Pular o menu

Arquivo JH

Festival de Aniversário J-Hero – Ikkitousen

:: 9 minutos de leitura

Conheça a história de Ikkitousen e as opiniões controversas de Lex e Musa!

LexusAutor(a)

Festival de Aniversário J-Hero - Ikkitousen


A história de Ikkitousen pode ser separada em quatro etapas, pelo menos em seu anime, dividido em quatro temporadas, mas já avisamos, se espera um anime que se foque no enredo e não traga um pouco de prazer para o público masculino melhor nem assistir, Ikkitousen é fanservice puro, às vezes exagerado, às vezes bem interessante e não deixa de ter um enredo e uma boa história que irei contar a vocês aqui.
 

Ikkitousen – 2003
 

A primeira temporada possui 13 episódios, dirigido por Takashi Watanabe e produzido pelo estúdio J.C.Staff no ano de 2003, nos traz o prólogo, uma pequena introdução ao mundo de ikkitousen, para você entender a obra e não dizer que é apenas um monte de peitos lutando, uma visão superficial e muitas vezes dura que o público possui, temos que levar em conta o ambiente que a história ocorre.

Um local onde lutas são comuns, disputas entre escolas e pessoas com algum conhecimento em artes marciais ou ninja é mais do que comum e essas pessoas são os Toushis, estudantes, em sua maioria, que possuem almas de guerreiros famosos do passado em suas magatamas, o que lhes dá facilidade nas lutas e muitas vezes guiam o seu destino.

O principal ponto que me atrai nessa história está nisso, pessoas querendo fugir do seu destino de guerreiros, evitando cair no mesmo destino que  uma pessoa de centenas de anos atrás que você não conhece mais do que um livro de história pode lhes dizer.


Surgem personagens que não querem lutar, mas são obrigados, os que gostam da batalha como a protagonista Sonsaku Hakufu (imagem acima em sua primeira versão) ou que só querem ter uma vida diferente do que os seus antepassados, não é somente uma luta para ver quem vence, cada luta tem um sentido e cada atitude vem atrás de uma estratégia de guerra, é claro que com muito fanservice.


O exemplo disso é a personagem e semi-vilã Ryofu Housen, minha personagem favorita que luta contra o seu destino ancestral.
 

  Festival de Aniversário J-Hero - Ikkitousen 


A primeira temporada desse anime se foca justamente na introdução dos personagens principais tais como Sousou Moutoku, Toutaku Chuueu e Saji Genpou (imagens acima), outros personagens aparecem poucas vezes, mas que darão mais destaque nas outras temporadas.


Este arco em específico nos conta sobre o início das batalhas entre as escolas e a luta para derrotar a maior escola até então, Rakuyo e o seu mestre Toutaku Chuuei, um rapaz que obviamente gosta de sadomasoquismo. Essa temporada também possui a entrada da protagonista Sonsaku Hakufu e a sua batalha com os 4 Devas, os mais fortes guerreiros do Instituto Nanyou que não aceitam a sua presença.


Confira a abertura da primeira temporada – Drivin' Through the Night (considerada impróprio para menores pelo youtube):
 


Ikkitousen Dragon Destiny – 2007
 

Festival de Aniversário J-Hero - IkkitousenA segunda temporada desse clássico ecchi tão polêmico é dirigido por Koichi Ohata e produzido pelo estúdio ARMS nos traz em 12 episódios um maior enfoque na história dos dragões, os toushis que possuem a alma dos três grandes reais, os mais fortes guerreiros do passado.

Essts são: a protagonista Sonsaku Hakufu da escola Nanyou, Sousou Moutoku, lider do Instituto Kyosho e Ryuubi Gentoku,  líder do instituto Seito. (Imagem ao lado de Kan'U Unchou e Ekitoku Chouhi, ambas do guardãs de Gentoku).

Um toushi que possui um dragão tem a díficil missão de lidar com o seu controle, por ser um poderoso espírito do passado, ele pode a qualquer momento tomar o controle do corpo.

A missão de cada escola é ser a melhor entre elas e tomar posse das outras, mas quando um dos lideres é controlado pelo Dragão, as batalhas tornam-se mais perigosas e mortais.

Confira abaixo a abertura de Ikkitousen Dragon Destiny – Heart & Soul:
 


Ikkitousen Great Guardians – 2008
 

Festival de Aniversário J-Hero - IkkitousenA terceira temporada com 12 episódios também é dirigida por Koichi Ohata e produzida no estúdio ARMS e ocorre após os acontecimentos da primeira e segunda e se foca no surgimento de Ryofu Housen (ao lado) que após perder a memória aparece sem lembranças, outros personagens também nos são apresentados como a irmã da protagonista.

A temporada se concentra basicamente em Hakufu conseguir ser uma líder forte diante dos estudantes que duvidam de sua capacidade, mas sem esperar que inimigos voltariam a procurá-la.

Nesta temporada acontece uma das melhores batalhas que talvez só não vença a disputa da Ryofu x Ryomou na primeira temporada.

Por se tratar de uma "batalha final" a disputa contra Shiba´i Chuutatsu e os seus discípulos torna-se um trunfo do anime.

A seguir você confere a terceira abertura de Ikkitousen – No x Limit!:
 


Ikkitousen Xtreme Xecutor – 2010


A quarta temporada e única que não vi completa (ainda) possui doze episódios, dirigida por Rintarou e produzida pelo estúdio TNK, tendo uma história mais suave, sem um enredo mais complexo, se tratando apenas de lutas e disputas continuas entre as escolas e guerreiros.

O foco se dá na personagem Bachou Mouki que aparece nessa temporada em busca de vingança por seu irmão que morreu pelas mãos de Sousou, esta é salva por Ryuubi quase morrendo e treinada por Sonsaku Hakufu posteriormente. Ambas possuem a mesma personalidade avoada e esquentadinha.

Por não ter visto a obra, não posso concluir se possui finais surpreendentes como as demais temporadas de Ikkitousen,  porém é esperado que tenha. Ao lado a personagem Ryomou 
Shimei
, presente desde a primeira temporada.

Ikkitousen normalmente possui um final com maior concentração de lutas e são revelados os verdadeiros vilões da trama, como é de praxe na maioria dos animes. Por ser fã dessa história polêmica, garanto que no futuro a J-Hero terá uma review mais detalhada sobre esta temporada também.


Confira o vídeo de abertura de Ikkitousen Xtreme Xecutor – Stargazer:
 



Ikkitousen – OVAS


O anime possui diversos ovas, ao total são 18 episódios produzidos como Original Video Animation, o 6 primeiros são da segunda temporada, 6 da terceira temporada e 6 da quarta e última temporada até então. Mas eles não possuem uma história propriamente dita, são curtos episódios de fanservice para a diversão de quem gostar.
 

                    


Análise de Lex-kun:


Minha opinião sobre Ikkitousen (traduzido como Anjos Guerreiros) não é lá das melhores, essa série tem um destaque visual interessante, bons gráficos dinâmicos e personagens com traços genéricos para a época em que foi lançado (2003) que evolui (assim como Hayate no Gotoku!) conforme o passar das temporadas até a última que foi lançada em 2010 e um OVA (Original Video Animation) que foi lançado em 2011.


Sendo ela uma série centrada no tema “Destino” (o culpado de quase todo desenvolvimento) que é guiado pelas Joias chamadas de Magatama. Entre lutas intensas e fan service desnecessário, Ikkitousen é um dos primeiros animes que abriu alas para os ecchis “modernos” de hoje em dia, mesmo ecchi que pode ser comparado com o de Queen Blades (que é bem mais exagerado).


A trilha sonora da obra é por sinal muito boa, desde a opening & ending até as OST’S (Original Sound Track) que realçam as cenas tanto nos momentos cômicos quanto no clímax das lutas. Enfim Ikkitousen é uma série mediana que não decepciona ninguém que assista desde que o mesmo esteja ciente do conteúdo do anime.
 

             Festival de Aniversário J-Hero - Ikkitousen             


Não posso entrar em mais detalhes abundantes pelo fato de que eu não assisti essa série por completo e tive que pesquisar um pouco a respeito para dar uma opinião sincera a vocês. Por fim, esta série possuí algumas curiosidades bem interessantes também, que as citarei a baixo:


– Ikkitousen é uma série de mangá/anime de Yuji Shiozaki, baseado em um clássico livro chinês chamado de  “O Romance Dos Três Reinos”.


– Ikkitousen teve sua 1° temporada dublada em português pelo estúdio "Uniarthe" de São Paulo, em 2006.


– A série é publicamente conhecida pelas suas exageradas quantidades de fan service envolvendo jovens garotas lutando em roupas frágeis (que sempre estão rasgadas após uma luta) e saias curtas, alem de outras situações ao maior e melhor estilo ecchi.


– Este é um anime que há divergências sobre a sua classificação; Alguns dizem que seja um ecchi pelo alto apelo sexual e pelos contornos. Porém há quem o classifique como hentai pela presença de sexo implícito e pelas cenas exageradas de completa nudez (não que isso prejudique a série).


– O traço muda (evolui) bruscamente da primeira temporada para as temporadas seguintes, Hakufu e Kakouton Kyosho ficam muito diferentes e Kan´U fica quase completamente irreconhecível. (Esse fato se dá pela direfença de anos entre as produções e também a mudança de estúdio).


– A Escola Secundária Kyosho é uma escola católica, durante o anime é comum ver seus alunos em uma capela com vitrais da Virgem Maria no seu interior – lembrando que as personagens Shiba´i e Ten´i são católicas devotas.
 

                                  


Opinião Final


Ikkitousen é uma obra que pode ser considerada um dos melhores do gênero? Isso depende muito do que você procura, o ecchi tem a característica de ser muito diverso e divergente, abordando vários temas como harém, maids (empregadas), imoutos (irmãs mais novas) ou aquele típico personagem que tem a sorte de sempre acontecer cenas inusitadas com ele.


Este anime não é deste estilo e por não se tratar do típico anime em que as protagonistas não ficam correndo atrás do cara sem nenhum atrativo causa uma imagem muito negativa, sendo normalmente rechaçado entre as listas de animes ecchis.


Mas é isso que mais me atrai em ikkitousen, ele tem uma trama madura que me agrada com batalhas, lutas e um fanservice comum aos animes de lutas deste gênero e isso não prejudica a sua qualidade de produção ou as batalhas ocorridas. Do mesmo modo que vários animes mostram calcinhas, ikkitousen também o faz, mas de um jeito mais maduro, sem a comum vergonha das personagens.


Por juntar um tema mais maduro com o ecchi, consequentemente as cenas criadas são diferentes e a sua classificação ganha polêmica mais uma vez, sendo considerado hentai muitas vezes, gênero que não é em nada parecido com esta obra.


Em resumo, seguindo a linha de jogos e animes em que as "guerreiras" possuem um corpo escultural e seios fartos (na maioria da personagens), ikkitousen é aquele anime que você pode ou não gostar, mas que com certeza não deixa de ser uma boa pedida para passar o seu tempo e sempre terá um bom público assistindo e gostando deste gênero.


Caso você não seja do tipo que gosta do excesso de fanservice recomendo a evitar o anime ou ignorar as roupas rasgadas e os ângulos que propiciam determinadas partes do corpo e você sempre pode baixar as músicas que são maravilhosas, mas se você gosta desse estilo de anime, assim como eu, está esperando o quê para ver ikkitousen?


Você conseguiria assstir? Deixe a sua opinião abaixo e se prepare para as próximas matérias do Festival de Aniversário J-Hero!
 

                     Festival de Aniversário J-Hero - Ikkitousen                     

😒

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo