Pular o menu
 

Ai-Suki

Arakawa Under the Bridge e o clichê que quebra clichês

:: 2 minutos de leitura

Hoje vamos falar sobre um dos meus animes favoritos de todos os tempos. Se você curte uma comédia aleatória, essa é uma obra que PRECISA SER VISTA!

ShiemyAutor(a)

Sinopse

Arakawa Under the Bridge conta a história de Kou Ichinomiya, o herdeiro da MAIOR Companhia do mundo. Sua família tem um lema tão importante que ele está anotado até mesmo em sua gravata: “nunca deva nada a ninguém”.

Um dia, no entanto, sua vida é salva por uma garota desconhecida. É possível ter uma dívida maior do que essa?

Desesperado por compensá-la e por fim a essa dívida, ele lhe oferece dinheiro e toda sorte de bens materiais. Mas a estranha garota só tem um desejo: que ele seja seu namorado e viva ali perto dela. O problema é que a garota, chamada Nino, vive embaixo da ponte e ainda por cima é uma… venusiana?

A vida embaixo da ponte

Se não bastasse isso, toda uma comunidade exótica habita ali: uma freira, um Kappa (que é o síndico do local), um samurai, um astro do rock, um ex-membro da máfia, cobaias de laboratório e muitos outros.

Sem saída, ele passa a morar ali, onde seu status e até mesmo seu nome não possuem valor (ele é rebatizado de Recruta).

Por baixo dessa carapaça de estranheza e humor caótico, Arakawa é um ensaio sobre a própria natureza humana.
Kou é um indivíduo que passou toda a vida protegido por seus privilégios e incapaz de se relacionar com os outros. Como recruta, ele precisa aprender que bens materiais, estereótipos, herança ou aparência não são o que o definem enquanto ser humano.

A Nino não se importa com protocolos sociais, não se importa com ele ser um herdeiro. Ela se importa com ele, em essência, e esse é o motivo da facilidade que ela tem se aproximar dele.

O relacionamento deles é uma eterna quebra de clichês. Ele não é o clássico homem ideal de shōjo. Mesmo sendo rico, ele é um homem inexperiente em relações e chega a ter uma inocência cômica. A maior parte das iniciativas parte dela justamente por isso.

Nino e Kou são um dos casais mais lindos que eu já vi. Pois, mesmo sendo de planetas diferentes, com vivências completamente distintas, eles conseguem alcançar um ao outro. Afinal, o amor é essência e não rótulo.

Tags

Compartilhar

  • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
Voltar ao topo