Na Lupa do Lunei

ONE OK ROCK vem com Novo Álbum que mais Parece Andar em uma Corda Bamba!

:: 4 minutos de leitura

Confira a crítica ao mais novo lançamento dessa influente e famosa banda de J-Rock, o álbum JINSEI X BOKU = (Jinsei Kakete Boku wa), que vem um fazendo grande sucesso!

ONE OK ROCK vem com Novo Álbum que mais Parece Andar em uma Corda Bamba!

Tenho certeza que se pessoas que escutam a música nipônica fizessem uma lista, ou votação, elegendo os artistas mais conhecidos e escutados, a banda ONE OK ROCK estaria ocupando algo entre a terceira e primeira posição.

De fato, os rapazes tem uma carreira promissora. Vários singles no topo da Oricon, Billboard. Suas músicas são alvo constante de pedidos aqui na J-Hero e em outros sites do gênero, em principal os sucessos Keep it Real, Liar e NaihiShinsho.  E as polêmicas envolvendo o ex-guitarrista, Alex, não deixaram grandes manchas na imagem da banda.

Mas deixando de lado toda essa baboseira de celebridade e da “mídia especializaada” que os coloca como uma banda perfeita, o que afasta dos hipsters mais chatos que insistem em praticar a política do não ouvi e não gostei, lhes digo que o seu mais recente lançamento, o álbum JINSEI X BOKU = (Jinsei Kakete Boku wa), me chamou bastante atenção.

ONE OK ROCK vem com Novo Álbum que mais Parece Andar em uma Corda Bamba!

Infelizmente lhes digo que não há nada de novo no som dos caras, continuam circulando sobre a linha tênue entre um pop/rock romântico para adolescentes descerebradas com dor de cotovelo, mesclando com rimas de hip hop e um som mais consistente e excitante, com vocais bem colocados. Isso me causou uma certa confusão mental.

É um bom começo com a curta e rasa introdução where idiot should GO misturando efeitos eletrônicos com um fundo musical quase assustador, embora nada singular.

Em seguida, na canção Ending story?? me surpreendo com o ótimo peso empregado, tanto nos instrumentos quanto nos vocais de Taka, mas sabe aquela impressão de já ter escutado o refrão em várias outras músicas de seus antigos álbuns? Então, isso se repete na ótima ON!ON!, que como diferença tem um final mais acelerado e forte que as demais.

Where idiot should GO



Ending story??



ON!ON!

ONE OK ROCK vem com Novo Álbum que mais Parece Andar em uma Corda Bamba!

The Begining é outra ótima canção, com alguns intervalos no andamento bem bacanas e um acréscimo de teclado no fim que fez toda a diferença.

Clock Strikes foi o single escolhido para divulgar o lançamento do álbum alguns dias antes, mas ela representa exatamente o que eu disse sobre a linha tênue.

É como se fosse uma boa canção de Green Day com um refrão ridículo do Creed e algo do Coldplay no fundo. Não dá para entender, gostar ou não disso vai do quanto você é fã.

The Begining


Clock Strikes



Em Be The Lights eles despencam da linha (imaginem que ela existe e eles tropeçaram) diretamente para a mentalidade das adolescentes anencéfalas, que a usariam como fundo para uma montagem com aquele garoto estúpido cujo elas veneram, mesmo que ele nem saiba que exista.

É uma papagaiada da pior espécie, um grande equivoco para o álbum que mais parece uma demo recusada pela Avril Lavigne.

Be The Lights



Entretanto foram puxados para o outro lado (continuem imaginando) na outra balada do álbum, All Mine. Essa sim, sincera, envolvente, verdadeira.

All Mine



Smiling Down é sem sombra de dúvidas a melhor de todas. Tem um tiquinho de rock medieval, um refrão delicioso e empolgante e um solo de guitarra legal demais. Puxa, como seria legal se o CD fosse todo nessa linha…

Smiling Down



Mas ainda me sinto estranho com as demais faixas. Nothing Helps tem um inicio bem legal, algo meio vintage, Juvenile é ridiculamente boa, apresenta referencias a psicodelia, em Deeper Deeper eles tentam algo mais violento e macabro, embora tenha ficado caricato demais.

Em 69 finalmente há as tão características rimas já habituais da banda, essas com um efeito eletrônico divertido que contrastou bastante com o clima sério do instrumental e The Same as… aparenta ser só uma canção sem nada a apresentar que foi colocada ali para completar o álbum.

Só que, o grande problema nessas faixas e também nas duas primeiras é que, no refrão, elas parecem ser a mesma coisa. É como se tudo nelas fosse uma repetição, ou cover, ou plágio de algo que a ONE OK ROCK já fez no passado.

ONE OK ROCK vem com Novo Álbum que mais Parece Andar em uma Corda Bamba!

Nothing Helps



Juvenile



Deeper Deeper



69



The Same as…



Não que seja ruim ou bom, sendo otimista eu posso pensar que isso é uma característica que a banda emprega em suas canções. Mas ai já vai do quanto você admira o trabalho dos caras.

Não é um álbum ruim, só é mais um álbum no meio de uma discografia parecida da banda, no meio de tantas outras bandas que seguem essa mesma linha.

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo