Pular o menu

Notícias em Geral

SAO e Accel World tem novidades anunciadas para 2016! Fãs já podem se alegrar!

:: 3 minutos de leitura

Confira os PVs das novas produções de SAO e Accel World que foram lançados no Dengeki Bunko Autumn Festival 2015 realizado neste domingo (04) lá no Japão! Está show!

Saylon KaguyaAutor(a)

SAO e Accel World tem novidades anunciadas para 2016! Fãs já podem se alegrar!

(Poster divulgação do evento Dengeki Bunko Autumn Festival 2015)

 

O fim de semana foi de muita agitação para os fãs das narrativas fantásticas e cheias de juventude do escritor de light novels Reki Kawahara. Durante o evento Dengeki Bunko Autumn Festival 2015 foram anunciados dois grandes novos títulos envolvendo as obras-pirmas do romancista: Sword Art Online e Accel World.

Para Sword Art Online foi anunciado um filme longa-metragem. Não se sabe se será mais um especial (como o Extra Edition) para lançar a terceira fase da obra, conhecida nas light novels como Alicization, ou se será um spin-off com uma aventura original.

Os fãs aguardam atentamente o anúncio da terceira fase da saga de Kirito e Asuna, que já está em seu 15° volume e se estreitando mais e mais a cada publicação. Por isso há um frenesi que já movimenta os fóruns. Pode ser que o filme seja de fato um spin-off, mas acredita-se que será um material de mershandising da terceira temporada do animê.

O filme será produzido pela A-1 Pictures, e contará com o mesmo staff das duas temporadas do anime, dirigido por Tomohiko Ito e a arte dos personagens será de Shingo Adachi. No próximo dia 10 de Outubro será publicado a próxima edição da Dengeki Bunko Magazine que revelara mais informações do filme.

Confira o PV do novo filme de Sword Art Online lançado no evento da Dengeki Bunko:

 

Já a outra novidade, essa com mais informações, é o anúncio da sequência da animação de Accel World. Entretanto  o que chama a atenção é que essa sequência será original, não seguindo a continuidade da light novel.

Intitulada “Accel World: Infinite Burst” a nova fase das aventuras de Haruyuki e Kuroyukihime se caracteriza quase como uma ação de Transmedia Storytelling*, pois a criação de uma narrativa original não desmerece a sequência existente na mídia regente (a light novel), que deu origem a estória. Assim passa-se a existir finais alternativos e fica a cargo do leitor/telespectador escolher aquele que mais lhe atrai.

Ainda não se sabe sobre o formato de exibição de “Accel World: Infinite Burst”, que pode ser tanto em OVA, série de TV ou longa-metragem.

Confira o PV de “Accel World: Infinite Burst” lançado no evento da Dengeki Bunko:

 

O destaque final é a confirmação de que o próprio Reki Kawahara, autor das duas séries, será o responsável pelos roteiros. Vamos aguardar essas novidades confirmadas para 2016!

 

NOTA(S):

* Transmedia Storytelling (também conhecido como narrativa transmídia) é a técnica de contar uma experiência narrativa em múltiplas plataformas e formatos, incluindo, mas não limitado a, jogos, livros, eventos, cinema e na televisão. O objetivo não é apenas atingir um público mais amplo através da expansão da piscina mercado-alvo, mas para expandir a própria narrativa.

Henry Jenkins, autor do livro Cultura da Convergência, adverte que este é um tema emergente e diferentes autores têm entendimentos diferentes do mesmo. Ele adverte que o termo "transmídia" por si só significa "através da mídia" e pode ser aplicada a fenômenos superficialmente similares, mas diferentes. Em particular, o conceito de "transmedia storytelling" não deve ser confundido com multiplataforma tradicional, franquias de mídia "transmídia", ou "misturas" de mídia.

Quando cito o conceito na reportagem é porque acredita-se que com a criação de uma continuação original na mídia audiovisual, o autor não desqualifica a mídia impressa (que dá origem e rege a estória). Na verdade acabasse abrindo novas possibilidades de consumo do universo narrativo de Accel World. Mesmo que não se concretize em um fim para a série na light novel, no audiovisual ele oferece uma possibilidade se encaminhar a essa proposta, afinal têm-se em mente que existem consumidores distintos para cada mídia, mesmo havendo aqueles que se façam usuários das duas.  

😒

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo