Pular o menu
 

Tsuki no Usagi

Phaya Naga: a proteção que vem das águas

:: 2 minutos de leitura

Reinante do rio Mekong e capaz de julgar o coração de uma pessoa com apenas um olhar, este é Phaya Naga ou Rei Naga.

TuziAutor(a)

Tuzi, da Lua, diz: Olá, jovens gafanhotos! Hoje, nós vamos conhecer uma nova criatura mítica: Phaya Naga! O Rei das águas do rio Mekong de toda a Indochina!

O rei serpente e seu rio

A princípio, as águas turvas do rio Mekong intimidam. Todavia, estas mesmas águas podem ser uma bênção, pois o rio punirá o coração sombrio de quem o tocar, mas também trará bonança aos justos de coração.

Phaya Naga é o rei serpente gigante que vive no rio Mekong. Ele tem escamas reluzentes de cores que mudam conforme o ambiente e seu humor e é conhecido como o guardião protetor do Laos, país da Indochina, no sudeste asiático.

estátua de phaya naga serpente de cor dourada

O rio Mekong, onde Phaya Naga vive, corta parte do leste e sudeste asiatico, atravessando países como a China, Myanmar, Laos, Tailândia, Camboja e Vietnã. Sendo assim, os encontros com a serpente gigante fazem parte da mitologia de povos que se instalaram às margens deste rio.

Na China, o Phaya Naga é considerado uma serpente-dragão. Por outro lado, nos outros locais, sua forma física tendem a ser a de uma espécie de raça de divindades serpentes muitas vezes antropomorfizadas. Sendo assim, suas diferenças em relação às crenças de outras regiões são as pequenas nuances por questões folclóricas.

No Laos, existe um épico nacional conhecido como Phra Lak Phra Ram. O Rei Phaya Naga é citado neste épico e tem sua influência maior ou menor dependendo da versão. Este conto, também conhecido na Tailândia, tem uma uma versão adaptada a este país.

Origem mitológica

Phaya Naga tem sua origem na miscelânea do folclore hindu e budista, sendo este último relacionado ao fato de que Phaya Naga é o guardião de Buda. Por conta disso, suas estátuas podem ser encontradas em muitos templos budistas no Laos e na Tailândia.

Dessa forma, estas mitologias foram assimiladas pelos povos desses países, misturando-os com suas próprias crenças de origem. A crença em Phaya Naga — e nas divindades Naga como um todo — tem sua influência mais forte no Laos e no norte da Tailândia

estátua de phaya naga cor verde e dourada em um templo budista

Neste caso, não existe medo ou qualquer tipo de temos por este ser, pois, por ser creditado como um guardião, aqueles que acreditam tendem a ter reverência e respeito por esta divindade.

Tuzi, da Lua, diz: E por hoje é só, jovens gafanhotos! Espero que tenham curtido, e tomem cuidado ao entrar em rios por aí, nunca se sabe quando uma divindade serpente estará à espreita! Não se esqueçam de visitar as outras colunas da J-Hero e fiquem ligados na programação da Rádio J-Hero, esta que é sempre do seu jeito, do seu gosto!

😒
Voltar ao topo