Pular o menu

Notícias em Geral

Pesquisa sobre gamers mostra que a quantidade de mulheres têm aumentado

:: 3 minutos de leitura

Já se perguntou qual o perfil do gamer brasileiro? Pesquisa realizada recentemente traça esse perfil e dá uma ideia de como vivem os gamers. Confira!

Fany-ChanAutor(a)

Pesquisa sobre gamers mostra que a quantidade de mulheres têm aumentado

A pesquisa para descobrir o perfil do gamer brasileiro foi realizada pelas empresas Sioux e Blend New Research, e teve cerca 900 entrevistados com idades entre 14 e 84 anos.

Esta foi realizada entre os dias 5 e 23 de janeiro deste ano e foi realizada online em 25 estados e o Distrito Federal, tendo como representatividade no estado de São Paulo, com 37% gamers questionados.

Entre os entrevistados 92,7% confirmaram gostar de jogar games eletrônicos como entretenimento, mas essa atividade não foi a preferida, perdendo para o primeiro lugar com 96% – Sair com os amigos, o segundo lugar com 93% – Ir ao cinema e o terceiro lugar com 92,9% – Acessar redes sociais. O que demonstra que sim, os gamers tem vida social.

A pesquisa já foi realizada em 2013, mas este ano esta surpreendeu, entre as pessoas que declararam jogar algum game eletrônico 47,1% eram mulheres! Mas o publico masculino ainda é maior sendo 52,9% dos entrevistados.

Pesquisa sobre gamers mostra que a quantidade de mulheres têm aumentado

Entre as plataformas, houve aumento dos mobiles. Na pesquisa 82,3% dos respondentes afirmaram jogar em smartphones e 37,4% em Tablets. Em 2013 eram 73% em smartphones e 31% em Tablets. Mas isso não demonstra que os consoles e computadores estão perdendo espaço, pois aproximadamente 78% dos brasileiros disseram que jogam em mais de uma plataforma.

E de acordo com a mesma, apesar de houver a migração para os portáteis, há um empate técnico entre o smartphone (com 32%) e os consoles (com 31,1%) na preferência, seguidos pelo computador (com 28%).

Entre os lugares que costumam jogar as plataformas citadas, houve várias respostas:

Pesquisa sobre gamers mostra que a quantidade de mulheres têm aumentado

Mas apesar da popularidade dos gamers e também dos jogos, apenas 9,3% dos entrevistados da pesquisa se declaram gamers.

Entre os consoles que possuem 42,9% disseram ter Xbox 360, seguido pela dobradinha do PlayStation: PlayStation 2 – 38,9% e PlayStation 3 – 30,3%. Assim como as plataformas o gamer brasileiro possui mais de um console em casa.

Entre a preferência o Xbox 360 continua firme e forte em primeiro lugar, com seus 42,9%. Mas a dobradinha do PlayStation é alterada: PlayStation 3 – 27,5% e PlayStation 4 – 18,5%. De acordo com a pesquisa, apesar do Xbox 360 (Microsoft) ser o favorito entre os gamers brasileiros, é a Sony quem conquistou o coração deles.

Pesquisa sobre gamers mostra que a quantidade de mulheres têm aumentado

As modalidades favoritas em consoles foram Ação/ Tiro com 32,8%, Aventura com 26,9% e Futebol com 17,4%. Para os entrevistados os melhores lançamentos de 2014 (considerando o preço, a jogabilidade e a disponibilidade) foram Grand Theft Auto V (30,1%) e Fifa 2015 (23,9%).

Nos PCs o sistema operacional mais utilizado é o Windows 7 (44,2%) seguido por suas outras versões. OS X (1,8%) aparece em quinto lugar e o Linux (0,7%) em último. Cerca de 60% dos gamers jogam somente no notebook.

Os jogos online (multiplayers) aparecem na pesquisa sendo a forma favorita para jogarem com seus amigos.

Na questão familiar 82,1% dos entrevistados que possuem filhos disseram que sim, jogam com seus filhos e gostam que seus filhos joguem, mas com ressalvas. E estes controlam os filhos de diversas formas, mas o tipo de jogo, o tempo e o horário são as principais preocupações:

Pesquisa sobre gamers mostra que a quantidade de mulheres têm aumentado

E aí, você concorda com essa pesquisa? Ou se enquadra no perfil citado? Conte aí para a gente.

😒

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo