Pular o menu

Hikari

PERFIL #0003 – Rokka no Yuusha, a eminência da desconfiança em retrato aberto

:: 6 minutos de leitura

Quem é o Sétimo? Tal pergunta atormentou os fãs de Rokka no Yuusha que terminou deixando muito mistérios, mas que tal vermos o perfil dos heróis e já matar a saudade?

Saylon KaguyaAutor(a)

 

Olá amiguinhos! Coluna Hikari do mês de setembro iniciando suas atividades. No mês passado vocês tiveram acesso a um conteúdo inédito: um conto escritor por mim Saylon Kaguya. Essa foi uma das primeiras tentativas feitas por mim para me enveredar pelo mundo da literatura.

Para quem é usuário do Kindle (e-reader da Amazon) pode contribuir procurando pelo conto “O Metrô” onde assino com meu nome artístico profissional (Saylon Sousa), trata-se de uma sátira com humor e um leve toque de drama/suspense. É bem curtinho!

For isso estou a alguns anos trabalhando na minha primeira saga, que espero tão brevemente publicar.

Para este momento, aproveitando esse ensejo literário no ambiente, tomo posse do fim de mais uma bela Summer Season (2015) para dedicar mais um capítulo às nossas reportagens especiais PERFIL.

Na terceira edição desta coletânea de reportagens não vou me prender a um personagem apenas, mas a três de sete deles, para ser mais exato: Os Heróis das Seis Flores.

Adlet Mayer, Maura Chester, Nachetanya Loei Piena Augustra, Goldov Auora, Flamie Speeddraw, Hans Humpty e Chamot Rosso promoveram um verdadeiro reboliço no pequeno cour com 12 episódios produzidos pelo Estúdio Passione.

A reportagem PERFIL vai agora abordar o papel de três personagens deste anime que mexeu com a atenção de todos. Para usuários Crunchyroll foi promovido até mesmo um quiz que dava aos 5 sorteados brindes licenciados da série, para tanto bastava dizer o nome de quem você achava que fosse o Sétimo, eu nem me dei o trabalho de participar, era tanta gente já sabendo a resposta (pegando spoiler na light novel) que achei melhor não perder tempo. Vamos então!

 

 

ROKKA NO YUUSHA

Se você leu até agora e não conhece Rokka no Yuusha e não tem problemas com spoilers preste atenção. A narrativa gira em torno de um mundo imaginário onde de tempos em tempos um demônio considerado rei desperta e traz o caos à humanidade e para proteger os homens, uma deusa selou a criatura e dividiu seu poder entre seis poderosos guerreiros – o heróis – que combateriam o monstro sempre que ele despertasse. Eles são os Heróis das Seis Flores.

Quando Adlet Mayer, que se auto-intitula o “Homem mais Forte do Mundo” é escolhido para ser um deste seis guerreiros a narrativa se desenvolve para um velho "esquema de torneios”, que é o modelo narrativo shonnen que trata de um grupo de amigos crescendo em habilidades a cada novo combate.

Mas é aí que somos bombardeados com uma explosão de socos fulminantes ante nossa face, o roteirista Tatsuhiko Urahata toma posse do enredo original escrito para light novel por Ishio Yamagata e desenvolve uma das mais surpreendentes narrativas de suspense dos últimos tempos na telinha oriental.

O foco do anime muda passando de uma aventura para suspense e narrativa policial.

Agatha Cristhie, Sir Arthur Conan Doyle ou mesmo Edgar Allan Poe – nomes célebres do gênero policial na literatura ocidental – com toda certeza serviram de inspiração a Ishio, que tomando também o modelo burlesco dos folhetins desenvolve um melodrama à moda nipônica.

Dessa forma, os telespectadores que antes aguardavam batalhas contra demônios se vêem no meio de um desafio pessoal: descobrir entre os setes personagens quem é o intruso, pois existem somente seis heróis escolhidos pela deusa.

Infelizmente em 12 episódios somos apresentados a pouca coisa do perfil de cada um dos heróis. Possivelmente porque a intenção é promover mesmo mais incógnitas, além de deixar claro que a light novel é a regente, pois lá é onde realmente há as respostas.

Mas vamos ver o que podemos apurar do perfil de três heróis mais envolventes:

 

1. Adlet Mayer:

 

O protagonista da série, portanto o mais sem graça por assim dizer. Como somos guiados pelo ponto de vista de Adlet e ganhamos a habilidade de espectador-onisciente sobre suas ações e pensamentos, logo descobre-se que ele não pode ser o traídor.

De infância pobre e aterrorizada pela maldade dos Kyomas (demônios) é o único sobrevivente de sua vila e passa por desafios infernais para se tornar o homem que é atualmente. Um jovem sem nenhuma habilidade especial mais de um talento e potencial surpreendente, otimista, sempre proclamando a todos ser “O Homem Mais Forte do Mundo” Adlet é também um malandro galanteador (mesmo que sem querer).

De fala fácil, envolvente e despretensiosa, contudo entre seus defeitos estão o altruísmo exacerbado. Todos querem o matar, mas ele está mais preocupado em proteger inocentes, que também o querem ver morto. Já entre as qualidades temos a sua astúcia (que o leva a desvendar o mistério), seu carisma e gentileza.

 

2. Nachetanya Loei Piena Augustra:

 

O que se dizer de uma princesa linda em armadura de coelho. Só que ela é uma graça! Mas esse é um jogo onde há um traidor então não se deixe levar e foi o que aconteceu! Todos se surpreendem ao descobrir que Nachetanya é o Sétimo.

Ela foi capaz de enganar até mesmo o esperto Adlet. Não porque era sensual e tudo mais todavia por causa de sua principal qualidade: o carisma. Sorri fácil para qualquer um destrói qualquer desconfiança e Ela engana muito mesmo. Para quem já sabia que ela era a traidora o jeito é se manter firme e forte para não fraquejar.

Nachetanya é o modelo fiel da dissimulação, fingir está entre seus dons. Não sabemos o motivo para que ela tenha feito o que fez, mas razão nenhuma a isenta de seu mau caráter.

 

3. Flamie Speeddraw:

 

De vida sofrível a meio humana meio demônio, Framie, é o retrato do medo. Desconfiança é sua palavra regente. Traída e rejeitada por aqueles que achava ser sua família – os demônios – ela se torna uma garota fria e cheia de rancor.

Na verdade ela sofre por suas escolhas, quer ser amada e se sentir protegida e por tal motivo se sente tentada a matar Adlet. Ele lhe oferece tudo isso e muito mais ao lhe declarar seu amor. Na eminência de ser traída mais uma vez já que ele poderia ser também o impostor ela nega tudo para evitar sofrer.

A mais cotada a ser o impostor se vê presa na desconfiança dos outros sobre si e dela sobre todos. Deve muito Adlet Mayer no fim das contas, pois o jovem a libertou daquilo que poderia ser sua própria sepultura: o medo da solidão.

 

Concuindo…

Nesses três perfis – o ASTUTO, a DISSIMULADA e a DESCONFIADA vemos que não necessariamente heróis não possuem conflitos. Entre os outros quatro heróis vemos perfis como o do MISTERIOSO (Hans), o APAIXONADO (Goldov), a METICULOSA (Maura) e a IRREVERENTE (Chamot) temos o ideal do suspense, o que fez do anime um grande sucesso.

O misto de caráter e personalidades é um retrato aberto da eminente desconfiança que é viver em sociedade. Sociedade a nossa que não vive sem questionar ninguém, sociedade que é presa ao medo, individualista e puramente irracional.

E se você imagina que a solução do mistério indica um fim… O surgimento de mais um herói instaura mais uma vez o clima de desconfiança entre os Heróis das Seis Flores. Só resta superar isso e enfrentar o verdadeiro inimigo: o Arquidemônio.

A nós nos resta, enquanto amantes de boas narrativas, esperar uma possível tradução da light novel – que já possui seis volumes – para o português ou uma continuação da animação.

Aguardemos.

😒

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo