Pular o menu
 

Tsuki no Usagi

O conto dos doze animais do zodíaco chinês

:: 5 minutos de leitura

Um conto sobre como atravessar corretamente um rio ao ser convidado por um deus.

TuziAutor(a)

Tuzi da Lua, diz: Olá, jovens gafanhotos! Hoje vamos terminar nossa aventura sobre as curiosidades do zodíaco chinês!

Conforme vimos na semana passada, o horóscopo chinês tem um ciclo dividido em anos, diferente do horóscopo ocidental, que se baseia em meses. Dessa forma, um ciclo completo do zodíaco chinês dura doze anos, sendo um ano atribuído para cada animal.

Além disso, cada ano segue um ciclo baseado nowǔ xíng, os cinco elementos do taoísmo. Por exemplo, há o Rato de Madeira, que após doze anos volta como Rato de Fogo e assim sucessivamente (Terra, Metal e Água). Portanto, leva cerca de 60 anos para ter novamente um novo ciclo com Rato de Madeira.

A lenda dos doze

O mito sobre os animais do zodíaco chinês tem várias interpretações, sendo a mais conhecida a que mistura sua origem com o budismo. Entretanto, outra versão muito popular citada em seu folclore é sobre um convite feito pelo Imperador de Jade.

Assim como na versão de Buda, o Imperador de Jade convidou todos os tipos de animais para passar o final do ano consigo como uma despedida. Porém, nesta versão, para chegar ao senhor de tudo, estes animais deveriam atravessar um rio.

Como uma forma de gratificar aos que viessem, o Imperador de Jade iria nomear os anos do calendário pela ordem de chegada de cada um. Por conta disso tivemos a seguinte ordem: rato, boi, tigre, coelho, dragão, serpente, cavalo, cabra, macaco, galo, cão e porco.

Rato, Boi e Tigre

O Gato e seu colega, o Rato, não sabiam nadar, todavia ambos eram muito inteligentes. Decidindo que a maneira mais rápida e que menos lhes traria riscos era ir nas costas do Boi, ambos lhe pediram ajuda.

O Boi, sendo bondoso e ingênuo, concordou em levar os dois em suas costas durante a travessia do rio. Quando o Boi estava prestes a chegar ao outro lado do rio, o Rato empurrou o Gato para a água e, então, pulou na frente em direção a terra firme.

Tendo chegado ao outro lado ele correu para o Imperador de Jade e, por conta disso, foi nomeado como o primeiro animal do calendário do zodíaco.

O Boi, chegando logo depois, teve que se estabelecer em segundo lugar.

O terceiro a chegar foi o Tigre. O majestoso felino explicou ao senhor de tudo que, mesmo sendo forte e poderoso, precisou nadar com cuidado, pois a correnteza do rio por muitas vezes o puxava para baixo.

Coelho, Dragão, Serpente e Cavalo

Conforme os três primeiros se assentavam perto do Imperador de Jade, foi ouvido de longe um som de corrida e pulos, então o Coelho chegou.

Ele contou como atravessou o rio: pulando de uma pedra para outra, de forma ágil. No meio do caminho, quase perdeu o equilíbrio, mas teve a sorte de agarrar um tronco flutuante que mais tarde o levou até a costa. Por conta disso, o senhor de tudo o nomeou como o quarto animal no ciclo do zodíaco.

Em quinto lugar, veio o Dragão. O Imperador de Jade estava se perguntando por que uma criatura tão rápida como ele não chegou primeiro. O Dragão, então, explicou que no meio de sua jornada precisou parar em um povoado pois os aldeões clamavam por chuva para a colheita.

Por conta disso ele demorou e, em seu caminho para atravessar o rio, viu o coelho indefeso agarrado a um tronco. Preocupado, ele deu um sopro que levou o tronco em direção à costa.

O Imperador de Jade ficou surpreso com a boa natureza do Dragão, e então ele foi nomeado como o quinto animal.

Assim que o fez, o som de galopes foi ouvido, e o Cavalo apareceu. Escondido no casco do Cavalo estava a Serpente. Aparecendo subitamente, ela assustou o cavalo e rastejou em direção ao Imperador de Jade, obtendo assim o sexto lugar, e o Cavalo se tornou o sétimo no ciclo.

Cabra, Macaco, Galo, Cão e Porco

Depois de um tempo, a Cabra, o Macaco e o Galo chegaram ao portão celeste. Com esforços combinados, eles conseguiram chegar ao outro lado do rio.

O Galo encontrou uma jangada, e o Macaco e a Cabra a puxaram através do rio evitando a correnteza mais forte. O Imperador de Jade ficou satisfeito com o trabalho em equipe e nomeou-os conforme sua chegada: Cabra em oitavo, seguido pelo Macaco e, por fim, o Galo.

O próximo animal a chegar diante da presença do senhor de tudo foi o Cão. Embora fosse um dos melhores em nadar ou correr, o canino acabou por distrair-se brincando na água. Por conta disso, tentou se explicar ao Imperador de Jade, dizendo que precisava de um bom banho.

O imperador divertiu-se com a afobação do Cão e aceitou-o como o décimo primeiro. Quase satisfeito, o Imperador de Jade refletiu se já não era o suficiente, todavia, antes de encerrar ele ouviu um envergonhado oinc.

Timidamente, o Porco se aproximou do Imperador e contou que durante sua jornada sentiu fome no meio do caminho, então parou, comeu e depois adormeceu. Quando acordou, percebeu que já era tarde e atravessou com muito esforço o rio até chegar ali.

O imperador entendeu e o aceitou, concedendo ao Porco o décimo segundo lugar, se tornando assim o último animal a chegar.

Outras versões do mesmo conto

Algumas curiosidades sobre esta versão do mito estão relacionadas ao gato, pois, em uma delas, diz-se que o Rato enganou o Gato, mentindo sobre o dia da tal reunião.

Em outras, Gato e Rato seguiram de formas diferentes, porém, indo junto do Cão, o Rato os enganou e tentou afogar o Gato do mesmo jeito. Sendo assim, em todas as suas versões, o Gato não se torna um animal presente no zodíaco chinês.

Entretanto, ele está presente na versão vietnamita, pois o coelho é substituído pelo gato, por conta de suas formas de verbalização e escrita serem parecidas.

Tuzi, da Lua, diz: E por hoje é só, jovens gafanhotos! Por aqui encerro nossas aventuras sobre o zodíaco chinês! Mas continuem ligados, pois semana que vem há mais mitologia para descobrimos! Enquanto isso, desbravem as outras matérias da J-Hero e fiquem ligados na programação da Rádio J-Hero, esta que é sempre do seu jeito, do seu gosto!

😒

Tags

Compartilhar

  • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
Voltar ao topo