Pular o menu
 

J-Music ao Redor do Mundo

O rap japonês

:: 3 minutos de leitura

Demonstrando o poder das palavras com o rap japonês.

HarikenAutor(a)

Olá, pessoas, Hariken aqui! Hoje trago um tema que eu trouxe em programa, mas que queria deixar registrado em forma de artigo: o rap japonês!

O rap é uma improvisação sobre uma batida no tempo rápido, em que se dá mais importância ao texto do que a linha melódica ou parte harmônica. É um dos poucos estilos musicais da história da música ocidental em que o texto é mais importante que a música.

No Japão, não é um estilo que faz tanto sucesso, mas temos algumas bandas e cantores que conseguem se manter já há um tempo dentro da indústria musical, e hoje vamos falar sobre alguns desses artistas.

Home Made Kazoku

Home Made Kazoku – Thank You!!

Conseguindo seu sucesso por estar presente em dois dos grandes animes da época, Naruto e Bleach, o Home Made Kazoku conquistou seus fãs com as músicas Nagareboshi ~Shooting Star~ e Thank You!!, mostrando que o rap japonês pode ser muito agradável de se ouvir. Com certeza o Home Made Kazoku merece esse espaço neste artigo pelo simples fato de terem feito seu nome nessa época de ouro.

Home Made Kazoku – Shōnen Heart

A banda, que já veio ao Brasil duas vezes e que foi muito bem recebida pelos fãs graças ao seus sucessos em Naruto e Bleach, encontra-se sem muitos lançamentos nos últimos tempos.

Diggy-MO’

Diggy-MO’ – Bakusō Yume Uta

Ex-integrande da banda Soul’d Out, o Diggy-MO’ fez suas aparições no mundo do anime em Soul Eater e Bleach; seu maior destaque foi no terceiro encerramento de Soul Eater. E com certeza o que mais se destaca no rapper é a sua voz, que parece bem diferente do convencional, mas que parece combinar muito bem em seu estilo musical.

Diggy-MO’ – Stay Beautiful

O Diggy-MO’ é um claro exemplo de o quanto o rap japonês é bem desconhecido: apesar de ele ter seus picos de sucesso, é um cantor de qualidade que faz apenas aparições esporádicas no mundo dos hits musicais japoneses.

Lotus Juice

Lotus Juice – Mass Destruction

Um dos meus cantores favoritos, o Lotus Juice é o maior exemplo de um rapper com um ótimo conteúdo, mas que é totalmente desconhecido. Tendo feito sucesso apenas na sua participação fundamental na trilha sonora do jogo Persona 3, o cantor impressiona com um estilo bem diferente em seus raps e que é bem agradável de se ouvir.

Lotus Juice – Touch That

Presente em insert songs dos animes JoJo’s Bizarre Adventure e Soul Eater, o rapper raramente faz participações no mundo das animesongs, o que afeta um pouco sua popularidade. No entanto, ele é um cantor que interage muito nas redes sociais e até mesmo em uma fanpage criada para ele no Facebook.

M-Flo

M-Flo loves Chelmico – Run Aways

Sim, eu sei que eu coloquei uma colaboração do M-Flo com o Chelmico, mas quando falamos de M-Flo, falamos basicamente de uma banda com diversas colaborações de música. Uma ideia muito legal, afinal o M-Flo é uma banda que está na ativa desde 1998, e nesse último caso, o Chelmico é uma banda que começou a ganhar seu destaque recentemente graças à abertura do anime Eizōken — o que é muito legal de se ver: uma banda veterana apoiando uma banda nova.

M-Flo loves Emyli and Diggy-MO’ – Dopamine

E quando eu falo que o M-Flo é o mestre das colaborações não é brincadeira! Eles já fizeram colaboração com o Diggy-MO’ também e diversas outras bandas. Eu pretendo fazer um artigo apenas para o M-Flo em si, senão eles facilmente roubariam todo o espaço das outras bandas.

Considerações Finais

Sim, o rap japonês parece ser bem diferente do que vocês estão acostumados, mas este artigo trouxe apenas algumas bandas e cantores de rap que eu conheço e quis trazer. E quem sabe em um futuro próximo eu não traga mais bandas desse estilo em uma continuação desse tema?

😒
Voltar ao topo