M&Ms - Música e Mangás

Hoje é Dia de Conhecer Biomeat! Um Mangá Para Definir em Quatro Letras: AÇÃO!

:: 3 minutos de leitura

Na M&Ms de hoje, vou falar um pouco de um dos meus mangás favoritos, o Biomeat. Para quem gosta de muita aventura e suspense, indico esse super mangá de Yuki Fujisawa!

Hoje é Dia de Conhecer Biomeat! Um Mangá Para Definir em Quatro Letras: AÇÃO!

Hey Minna! O M&Ms de hoje vai falar de mangá, vai falar de BM Nekutāru, ou Biomeat-nectar, de Yuki Fujisawa!

Particularmente gosto de escrever sobre mangás dos quais não vejo muita gente falando sobre, mas que me surpreenderam de alguma forma. Biomeat é um deles!

Apesar de lê-lo, não encontrei muitas informações sobre ele por aí, príncipalmente em português, o que me deixou bem feliz de ser uma das poucas pessoas aqui, mencionando esse mangá super massa para vocês!

Biomeat foi serializado na revista de mangás "Weekly Shonen Champion" desde janeiro de 2000, e foi encerrado em outubro de 2002. Foram 105 capítulos reunidos em 12 volumes publicados pela Akita Shoten.

Hoje é Dia de Conhecer Biomeat! Um Mangá Para Definir em Quatro Letras: AÇÃO!

Posso sinceramente afirmar que este mangá me ganhou pela sinopse, pois o traço, clássico, não me agrada muito, apesar de bem detalhista.

A história se passa em um futuro próximo, onde os animais são raros, quase extintos e a humanidade se vê em um mundo de alimentos escassos e excesso de produção de lixo e poluição.

Nesta realidade beirando o caos, cientistas japoneses criaram, em laboratório, organismos comestíveis capazes de devorar qualquer coisa, inclusive a imensa quantidade de lixo produzida pelas pessoas, essas criaturas foram denominadas Biomeats.

Geneticamente criados como seres orgânicos, os Biomeats seriam os novos alimentos da humanidade, e também a maneira encontrada para se livrar dos detritos humanos, já que esses seres podem comer quase qualquer coisa (exceto metal e vidro) e comem o tempo inteiro, reproduzindo-se como amebas rapidamente, através de divisão.

Hoje é Dia de Conhecer Biomeat! Um Mangá Para Definir em Quatro Letras: AÇÃO!

A solução perfeita para os problemas humanos? Sim. Porém por pouco tempo.

Durante um terremoto no Japão, um Biomeat escapa do laboratório em que é armazenado e alimentado. Fora do domínio dos cientistas, passa a consumir tudo o que vê, inclusive pessoas, e a se multiplicar e destruir tudo o que há pela frente, até chegarmos aos nossos protagonistas: Kan Maaya, Marino Kanomiya, Yu Banba e Shingo Tojo.

Quatro crianças tentando escapar do surto Biomeat.

Hoje é Dia de Conhecer Biomeat! Um Mangá Para Definir em Quatro Letras: AÇÃO!

É claaaaaaaaaro que eu não vou contar a história toda para vocês, o legal é ler e sentir aquele frio na barriga a cada esquina, a cada problema, a cada descoberta.

É um mangá fantástico, talvez uma das melhores tramas que já li. 

Possui um ótimo desenvolvimento dos personagens, todos com personalidades e ambições bem diferentes uns dos outros. Qualquer pessoa consegue se identificar com, pelo menos um deles.

Hoje é Dia de Conhecer Biomeat! Um Mangá Para Definir em Quatro Letras: AÇÃO!

– Maaya é um garoto irresponsável e cheio de energia que se mudou para Tóquio com a mãe, marrento, mas ajuda qualquer um que encontre em apuros.

– Kanomiya é uma garota tímida da classe de Maaya.

– Banba é um garoto grande e forte, do tipo que aparenta ser intimidador.

– Tojo é muito frio e calmo, mas preocupado com a vida das pessoas. Seu pai foi o criador do Biomeat.

Hoje é Dia de Conhecer Biomeat! Um Mangá Para Definir em Quatro Letras: AÇÃO!

É uma história curta, apenas 12 volumes. São doze intensos volumes cheios de ação e suspense, mas que conseguem transmitir contextos sociais inseridos no meio de todos os acontecimentos, além de fazer um trabalho muito legal com o amadurecimento dos personagens. Claro, tudo isso dentro de uma ótima história. Eu indico.

Hoje é Dia de Conhecer Biomeat! Um Mangá Para Definir em Quatro Letras: AÇÃO!

Espero que tenham gostado da matéria e "bora" ler Biomeat com uma bela música beeeeeeem agitada!


Fui! o/

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo