Pular o menu
 

Tsuki no Usagi

The HU: metal, folclore e o orgulho de uma herança histórica — Parte 2

:: 7 minutos de leitura

Vamos conhecer e ouvir um pouco mais de The HU e duas referências da cultura mongol.

TuziAutor(a)

Estou de volta, jovens gafanhotos! Hoje vamos continuar conhecendo um pouco mais sobre o The HU, focando desta vez nas músicas da banda e seus significados! Então, preparem o coraçãozinho, os ouvidos e vamos de contos e música!

The Gereg

Até o presente momento, The HU lançou dois álbuns, sendo o segundo uma versão deluxe do primeiro. Intitulado The Gereg, as letras e melodias trazidas nas músicas agradam a maior parte das pessoas que gostam do estilo musical e encantam aqueles que, movidos por curiosidade como esta coelha, se aventuram em conhecer os significados das músicas.

Vocês podem encontrar traduções em inglês das músicas, e apesar de elas serem diferentes das versões de “tradução direta do mongol para o português”, a essência da música ainda está lá. De todo modo, os trechos das músicas listadas a seguir são da versão “uma amiga mongol traduziu”.

The Gereg

Primeira faixa que dá título ao álbum, The Gereg faz alusão ao passaporte diplomático aplicado pelos povos mongóis no século XIII. Esse amuleto tinha como intuito permitir a livre passagem de comerciantes de fora da Mongólia pelo país, assim como o livre caminho de emissários mongóis por outros países.

Escute, cuidado. Ouça e admire. Ouça e não desista.
Ouça a ordem do grande rei do céu.
Cavalgando com a coragem do lobo;
Voando na velocidade de um falcão;
Caminhando pela vontade de reis;
O mandamento vivo do céu azul;
Herói de família (um guerreiro com um Gereg);

Segundo a banda:

O Gereg foi o primeiro passaporte diplomático apresentado ao mundo por nossos ancestrais. No século XIII, uma pessoa que possuía o Gereg podia viajar por muitos países sem nenhum dano ou restrição. Chamamos nosso álbum de The Gereg para que possamos viajar para cada país do mundo livremente e compartilhar nossa música com todos. Nosso álbum é nosso passaporte para o mundo. Esta música, em particular, contém a mensagem sobre um guerreiro com um Gereg que viaja pelo mundo e entrega as palavras do Grande Khaan a todos.

Wolf Totem

Segunda faixa, e possivelmente uma das músicas mais conhecidas da banda, Wolf Totem traz na versão deluxe de The Gereg um feat com Jacoby Shaddix, vocalista do Papa Roach. A música nos dá a sensação do chamado para batalha ou uma evocação a uma força interna. Intencionalmente, é exatamente isso que a música quer passar, de acordo com a banda:

Acreditamos que todos têm um guerreiro. Através de Wolf Totem, queríamos despertar o guerreiro interior de cada um de nós para que quem estiver ouvindo pudesse enfrentar seus medos e superá-los. Esta música é sobre enfrentar e aceitar os adversários e se assumir como um vencedor.

“[…] Se você vier como uma cobra,
nós nos tornaremos garuda e voaremos sobre você;
Se você vier como um tigre,
Vamos enfrentá-los como leões de crina azul […]”

The Great Chinggis Khaan

A terceira faixa nos conta a visão que o povo mongol teve de seu maior líder. Trazendo para nós um lado diferente daquele que costumamos estudar e conhecer. Lembrando que The HU canta sobre sua cultura e folclore, ou seja, sobre as origens dos povos hunos, e que, no caso, o leva em seu nome; The HU, hunos, humanidade.

“A rainha-mãe foi apoiada pelo Céu Supremo;
A Mancha Azul uniu a Mongólia;
Anjo do céu eterno;
O dono de toda a Mongólia;
Genghis Khan, o Grande”

Queríamos contar ao mundo o nosso lado da história. Ele trouxe ao mundo tantas coisas boas, como serviços postais, passaportes diplomáticos, comércio internacional etc. O clipe foi filmado em Burkhan Khalduun, local de nascimento de Chinggis Khaan, em fevereiro deste ano (2019) em clima de −30 °C. O vídeo cinematográfico compartilha a história de Chinggis Khaan conforme ele é retratado na cultura mongol como um inventor e fundador do país, em vez da visão mundana dele como um guerreiro e conquistador.

The Legend of Mother Swan

A quarta faixa do álbum traz um lindo e triste conto da mitologia mongol. A lenda fala sobre o amor tardio de uma cisne, dos lindos filhotes que ela teve e de um sacrifício final para salvar a vida deles.

“Foi dito há muito tempo;
No mundo dourado que existe em “Khuvuu”;
Há uma natureza intocada;
E um lago azul sem fundo;
Quando chega o verão;
Aves chegam de longe;
entre elas os Cisnes”

Este é um conto do poder do amor de uma mãe por seus filhos. Na cultura mongol, nós respeitamos profundamente nossas mães porque elas são a razão de estarmos aqui na terra. Esta música conta a história de como uma mãe cisne protege e salva seus bebês sacrificando sua própria vida. Sentimos que esta mensagem deveria ser compartilhada com todos neste mundo moderno.

Shoog Shoog

Com a intenção de ser uma versão dos ritos xamânicos mongóis, Shoog Shoog é a quinta faixa do álbum. Uma música que fala sobre suas crenças, fé e devoção aos tengri, os deuses da religião e mitologia mongol.

“Mestres do mundo cinza;
Deuses do céus de Burkhan khaldun;
Protegei, Sagrados ídolos do Suprem;
Nossos povos de Deluun boldogt”

Shoog shoog é o chamado dos Tengri, quando os xamãs se conectam aos espíritos ancestrais. Esta música está elogiando nossos marcos sagrados e oferecendo nosso destino e generosidade às mãos dos Tengri. Com o ritmo otimista que gostaríamos para inspirar nossos ouvintes a se energizar.

The Same

A letra da música veio de um poema escrito por Tsogt Taij, que foi esculpido em uma rocha conhecida como “Tsogtyn Khadnii Bichig” (inscrição na rocha de Tsogt, o príncipe) em 1624. A mensagem da música é que a verdade é a mesma em todos os lugares. Você poderia ser o rei no céu ou um rei na terra, mas seu julgamento sobre o bem e o mal ainda é o mesmo.

Yuve Yuve Yu

A sétima faixa é com certeza uma das músicas mais conhecidas, se não a mais popular deles. Yuve Yuve Yu tem um ritmo interessante e uma letra muito atual se pudermos fazer uma paralelo com a juventude de todo o planeta.

“Qual o mongol que não ama a terra herdada de nossos ancestrais?
Qual é o valor dos preciosos ensinamentos dos mais velhos?
O povo mongol, o brasão do lobo que se ergue para sempre e tem o selo do céu;
Genghis Khan, um homem que fará seu nome no mundo, ainda aparecerá ao Sol”

Esta música é sobre respeitar os mais velhos e proteger a natureza. Estamos perguntando à nossa geração: “por que somos assim?”. Viajamos mais de cinco mil quilômetros em 14 dias até a Mongólia Ocidental para fazer o videoclipe. Houve momentos que estávamos congelando no topo de montanhas altas ou suando no deserto. Queríamos mostrar ao mundo a bela natureza da Mongólia.

Shireg Shrireg

Esta é uma canção de despedida para os guerreiros de seus pais. Na época em que os guerreiros mongóis iam para a guerra, seus pais compartilhavam sua sabedoria com eles e desejavam um retorno seguro. Quando você ouvir a canção, você ouvirá ao longe o som de um cavalo trotando, como os soldados costumavam deixar suas casas para a guerra com seus cavalos.

Dê água a sua égua de pelagem malhada;
Pegue e ajuste as rédeas;
Lembre-se dos conselho de seu velho pai;
Cavalgue pelas montanhas marrons e inclinações
que se estendem pelas encostas ao sul;
Apenas lembre-se do amor e gratidão
com a que sua velha mãe o enviou”

Song of Women

Em nossa cultura, respeitar as mulheres é uma das coisas mais importantes. Elas devem ser respeitadas e amadas em todo o mundo. Cada mulher é bonita à sua maneira. Queríamos elogiar as mulheres com essa música e incentivá-las a serem livres e para perseguir seus sonhos.

“Com as preciosas palavras de nossos antepassados;
Com a estrada bendita do leite (jornada de vida) de nossas mães;
O verdadeiro caminho, com o poder do amor por sua pátria”

Outros lançamentos

Sad but True

Não deixando de lado, também foi lançado Sugaan Essena, que está presente em Star Wars Jedi: Fallen Order e o cover de Sad but True do Metallica, em que a banda faz uma versão adaptada para a língua mongol e voltada para seu país.

Observando mais atentamente, conseguimos perceber que há patriotismo e exaltação de sua cultura, folclore e mitologia. The HU tem como objetivo mostrar ao mundo fora da Mongólia como eles são muito mais do que a visão ocidental pressupõe, assim como também tenta mostrar ao próprio país que há muito dentro dele que se pode orgulhar.

Fontes: Wikipedia; loudersound; pchcorral. Crédito de tradução: Mariana Domare.


E por hoje é só jovens, gafanhotos, espero que tenham gostado. Vejo vocês em breve!

😒

Tags

Compartilhar

  • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
Voltar ao topo