Legends of Kurama

Konohana Sakuya no Hime a deusa patrona do Monte Fuji

:: 3 minutos de leitura

Vamos entender como um ato de amor fez com que a humanidade tivesse um tempo de vida muito curto, e descobriremos a linda história de Konohana Sakuya no Hime.

Konohana Sakuya no Hime a deusa patrona do Monte Fuji

Uma das frases mais ditas ao longo da nossa vida é “A vida é curta”, mas já passou por sua cabeça o porquê de nós humanos não conseguirmos viver mais tempo? Ou porquê nossa passagem aqui neste plano é tão rápida e que muitas vezes não se da para fazer muita coisa? Bom, podemos encontrar uma possível resposta na mitologia japonesa, dentro da lenda da deusa Konohana Sakuya no Hime (Princesa do florescimento das árvores) é filha do grande deus Oyamatsume-no-mikoto (deus regente das montanhas) e irmã mais nova de Iwanaga-hime (deusa da rocha extensa). Sengen-sama (outra forma de chamar Konohana) tem como símbolo a flor de cerejeira e é considerada a deusa patrona do Monte Fuji.

De acordo com as lendas o neto de Amaterasu (Deusa do Sol) Ninigi no Mikoto estava em uma missão para pacificar algumas terras, e se apaixonou por uma linda mulher, que seria a Sengen-sama, encantado com tanta beleza foi logo a Oyamatsumi no Mikoto pedir a mão de sua filha em casamente, porém o grande deus ofereceu a mão de sua filha mais velha, Iwanaga, com a promessa que a vida dos imperadores fosse tão eterna quanto às rochas. Mas Ninigi recusou a oferta, pois estava muito apaixonado por Sakuya e em seu coração não existia lugar para mais nenhuma mulher.

O deus das montanhas vendo a determinação nos olhos de Ninigi concordou em dar a mão de sua filha em casamento. Mas algo que se parece que foi muito feliz para Ninigi, não foi tão bom assim para nós, pois conta-se que por conta da decisão do neto da deusa do sol a vida humana se tornou muito curta e rápida, assim como as flores de cerejeiras ao invés de duradoura e eterna como as rochas.

Konohana Sakuya no Hime a deusa patrona do Monte Fuji

Sakuya-Hime e Ninigi se casaram e logo após a noite do casório a deusa do Monte Fuji engravidou, deixando uma “pulga atrás da orelha” de seu marido, que suspeitou que o filho fosse de outra divindade, e não somente ele, muitos outros deuses começaram a comentar sobre isso.

E Sengen-sama não se conformou com as fofocas sobre ela, principalmente vinda do homem que ela mais amava, como um ato de provação a deusa colocou fogo em uma cabana e entrou nela e disse que se ela e a crianças não sofresse nenhum ferimento o filho realmente seria de Ninigi. Passado algum tempo surgiu das cinzas Konohana e mais três crianças que foram nomeadas Hoderi, Hosuseri e Hoori, que segunda a lenda deram origem a família imperial do Japão.

Inicialmente Sakuya era considerada deusa de todos os vulcões, mas foi entre os séculos XIV e XVI que a população começou a clama-la “filha do deus das montanhas” e a pedir por sua proteção contra erupções, assim como, ela protegeu seus filhos na cabana em chamas.

Konohana Sakuya no Hime nos animes

Em Digimon Temers, a mega evolução da Renamon se chama Sakuyamon.

Konohana Sakuya no Hime a deusa patrona do Monte Fuji

Em Sword Art Online o nome da líder da raça Sylph se chama Sakuya.

Konohana Sakuya no Hime a deusa patrona do Monte Fuji

E chegamos no fim de mais uma matéria do Legends of Kurama, espero do fundo do meu "tum tum" que vocês tenham gostado, não esqueça de curtir e compartilhar e você conhece mais algum anime/mangá que podemos encontrar a deusa Konohano Sakuya no Hime? Comenta ai embaixo e vamos bater um papo.

ATÉ A PRÓXIMA.

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Voltar ao topo