Pular o menu
 

Filosofia Otaku

Saint Seiya The lost Canvas Gaiden – A solidão do Peixe

:: 4 minutos de leitura

Nesta segunda parte da série de matérias sobre CDZ lost canvas, vou falar sobre o cavaleiro Albáfica da casa de peixes, então respira fundo o aroma de suas rosas!!

KennyMDAutor(a)

Saint Seiya The lost Canvas Gaiden – A solidão do Peixe

Eu sei que demorei para escrever a segunda parte desta série tão longa, então peço desculpas, um dos motivos é que de início não sabia qual cavaleiro escolher e então me lembrei do começo do anime de Cavaleiros do Zodíaco: The Lost Canvas, onde a primeira defesa da vila são as rosas venenosas e o cavaleiro de ouro da casa de Peixes.

Eu já tinha viso o anime antes de ler o mangá, então eu já tinha uma ideia do que tinha pela frente, no entanto com o desenvolvimento da história percebi que Albáfica é muito mais que as aparências demonstram e a sua força vai além, então sem mais delongas vamos ao que interessa.

Enredo:

Saint Seiya The lost Canvas Gaiden – A solidão do Peixe

Somos apresentados ao cavaleiro dourado de peixes, que foi chamado para a sala do Grande Mestre, e após conversar com mestre do Santuário ele foi designado para cumprir uma missão na Ilha dos Curandeiros.

Nesta ilha há muitas ervas medicinais de grande importância para a Guerra Santa que estava preste a acontecer e nesta ilha Albáfica tem que investigar o surgimento de uma Estrela Malígna (Cavaleiros usuários de armaduras sombrias e servos leais de Hades), mas ao visitar a ilha ele encontra uma pessoa que relembra seu passado…

Em relação ao roteiro é só isso, contar demais estraga essa história boa e curta.

Personagens Principais:

Albáfica:

Saint Seiya The lost Canvas Gaiden – A solidão do Peixe

Cavaleiro de Ouro da casa de Peixes, usa suas rosas como arma e tem grande poder de envenenamento, tem uma personalidade calma, protetora, gentil, amável e solitário, se afasta das pessoas por causa de seu sangue venenoso e por causa disso se sente só,mas por causa desse sangue ele não gosta de formar laços de amizades para evitar machucar essas pessoas.

Pefko:

Saint Seiya The lost Canvas Gaiden – A solidão do Peixe

Garoto que mora na Ilha dos Curandeiros e aprendiz de Luco, apesar de Albáfica não querer se aproximar o pequeno Pefko insiste em se aproximar do cavaleiro dourado e não demonstra medo ao saber sobre a maldição do cavaleiro de peixes, ele é uma criança alegre muito apegado ao seu mestre e não tem medo do que está por vir.

Luco:

Saint Seiya The lost Canvas Gaiden – A solidão do Peixe

Curandeiro da Ilha dos Curandeiros e mestre de Pefko, usa lírios brancos para curar todas as pessoas doentes, irmão gêmeo de Lugonis (antigo cavaleiro de Peixes) e sempre buscou uma cura para a maldição do sangue envenenado, há vários mistérios envolta dele e só saberá lendo.

Lugonis:

Saint Seiya The lost Canvas Gaiden – A solidão do Peixe

Mestre de Albáfica e antigo proprietário da armadura de Peixes, adotou seu discípulo ainda quando era um bebê e decidiu cuidar dele, começou a treiná-lo ainda criança, mas fez uma proposta sem volta para Albáfica e o seu pupilo aceitou sem nem pensar duas vezes, era o vínculo escarlate (uma troca de sangue entre o mestre e o pupilo) e apesar de também não querer estar perto das pessoas por medo de machucá-las, ele sentiu alegria por ter alguém por perto.

Ficha técnica:

Saint Seiya The lost Canvas Gaiden – A solidão do Peixe

A ficha técnica não será longa, já que coloquei todas as outras informações na matéria anterior, a história de Albáfica é do primeiro capítulo ao capítulo 9, a sua publicação era semanal pela revista Weekly Shonen Champion e é o primeiro volume da compilação dos cavaleiros dourados.

O caminho dos humanos…

Saint Seiya The lost Canvas Gaiden – A solidão do Peixe

Albáfca é muito mais que um personagem que tem seus caprichos por evitar as pessoas, ele tem consciência do perigo que é a maldição da casa de peixes, mas mesmo vivendo sozinho e evitando formar laços, ele permanece humano e sofre por não poder se aproximar das pessoas e fica indignado quando vê alguém ser maltratado.

O que essa história tem a passar é a importância dos vínculos que fazemos, dos nossos votos de confiança nas outras pessoas e sobre cumplicidade verdadeira, continuando ao lado das pessoas que gostamos mesmo elas terem cometidos erros, mantendo na memória momentos preciosos com essas pessoas.

Mostrando a real importância e impacto que as pessoas causam em nossas vidas, devemos manter em nossas mentes e corações as pessoas que nos são queridas e guardar esse sentimento para em seguida plantar essa semente na geração que está por vir, pois o que se terá amanhã é o reflexo de nossas ações no agora.

Uma última coisa a destacar é o cuidado em Albáfica querer proteger os outros de seu sangue, mesmo estando numa luta, ele não quer que os outros cheguem perto para não serem envenenados.

Para terminar, vou pedir para você comentar sobre o que acabou de ler, diga sua opinião, se tem alguma sugestão não tenha medo, se gostou da matéria curte e compartilha, a sua contribuição é importante para a Rádio J-Hero ficar cada vez mais do seu jeito e do seu gosto!!!!

😒

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo