Pular o menu
 

J-Music ao Redor do Mundo

Indicação de anime: Shigatsu wa Kimi no Uso

:: 3 minutos de leitura

Comentando sobre uma das obras mais incríveis do mundo dos animes!

HarikenAutor(a)

Olá, pessoas, Hariken aqui novamente. Hoje continuo com a série de animes musicais que eu fiz junto com o DJ Nash no programa Entre Mídias: vamos falar sobre um dos mais incríveis dramas dentro do mundo dos animes, Shigatsu wa Kimi no Uso.

Bem, antes de mais nada, queria ressaltar que Shigatsu é uma obra mais dramática do que um anime musical em si. Na verdade a música seria um recurso que o autor escolheu para acrescentar mais drama para a obra, ainda mais com a escolha dos instrumentos, o violino e o piano, que normalmente são instrumentos que reproduzem melhor a melancolia.

Sinopse

A história conta a vida de Kōsei Arima, um jovem prodígio no mundo da música conhecido como o metrônomo humano quando criança. Até que, em uma apresentação, ele não consegue mais ouvir a própria música por traumas que acontecem em sua vida. Anos mais tarde, ele conhece uma violinista que o faz voltar ao mundo da música e mudar sua vida totalmente.

Shigatsu wa Kimi no Uso – Op

Prós

  • Drama: Com certeza o maior destaque da obra é o drama que ela passa, um drama muito forte e focado. Por ser um anime de drama com elementos musicais, ele te entrega uma história fechada e interessante de assistir. Com certeza é o maior primor da obra, e seu sucesso vem desse seu ponto forte.
  • Música: Utilizando-se de música clássica e instrumentos muito ligados à representação da melancolia, tanto o estilo como os instrumentos só realçam o tema principal, que é o drama. Todo esse tema foi escolhido para dar ainda mais destaque para a história e passa a sensação que ele quer te passar. Em alguns momentos, a música de fundo chega a estar mais alto que a voz dos personagens, que foi um meio de dramatizar ainda mais certas cenas.
  • Tema: A obra retrata alguns assuntos que eu diria bem pesados, mas acredito que são assuntos necessários a ser passados durante a obra e que acredito que ajudem certas pessoas com problemas similares a se reencontrarem.
Shigatsu wa Kimi no Uso – Ed

Contras

  • Aparência: Não, não estou dizendo que a obra é feia, mas eu tive um certo receio de assistir pelo fato de ter tido um preconceito de que o anime seria apenas um anime de romance genérico qualquer com aqueles triângulos amorosos e romances enrolados. Claro que enganado estava eu de ter tido esse preconceito, mas todo o visual levava a isso.
  • Romance: Bem, como já dito, eu acreditei que a obra seria um romance. Não é focado nisso, e, sim, mais no drama dos personagens, mas em muitas vezes o romance ou o que eu chamaria de enrolações de romance que existem na obra parecem diminuir um pouco o ritmo da história.

Sinceramente, a obra teve poucas falhas. Eu poderia colocar nenhuma no artigo, mas foram pequenas coisas que me desagradaram, e isso com certeza não será o mesmo para todos. Entendo que para vocês possam ter sido pontos neutros, bons ou medianos, mas é uma questão de opinião.

Considerações Finais

Bem, tem algo que acho engraçado de dizer, mas Shigatsu tem um final que você vai tomar um spoiler. Independente de você ler em algum lugar, alguém te contar ou até mesmo adivinhar o que acontece na obra, ela vai te surpreender mesmo sabendo o que pode acontecer no final. Eu confesso que eu assisti a obra sabendo o que estava por vir, e mesmo assim ela conseguiu me surpreender de uma forma que chega a ser incrível. E quanto mais você pensa o quão bem trabalhada foi a obra, você percebe que saber/descobrir esse spoiler não parece fazer diferença nenhuma, então mesmo que você já saiba, assista e se surpreenda!

Programa Entre Mídias

E essa foi outra da participação da série de animes musicais que participei com o DJ Nash, então fique a seguir com o programa em que nós falamos sobre essa obra:

😒

Tags

Compartilhar

  • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
Voltar ao topo