Ryoko no Japan

Ryoko no Japan com mais uma Curiosidade… Vamos entrar no Mundo do 4-koma!

:: 3 minutos de leitura

Para aqueles que desconhecem o significado de 4-koma, venham conferir mais uma matéria informativa da Ryoko no Japan e compartilhem conosco seus conhecimentos sobre.

😒

Ryoko no Japan com mais uma Curiosidade... Vamos entrar no Mundo do 4-koma!

Yoo, meus onigiris!

Fazia tempo que tinha em mente esse tema que abordarei a seguir. Não sei quantos aqui já viram esse estilo antes, mas descobri por acidente e gostaria de compartilhar com todos vocês, leitores e leitoras da J-Hero.

Quantos aqui já viram uma tirinha igual a essa que trago logo aqui abaixo? Vocês sabem como se chama esse estilo usado para se contar uma história? Então prossigamos com nossa matéria e vamos descobrir mais uma curiosidade.

Ryoko no Japan com mais uma Curiosidade... Vamos entrar no Mundo do 4-koma!

Existe um tipo de mangá chamado Yonkoma (vulgo 4-koma) que significa “mangá de quatro células”. Normalmente seu formato é em tirinhas com seqüências de quatro painéis, com tamanhos iguais, dispostos na vertical (de cima para baixo).

Também pode-se encontrar 4-komas horizontais ou em estilos híbridos. Apesar de ser um estilo originalmente japonês, também existe pelo continente americano (como já vimos bastante) e por toda a Ásia.

A estrutura é chamada de Kishōtenketsu em que, separando pelas características chinesas, podemos resumir como: “Ki”, sendo a introdução (primeiro quadro, base da história, composição do cenário); “shō”, como o desenvolvimento (segundo quadro que se desenvolve a partir do primeiro); “ten”, caracterizado como o clímax da história (terceiro quadro, evento imprevisível, o ápice) e “ketsu”, a conclusão (quarto quadro).

Mas, bolinho, como surgiram os Yonkomas?

Pois bem, a história é bem curtinha, então vamos à explicação: no ano de 1902 foi produzida a primeira versão criada por Rakuten Kitazawa (com o pseudônimo de Yasuji Kitazawa) chamada de Jiji mangá. A obra teve contribuição de Frederick Burr Opper e Frank Arthur Nakkivell.

Ryoko no Japan com mais uma Curiosidade... Vamos entrar no Mundo do 4-koma!

E isso é só. Sim, acaba por ai. e.e

Não consegui encontrar mais detalhes(em português), por isso quem souber de mais algo, pode comentar ai embaixo e compartilhar conosco.

Enfim, pelo que podemos perceber (durante pesquisas e pelas imagens dispostas ao decorrer dessa matéria) o estilo 4-koma é voltado mais para o tema cômico e, poucas vezes, irão abordar assuntos sérios.

Lá na terra do sol-nascente essas tirinhas estão em quase todos os tipos textuais, como: jornais (mais especificamente na seção humorística), mangás, revistas de jogos, etc. Isso para nós vermos o quanto é popular o estilo 4-koma no Japão. É quase como as tirinhas que encontramos em nossos jornais e livros didáticos (só que mais legal… e.e), tipo Garfield e Snoopy (s2), sabem?

Ryoko no Japan com mais uma Curiosidade... Vamos entrar no Mundo do 4-koma!

Para finalizar com duas curiosidades: (1) Alguns mangás japoneses fazem uso dos yonkomas para finalizarem seus volumes (ou capítulos) de uma forma cômica, como se fosse uma piada para complementar a história desenvolvida ali. (2) A série Sword Art Online ganhou sua versão em 4-koma, que podemos encontrar no linkLink externoque disponho aqui.

Então, o que acharam? Aqueles interessados podem jogar no Google Imagens “yonkoma” ou “4-koma” que irão encontrar diversas imagens muito legais para aproveitar o tempo. Contudo, muitas estão disponibilizadas em inglês ou japonês (ou qualquer outra língua), então precisarão traduzir por si mesmos.

Ryoko no Japan com mais uma Curiosidade... Vamos entrar no Mundo do 4-koma!

Aguardem as próximas matérias e comentem abaixo o que acharam. Lembrem-se que a opinião de vocês é extremamente importante para que continuemos motivados a melhorar ainda mais nossos textos. Rádio J-hero – Do seu jeito, do seu gosto.

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo