Pular o menu
 

The Game Station

CBLOL 2019: Flamengo vence a INTZ e é campeão do 2º Split

:: 4 minutos de leitura

Em uma final histórica, Flamengo consegue seu primeiro título do CBLOL e em casa.

AlastairAutor(a)

Em uma final disputadíssima pelo título do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), finalmente a nação rubro-negra pode sorrir e comemorar seu primeiro título de League of Legends com uma vitória por 3×2 na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro.

Pra essa final os times contaram com os seguintes jogadores:

Flamengo e-Sports

  • Leonardo “Robo” Souza
  • Lee “Shrimp” Byeong-hoon
  • Bruno “Goku” Miyaguchi
  • Han “Luci” Chang-hoon
  • Felipe “brTT” Gonçalves
  • Gabriel “Juzinho” Nishimura (Reserva)
  • Seong “Reven” Sang-hyeon (Reserva)

INTZ e-Sports

  • Rodrigo “Tay” Panisa
  • Diogo “Shini” Rogê
  • Bruno “Envy” Farias
  • Ygor “RedBert” Freitas
  • Micael “micaO” Rodrigues
  • Guilherme “Mills” Uessler (Reserva)
  • Matheus “Blacky” Lessa (Reserva)
  • Emerson “BocaJR” Alencar (Reserva)

O primeiro jogo começou com o Flamengo apático e nervoso, e logo a INTZ, com confiança, conseguiu uma grande vantagem em todas as rotas liderados pelo seu jungler, Shini, que dominou o jogo de ponta a ponta com seu Gragas, garantindo quatro buffs elementais e, entre eles, três infernais. E assim a INTZ abriu o placar com 1×0.

Com a volta para o segundo jogo, a INTZ vinha embalada após a primeira vitória e demonstrou isso logo nos primeiros minutos da partida. Só que dessa vez o Flamengo estava psicologicamente mais preparado e conseguiam responder bem aos ataques dos intrépidos. E com o estourar de uma luta que garantiu o Baron para o Flamengo e logo em seguida o inibidor do meio, o jogo ainda estava em aberto. Até que, no surgimento do segundo Baron, um pick-off em cima do RedBert garantiu novamente o buff para os rubro-negros e a vitória.

Agora com tudo igual, as duas equipes estavam em busca do desempate no terceiro jogo. Flamengo veio com um time que buscava o escalamento no early-game, com Camille, Sylas e Olaf; já a INTZ, com um time que demandava farm e tempo, com Vladmir, Varus e Corki. O Flamengo, querendo abusar de sua composição, buscou lutar cedo, mas os intrépidos estavam sempre prontos para responder, vencendo as lutas e escalando cedo o Corki do Envy e o Vladmir do Tay, e com isso dando mais uma vitória fácil para a INTZ.

O quarto jogo começou com o Flamengo colocando picks mais agressivos nas mãos de seus carregadores BrTT de Kai’sa e Robo de Irélia, e pra fechar o bot, Luci de Alistar. A INTZ não ficou pra trás, garantindo com Envy a LeBlanc e Tay de Camille, ao mesmo tempo que trouxeram a surpresa, micaO com seu Heimerdinger. Mas o jogo começou a desandar pro lado da INTZ quando em uma tentativa de invade de Shini, aos quatro minutos de jogo, deixou dois abates nas mãos da Irélia do Robo. Com um snowball cedo da Irélia, o Flamengo abusou da vantagem para fazer o Barão e marchar rumo a base da INTZ para garantir a vitória e novamente o empate da série.

O confronto decisivo para decidir o campeão foi emocionante, ao mesmo tempo que cadenciado por ambas as equipes, pois um erro poderia custar o campeonato. E assim o placar foi aberto pelas mãos do Robo e sua Irélia, que conseguiu um abate solo em cima do Aatrox do Tay, abrindo uma vantagem de farm e pressão de mapa para os rubro-negros.

Mesmo com a pressão rubro-negra em cima dos intrépidos, o placar se manteve em 1×1 até os 21 minutos de jogo, quando se estourou uma team fight na disputa de controle do Dragão. Nessa luta, o Flamengo se saiu melhor, com destaque ao posicionamento do BrTT com sua Xayah e a chegada da Irélia do Robo, garantindo assim três abates e o Barão para os rubro-negros. E foi o suficiente para o Flamengo rumar a base da INTZ e assim fechar a série e conquistar o título.

Esta é a segunda final em que Flamengo e INTZ se enfrentam. No primeiro embate, os intrépidos levaram a melhor em cima dos rubro-negros, vencendo por 3×2 e garantindo a vaga para representar o Brasil no Mid-Season Invitational (MSI).

Com essa vitória, o Flamengo irá representar o Brasil no League of Legends World Championship 2019 (Mundial de League of Legends), que acontece entre 2 de outubro e 10 de novembro na Europa e contará com a presença de 24 equipes na disputa pelo título de melhor time do mundo. Até o momento, 13 equipes já estão classificadas na disputa, incluindo SK Telecom T1, G2, Team Liquid e Cloud9.

Tags

Compartilhar

  • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
Voltar ao topo