Pular o menu
 

Tsuki no Usagi

Qīxì: O Boiadeiro, A Tecelã e a Via Láctea que os separa

:: 3 minutos de leitura

Um conto chinês de amor que estendeu suas raízes por toda a Ásia.

TuziAutor(a)

Tuzi, da Lua, diz: Olá, jovem gafanhoto! Hoje a coelha está no clima de romance! Ontem, dia 25/08/2020 foi comemorado o Qīxì, conhecido como dia dos namorados chinês. Este é um festival que se celebra em quase todo o leste e sudeste asiático. Por conta disso, essa coelha resolveu trazer a vocês a mitologia por trás de um dos maiores festivais orientais!

A Deusa Tecelã e o Boiadeiro

A lenda conta a história de um casal, Zhīnǚ e Niúláng. Zhīnǚ é a filha mais nova de sete meninas que o Imperador Celestial teve com a deusa dos céus.

Embora fosse talentosa para tecelagem, Zhīnǚ era proibida de sair de seus aposentos. Por conta disso, um dia, ela se une a suas irmãs e foge para a terra, onde busca banhar-se em um rio de água pura.

Já Niúláng é um órfão que vive com o irmão mais velho e a cunhada. Todavia, um dia, expulso por ela de casa, ele caminha sem rumo tendo por companhia apenas seu velho boi. Depois disso, o destino os encontra, e Niúláng vê as sete irmãs, mas se apaixona por Zhīnǚ.

Decidido a casar-se com ela, ele esconde suas roupas. As irmãs, descobrindo-o, fogem de volta para o Céu. Por conta disso, Zhīnǚ chora e pede que suas roupas sejam devolvidas. Arrependendo-se, Niúláng devolve e se desculpa, contando a ela que se apaixonou e a pede em casamento.

Zhīnǚ aceita casar-se com ele, e ambos têm um casal de filhos e passam a viver felizes na terra. No entanto, o Imperador celestial descobre e desce à terra para levar a filha de volta. Niúláng, ao ver a esposa sendo levada, pega seus dois filhos e a segue. Infelizmente, ele não esperava que a deusa dos céus interferisse e criasse um rio de águas turbulentas para separá-los.

Sendo assim, Niúláng e Zhīnǚ acabam sofrendo pela separação. Por consequência, o Imperador Celeste comove-se com o pesar dos dois e decide que lees possam se rever no sétimo dia do sétimo mês do calendário lunissolar. Desta forma, ele permitirá que uma ponte de pássaros seja construída, para que Zhīnǚ reencontre sua família.

Vega e Altair

Na astrologia e astronomia chinesa, Zhīnǚ e Niúláng são as estrelas Vega e Altair, ou a tecelã e o vaqueiro. Ambas as estrelas têm uma terceira companheira, Deneb, que juntas são conhecidas como o triângulo do verão. Ou seja, Deneb é a ponte que une os dois amantes, pois Vega e Altair estão em constelações diferentes cada uma de um lado da Via Láctea.

Qīxì Jié

O Qīxì Jié ou Qīqīao Jié é celebrado desde a dinastia Hàn. Apesar de, como a maioria das datas comemorativas no mundo, ter adotado um viés comercial, muitos chineses e asiáticos em geral ainda mantêm as tradições reservadas para a data.

Desde as tradições simbólicas até as levadas seriamente por família conservadoras, é possível ver que muitos mantêm as tradições dos festivais. Por exemplo, as mulheres desde jovens aprendem as atividades reservadas a elas, como o ritual da agulha na água e os preparativos dos biscoitos recheados chamados “fruta das habilidades”.

Independente de sua origem chinesa, tanto a lenda quanto as tradições e festivais que a acompanham foram levados aos outros países asiáticos. Sendo assim, durante esse mesmo período temos comemorações equivalentes:

  • No Japão: O Tanabata Matsuri, que celebra o encontro das divindades Orihime e Hikoboshi;
  • Na Coreia do Sul: O Chilseok, também tendo a Jiknyeo e Gyeonwu relacionados a Zhīnǚ e Niúláng;
  • E em outros como Vietnã, Tailândia e países da Indochina, com cada um deles adaptando e mesclando com sua própria cultura.

Tuzi, da Lua, diz: Por hoje é só, jovens gafanhotos! Se vocês gostaram, então fiquem atentos, em breve trarei um especial sobre a mitologia que envolve a astrologia e astronomia chinesa e, consequentemente, do leste asiático! Por enquanto, não deixem de visitar as matérias e colunas da J-Hero e acompanhar a programação da Rádio J-Hero! Essa que é sempre do seu jeito, do seu gosto!

😒
Voltar ao topo