


No começo do chamado Renascimento Japonês, quando as diferentes províncias que compunham o país foram unificadas, criou-se um ambiente de refinamento cultural em que artes como o Ikebana e a Cerimônia do Chá se consolidaram e o entretenimento se sofisticou. Foi nesse contexto que surgiram as gueixas, a princípio um termo que se referia aos homens artistas.


Contrariamente à opinião popular, as gueixas não são um equivalente oriental da prostituta. Elas não trabalham com sexo. Podem chegar a flertar, mas seus clientes sabem que não irá passar disso, e esse é o fato que muitos homens se encantam com a cultura de uma gueixa. No Japão a condição de Gueixa é cultural, simbólica repleta de status, delicadeza e tradição.


GUEIXA, GEISHA –  A palavra original consiste em dois kanji, 芸 (gei), que significa "arte" e 者 (sha), que significa "pessoa" ou "praticante". Assim, a gueixa é a pessoa que faz arte. A tradução literal de geixa para a língua portuguesa será "artista" ou mesmo "entertainer".


Ao contrário do que se verificava nos séculos XVIII e XIX, as gueixas são atualmente em número bastante reduzido. Maiko (em japonês: 舞妓?) é o termo utilizado para designar uma gueixa aprendiz. O elegante, mundo de alta cultura de que a gueixa faz parte é chamado karyūkai (a flor e mundo de salgueiro). Uma gueixa famosa, Mineko Iwasaki, disse que isso é porque "gueixa é como uma flor, bela em seu próprio estilo, e como um salgueiro, graciosa, flexível, e forte." Outra importante gueixa foi Kiharu Nakamura.

Memórias de Uma Gueixa

Shoujo Life: GueixasShoujo Life: GueixasShoujo Life: Gueixas


Um filme baseado no livro de Arthur Golden. Que conta a história de uma mulher que viveu uma vida dura, a vida de uma gueixa sendo que era apaixonada, o que elas nunca poderiam se apaixonar!


Não tive a oportunidade de ler o livro ( a rata de livros aqui esta com uma pilha enorme, com uns 10 livros pra ler e por isso não pode comprar Memórias de Uma Gueixa), mas vi o filme ( umas cinco vezes) e amei! É emocionante!


Bem a história é mais ou meno assim:


Poucos anos antes da 2ª guerra mundial, numa pobre aldeia de pescadores a pequena Chiyo é vendida pelo pai para ser ensinada numa casa de gueixas. Lá é castigada pela “Mãe” (a dona da casa) pelas suas tentativas de fuga, acabando por habituar-se à sua vida de serviçal. Vida essa que é dificultada por Hatsumono, a gueixa que sustenta a casa, e que a inveja pela invulgar cor azul dos seus olhos e pela beleza que em breve começará a desabrochar.


Um dia Chiyo conhece um importante homem a quem chamam Administrador quando ele a encontra na rua e gentilmente lhe oferece um doce. Deslumbrada pelas gueixas que o acompanhavam, Chiyo deseja tornar-se ela própria uma gueixa para poder acompanhar o Administrador.


Quando é entregue aos cuidados de Mameah, uma conhecida gueixa, Chiyo passa a chamar-se Sayuri e aprende tudo o que uma gueixa deve saber: vestir bonitos kimonos, usar a tradicional maquilhagem branca na cara e pintar de vermelho os lábios, tocar um instrumento musical e dançar. Sayuri aprende também que, ao contrário do que muita gente pensa, uma gueixa não é uma prostituta (gueixa significa artista), nem amante, mas sim uma acompanhante de homens ricos e conhecidos com quem conversam, servem saké com um toque de sedução nos salões e podem acompanhá-los noutros lugares públicos.


Sayuri cresce e em pouco tempo a sua beleza e o seu talento para dançar tornam-na numa das mais requisitadas gueixas, disputando com Hatsumono os homens mais importantes. Amando em segredo o Administrador, Sayuri não consegue revelar-lhe os seus sentimentos, pois uma gueixa não o deve fazer, uma gueixa não deve amar… 

Algumas passagens do Livro que eu achei catando na net (como sempre) são lindíssimas!


"A dor é uma coisa muito esquisita; ficamos tão desamparados diante dela. É como uma janela que simplesmente se abre conforme seu próprio capricho. O aposento fica frio, e nada podemos fazer, senão tremer. Mas abre-se cada vez menos, e menos ainda. E um dia nos espantamos porque ela se foi."


"Voltei àquelas sepulturas pouco depois, e parada ali descobri que tristeza era uma coisa muito pesada. Meu corpo pesava duas vezes mais do que um momento atrás, como se aquelas tumbas me puxassem para baixo, para junto delas."

Shoujo Life: Gueixas

O final do filme/livro é lindo. Ela consegue ficar com seu amor! Ele se torna um tipo de guardião cujo nome não me veio a mente agora. Este é o único modo dela poder ficar com ele. 

Este não é só um filme, mas uma história de vida! Um aprendizado para todos nós.

😒

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo