Pular o menu
 

Ai-Suki

Fruits Basket 2019 – O Shōjo da Temporada

:: 2 minutos de leitura

Quem assiste há mais tempo animes, em especial romances, deve conhecer essa obra. Confiram as primeiras impressões sobre o remake de 2019.

ShiemyAutor(a)

Fruits Basket – para os íntimos, Furuba – é um mangá/anime de romance que fez muito sucesso lá pelos anos 2000. Acontece que o anime não foi exatamente fiel ao mangá, o que deixou muita gente insatisfeita. Nem preciso dizer que foi uma festa quando anunciaram o remake, não é? O remake é tipo um Furuba Brotherhood, mais fiel ao mangá e com upgrade gráfico. Tudo o que os fãs do mangá pediram a Kami-sama.

Não conhece a obra? Calma que eu te explico.


Tohru Honda é uma garota trabalhadora, animada e otimista, que ficou órfã. Para evitar incomodar seu avô, ela passa a morar sozinha em uma tenda. O que ela não sabia é que estava no território dos Sohmas. Não é, entretanto, o primeiro contato dela com a família.

Yuki Sohma é seu colega de classe e é extremamente popular na escola, tendo até fã clube e sendo chamado por aí de príncipe. Mas não demora para ela deixar sua tenda e ir morar com eles, e é aí que ela descobre que ele (e toda a família) possui um segredo: todos eles estão possuídos pelos espíritos do zodíaco chinês. Quando doentes ou quando abraçados por uma pessoa de sexo oposto – o que não inclui os membros da família – eles se transformam nos seus animais correspondentes.


Há uma lenda no zodíaco de que o Rato enganou o Gato, o que fez com que ele ficasse do lado de fora do zodíaco. Ao ouvir essa história, Tohru automaticamente se sensibilizou com o pobre gatinho. E olha que legal: seu colega de classe é o correspondente do Rato, e o primo dele, Ryū, é o Gato.

Ryū é aquele cara meio tsundere. Age de forma meio rude, mas no fundo tem bom coração. Gato arisco. Enquanto isso, o Yuki mostra um lado totalmente diferente do que na escola, demonstrando um lado meio frio e melancólico. Triângulo amoroso formado, Tohru vai ajudar todos os Sohmas a resolverem seus dilemas. Nada como uma garota meio cabeça-oca para resolver problemas complicados. Não há problema se você não entender eles, não é?


O remake está realmente muito bonito, muito gostoso de se assistir e com aquele senso de humor que conquistou a gente há anos. Se você assistiu o antigo, vale a pena conferir o novo, e se você não assistiu, venha assistir essa belezinha.

Quando saírem mais episódios eu comento mais, mas por enquanto é isso.

Voltar ao topo