Pular o menu
 

J-Music ao Redor do Mundo

Os engravatados robôs dançantes

:: 3 minutos de leitura

Coreografias incríveis e uma grande crítica a um estilo de vida japonês com o World Order.

HarikenAutor(a)

Olá, pessoas! Hariken de volta com mais um artigo envolvendo esse mundo da músicas japonesas! Hoje trago um com um tom um pouco mais descontraído, trazendo uma “banda” com uma pegada bem satírica com suas danças bem chamativas: vamos falar de World Order.

O World Order é uma banda que foi formada por Genki Sudō, um lutador de wrestling japonês que se aposentou e usou seu sucesso para tentar sua carreira nas mídias, fazendo participações em séries como Kamen Rider W, como o Luna no filme Kamen Rider Eternal Returns e também fazendo uma aparição no primeiro filme live-action de Samurai X.

A banda tem o Genki Sudō como principal no vocal, e os outros membros são os dançarinos das coreografias robóticas, que são o charme da banda. A banda já teve diversos membros que já se foram, tendo até mesmo o seu principal integrante Genki Sudō inativo atualmente.

O que é o World Order? – World Order

World Order – World Order

A banda em seu geral é uma sátira e crítica ao estilo de vida japonês dos famosos workaholics, as pessoas que tendem a ter um vício em trabalho ou que veem sua vida apenas para ele e têm apenas foco nisso. A banda conta com todo o figurino para parecer um salaryman e seus movimentos de dança robóticos para representar boa parte da população japonesa quando se diz respeito a trabalho.

Além disso, a banda traz letras muito importantes para esse tópico, sempre fazendo esse questionamento filosófico sobre a vida e se realmente vale a pena viver nesse estilo de vida que afeta muitas pessoas não só no Japão, mas como no mundo inteiro.

Coreografias cada vez mais impressionantes – Mind Shift

World Order – Mind Shift

O que mais encanta nos clipes do World Order com certeza são suas coreografias belíssimas: esse estilo robótico e o jeito inexpressivo dos membros da banda trazem um significado a mais para suas coreografias. Agregado ao tema da banda, isso faz com que se crie uma sinergia bem impecável nas obras ao todo.

Claro que as músicas não deixam a desejar também. Com ritmos interessantes e com uma presença de estilos bem diferentes, o World Order inova em todos os aspectos sempre trazendo, como já disse, letras muito impactantes até mesmo para aqueles que não entendem tanto de japonês.

Descobrindo seus pontos fortes – Boy Meets Girl

World Order – Boy Meets Girl

Além de suas críticas ao estilo de vida japonês, a banda também percebeu que uma de suas maiores forças era trazer a diversão para os fãs. Apesar de Boy Meets Girl ter sido umas das poucas músicas em que o tema foi a comédia em si, a banda continuou com essa pegada divertida e foi adaptando sutilmente em suas outras músicas, afinal eles já divertiam a muitos apenas com seu estilo e coreografias.

Nas ruas do Japão, nas ruas do mundo! – The Next Phase

World Order – The Next Phase

Uma das marcas registradas da banda é que seus clipes são normalmente gravados nas ruas — de início nas ruas do Japão e, de acordo com os anos e com o sucesso da banda, até em muitos outros países. Então sempre conseguimos perceber que sempre há um público curioso querendo ver a performance da coreografia, muitas vezes não entendendo e às vezes com até algumas crianças participando.

A banda usa isso como um charme e pra provar que suas coreografia são bem treinadas, demonstrando que, mesmo com qualquer coisa que acontecer, eles estão ali bem preparados, normalmente gravando as coreografias inteiras em apenas um take e também aproveitando essa curiosidade dos pedestres para se divulgarem.

Considerações finais

Hoje eu quis trazer essa banda que me divertiu muito quando eu descobri ela há muito tempo, mas também queria aproveitar para comentar dessa crítica que a banda traz para todos que são workaholics e que podem estar perdendo muitas coisas boas que a vida pode propiciar para nós. Então veja o mundo como você deseja ver ele e aproveite do jeito que puder!

😒
Voltar ao topo