Pular o menu

Preview Otaku

Top Musical da Musa: Músicas irritantes e adoradas no Classic Maniac J-Hero

:: 6 minutos de leitura

Sabe aquela música aguda, que dói os ouvidos, mas que ao mesmo tempo você não consegue esquecer? Então... É sobre ela que vamos falar. Confira o TOP e Participe...

Musa-samaAutor(a)

Top Musical da Musa: Músicas irritantes e adoradas no Classic Maniac J-Hero

Sabe aquela música aguda, que dói os ouvidos, mas que ao mesmo tempo você não consegue esquecer? Então… É sobre ela que vamos falar.  Para a população geral, existe a ideia de que música japonesa é mesmo meio fina, aguda, aquela vozinha de personagem hentai (como diria meu pai). Porém temos várias músicas lindas que contrariam esta ideia absurda, e outras que dão todo o embasamento para isto, e é delas que o meu TOP é feito.

Porque por mais aguda, fina e chatinha ela seja, alguma coisa nela, seja a própria voz, a melodia, naquele ritmo estonteante que faz com que no momento que eu a ouço, eu queira sair dançando e cantando. Vamos lá, você deve ter uma música assim também… Então não deixe de participar, comentando a sua listinha no final da matéria!

Este tema surgiu enquanto pensava no que poderia enviar para a minha participação do Classic Maniac J-Hero, e foi ao ar no programa de Domingo no Bloco de Animesong. Você também pode enviar a sua lista se quiser, saiba mais aqui.

Top Musical da Musa: Músicas irritantes e adoradas no Classic Maniac J-Hero

Top Musical da Musa: Músicas irritantes e adoradas no Classic Maniac J-Hero

1. Hanasaku Iroha – Hana no Iro (Nano.RIPE)

Esta é a minha música favorita depois de Life is Like a Boat (Rie Fu), pertencente ao anime Hanasaku Iroha, esta cantora tem a voaguda mais amada por mim.  A banda responsável, Nano.RIPE existe desde 2004, ficou mais conhecida após a abertura neste anime, e teve outras participações posteriores em Sankarea e Hataraku Maou-sama.

;

2. Denpa Onna to Seishun Otoko – Os-Uchuujin

Sabe quando eles pedem para um seiyuu cantar a abertura e sai aquela música aguda e dolorosa de ouvir? Este é um destes casos, mas que eu realmente amei o resultado!

Ogame Asuka interpreta a protagonista Towa Erio no light novel Denpa Onna to Seinshun Otoko e canta a abertura do anime. O resultado? Tirem as suas próprias conclusões…

3. Naruto – Bacchikoi (Dev Parade)

Temos que ser sinceros (#MusaSincera), Naruto deixou de ser um bom anime já há algum tempo, mas algo que é inegável é que ele possui algumas das melhores openings e endings do mundo dos animes. É cada música de arrepiar, não sei se é sorte ou talento, mas agradeço aos produtores que selecionam estas preciosidades.

Entre elas está Bacchikoi, o som é energizante, fino, mas delicioso de ouvir (sou meio masoquista), durante muito tempo esta foi a minha música do despertador, acordava dançando e com o coração aos pulos… Por que será?

Top Musical da Musa: Músicas irritantes e adoradas no Classic Maniac J-Hero

Para quem não conhece, segue a música ending, ouçam e depois me digam, não é ótima?

4. Boku wa Tomodachi ga Sukunai – Zannenki Rinjinbu

Outro caso de música esquisita cantada por personagens. Eu ouço esta música e já me imagino andando bem rapidinho feito uma boba alegre dançando por ai, algo semelhante ao modo como a opening do anime é.

Este jeito contagiante da música e as diferentes vozes, em uma mistura de fino e rouco, cria uma combinação perfeita pro meu gosto meio doido. 

5. Maria Holic Opening – Hanaji (Yuu Kobayashi)

Hemorragia sonora. Esta é a melhor maneira de definir esta música da Yuu Kobayashi. A voz dela não chega a ser aquele agudo irritante, porém os gritos, gemidos e outros sons impossíveis de definir fazem com que esta canção possa entrar facilmente para este TOP.

A quantidade de gemidos é tanto que eu me sinto envergonhada só de ouvir (mentira), porém eu continuo amando, ouvindo e a Yuu é uma gracinha. Então realmente vale a pena.

PS: Não. Maria Holic não é hentai, é um genderbender de comédia que retrata a vida de uma lésbica e um garoto travesti sadista. Não tem cenas intensas infelizmente, só ecchi e muitas cenas hilárias;

6. Tokyo Ghoul – Unravel (TK)

Entre juras de amor e ódio, é onde Unravel se encontra. Essa música divide as pessoas em dois grupos, aqueles que não a suportam, que estão cansados de ouvi-la depois do boom que o anime teve, e aqueles que a amam perdidamente, ouvem, abusam do pobre repeat, colocam como toque do celular (redatora Senshi que o diga) e onde mais puderem…

Eu faço parte do segundo grupo, amando perdidamente esse ~oshieteee yo~ ; Se você está no primeiro grupo, por favor não ouça o clipe abaixo, pois não quero ninguém quebrando o computador em um surto psicótico de ódio…

7. Inuyasha – BR – Itazura na Kiss/Beijo Gostoso

Uma lista sem invasão de BRHu3Hu3 não é TOP, então para representar os tupiniquins no pódio convoquei uma música nostálgica da infância.

Temos muitos exemplos de como uma música adaptada pode ser estranhamente horrível, mas quando somos crianças tudo é aceitável e achávamos um máximo. Deve ser por isso que tudo que é adaptado hoje em dia não agrada e antigamente era horrível igual, mas gostávamos.

Um bom exemplo é Beijo Gostoso, eu cantava essa música toda animada, toda romântica, mas sempre achei a cantora péssima. Continuo achando, mas também adoro, vai entender…

8. Rurouni Kenshin – Sobasaku (Judy & Mary)

Mesma receita: agudos incríveis, voz irritante, um ritmo estonteante e um ótimo anime. Resultado? Sucesso na certa, a maioria dos otakus antigos passou pelo famoso Samurai X ao ingressar nessa carreira de animes, mangás e pobreza, e com certeza não há uma música tão emblemática e aguda quanto esta.

É a prova definitiva de que animes antigos também possuem a sua cota de som estranho, e nem por isso deixa de ser ótimo!

9. Inazuma Eleven – Tsunagaryo (T-Pistonz+KMC)

Nunca assisti este anime, porém foi através dele que conheci as músicas desta banda maravilhosa, agora o meu celular é recheado de musiquinhas deles. Adoro um som mais agitado, que dá vontade de sair dançando, literalmente remexer o esqueleto.

A voz meio aguda do cantor principal foi o motivo de tê-los colocado no TOP. Quando crescer quero me vestir estilosa assim! (-sqn)

10. Rozen Maiden – Kinjirareta Asobi (ALI PROJECT)

Não sou fã da ALI PROJECT, considero o som delas de muita qualidade e dentro da proposta um dos melhores grupos e mais reconhecidos, porém tenho a sensação de que todas as músicas parecem iguais (a mesma sensação que tenho com One Ok Rock), porém acho que é impossível falar de músicas irritantes sem falar delas, porque elas só perdem pra Vocaloid.

Como exemplo trago uma das poucas que curto, a opening de Rozen Maiden, com uma excelente instrumental e um balanço entre agudos é uma boa música, que vale a pena perder uns minutinhos ouvindo, porém não contagia tanto quanto as demais. (#MusaSincera)

Top Musical da Musa: Músicas irritantes e adoradas no Classic Maniac J-Hero

Opinião Final

Espero que tenham aproveitado as músicas, e a matéria é claro, lembraram de alguma música que entra na proposta? Acham que alguma delas não devia estar aí? É fã de ALI PROJECT e quer me xingar?

Então dê a sua opinião aí embaixo, estamos no aguardo do seu comentário…

PS: Só faltou The Kira Justice, mas vai que ele estragam minha coluna criando uma versão sonora dela? Não quero arriscar… E pra isso eu precisaria gostar deles…

😒

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo