Pular o menu
 

My J-Hero Academia

O Enigma da Montanha Amigara

:: 3 minutos de leitura

O horror de uma falha em uma montanha, buracos em formatos de corpos precisos, seria um pesadelo real?

Joy BoyAutor(a)

Há pouco tempo atrás, houve um grande terremoto. Várias cidades e vilas foram devastadas. Após o terremoto, uma falha foi descoberta ao norte da montanha Amigara…

The Enigma of Amigara Fault — versão em inglês — é uma novel de um capitulo de autoria de Junji Itō. A novel conta sobre um mistério acerca de uma montanha na qual recentemente foram descobertos inúmeros buracos em forma de humanos. Isso gera terror, medo e interesse na população, e várias questões como: o que são essas formas? São realmente humanas? Por que elas existem? E a pergunta mais sinistra de todas: tem a minha forma humana?

A história começa com Owaki perambulando sobre a montanha para procurar a “falha” e ver por si só. Caminhando, ele se encontra com Yoshida, que, ao ser perguntada o porquê de estar ali, diz: – Eu vi a falha pela TV e não consegui ficar quieta. Senti que devia vir até aqui. (Que coisa, não?)

Owaki e Yoshida continuam perambulando, subitamente ouvem vozes e, ao seguir na direção delas, encontram o que procuravam, mas não do jeito que pensavam. A falha é imensa, com quilômetros de extensão, e atraiu multidões de todo o país. Lá eles encontram pesquisadores que, ao simular um teste com uma sonda de 30 metros, não conseguiram encontrar o fim, e um pesquisador diz a seguinte frase: – Esse túnel parece ter sido escavado de dentro para fora.

Owaki e Yoshida encontram Nakagaki, que diz ter encontrado o seu túnel, então subitamente ele se despe e encara a montanha, logo em seguida adentrando nela. O corpo de resgate tenta fazer de tudo para conseguir resgatá-lo; porém, depois que ele adentrou o túnel, ele desapareceu.

Owaki tem um pesadelo enquanto dormia em sua tenda: ele sonha com Nakagaki pedindo ajuda por não conseguir mais se mover no túnel e estar por mais de centenas de metros a fundo nela. Ao acordar, Owaki se depara com Yoshida, alegando ter encontrado seu túnel!

Os dois caminham para o túnel que Yoshida alega ser seu, e a forma é igual. Yoshida revela que o túnel é assustador e dá medo nela, porém ele está a chamando, mas quando ela entrar no túnel, ficará presa nele até morrer. Owaki tem um choque ao ouvir essa frase, diz que ela só pode estar errada e que isso não passa de coincidência.

Mais uma pessoa entra em um dos túneis (parece que o mundo lá não é legal). As pessoas tentam alertar pra que ele não faça isso, mas ele alega que o buraco/túnel foi feito para ele e que era pra dizer adeus à sua mãe e entra no túnel. Mais pessoas começam a adentrar os seus túneis (não vou usar buraco porque soa deselegante), enquanto os policiais tentam intervir, alegando que isso causará uma onda se continuar.

Yoshida fica tentada a fazer o mesmo, porém Owaki a desperta e a ajuda tapando o buraco/túnel com as pedras em volta. Ao voltar para a tenda, Yoshida explica que sempre foi sozinha, e Owaki a consola dizendo que “o buraco representava essa solidão” e que ela devia descansar.

Owaki dorme e tem outro pesadelo… Porém, minha review e indicação termina por aqui. Essa novel do Junji Itō é fantástica para quem se interessa pelo gênero, indico fortemente. Lembrando que Junji Itō tem mais algumas dezenas de histórias de horror que aos poucos vou tentando trazer para review.

A novel tem fortes inspirações lovecraftianas, seja na forma de se representar o horror inominável, seja o plot na maioria das vezes atacando o subconsciente do leitor com finais improváveis.

No mais, agradeço a leitura até esse ponto, obrigado valeu! O/

😒
Voltar ao topo