Pular o menu

Arquivo JH

Planet Lex-kun – Nazo no Kanojo X

:: 9 minutos de leitura

No Planet Lex-kun, a estranha comédia romântica que tem como tema central a saliva!

LexusAutor(a)

Planet Lex-kun - Nazo no Kanojo X
 

Tecnical details:

Nazo no Kanojo X ou NazoKano (???? Namorada Misteriosa X) é um mangá escrito e ilustrado por Riichi Ueshiba. Ele foi originalmente publicado como um one-shot em 2004 antes de se tornar uma história fixa em um mangá serializado na revista Kodansha's Afternoon magazine em 2006. A adaptação para anime foi feita pela Entertainment Hoods e foi exibido no Japão de 7 de abril de 2012 a 30 de junho de 2012.
 

Um OVA da série será lançado com o nono volume do mangá em 23 de agosto de 2012. A série foi licenciada na América do Norte por Sentai Filmworks. O tema de abertura (opening) é "Orchestra of Love" Cantada por Ayako Yoshitani (mesma dubladora da protagonista desta obra, Urabe Mikoto), enquanto o tema de encerramento (ending) é "Promessa Afterschool” cantada por Yoshitani.
 

NazoKano é uma série com uma staff completamente deslocada da cena atual da indústria dos animes, encabeçada pelo veterano Ayumu Watanabe, que apesar de experiente, até então só havia trabalhado com as versões cinematográficas de Doraemon e recentemente Uchuu Kyoudai. O estúdio Hoods formado por ex-funcionários do estúdio Gonzo ficou encarregado desta série. O character designer do personagens, os tons aplicados, a belíssima trilha sonora composta por Tomoki Hasegawa e até mesmo a brilhante dublagem da estreante Ayako Yoshitani no papel de Urabe com um tom de voz completamente diferente do que se vê atualmente (sendo uma dublagem e tom de voz bem mais comum nos animes antigos), privilegiam o estilo retrô da série.
 

Planet Lex-kun - Nazo no Kanojo X
 

Sinopse:
 

A história de Nazo no Kanojo X nos mostra a rotina que Urabe e Tsubaki compartilham. Todo garoto quando descobre sobre o sexo, sempre pensa sobre como vai ser sua primeira vez, quem vai ser a garota e quando vai ser? Akira Tsubaki (protagonista) é este tipo de adolescente que anda tendo alguns sonhos um tanto estranhos ligados a uma nova aluna transferida na sua classe, Urabe. Urabe Mikoto é uma garota estranha e pouco sociável, que está sempre dormindo durante os intervalos das aulas. Com essa atitude, seus colegas acabam mantendo uma certa distância dela, aliado ao fato dela ser meio estranha, com um cabelo tampando boa parte do rosto e nunca sorrindo. Certo dia, após as aulas, Akira Tsubaki acaba tendo que voltar à sala de aula por ter esquecido um material. Ele por coincidência flagra Urabe dormindo na sala e tenta acordá-la.
 

Após ser acordada, sonolenta e confusa, ela vai embora, mas acaba deixando pra trás em sua carteira uma pequena poça de baba. Claro, como todo adolescente normal, exalando testosterona, ele se leva pelo impulso e prova da saliva de Urabe, que pra sua surpresa é incrivelmente doce!
 

  Planet Lex-kun - Nazo no Kanojo X  
 

No dia seguinte ao incidente, Tsubaki acaba caindo em febre durante as aulas. Urabe, desconfiada, vai visita-lo em sua casa e o pergunta se ele provou de sua baba quando ela não estava mais lá, com uma resposta afirmativa, Urabe faz Tsubaki provar novamente do seu “néctar” e ele se recupera instantaneamente. “Sua doença era simplesmente uma doença de amor, ou seja, Tsubaki estava ressecado por não ter tido mais contato com a sua saliva”, diz Urabe, lhe esclarecendo o motivo de sua doença e também o motivo pela influencia de seus sonhos estranhos. Tsubaki estava viciado na saliva dela. A partir daquele dia, sempre no caminho de ida da escola pra casa, Tsubaki prova da saliva de Urabe, um ritual que a de se repetir todos os dias.  Agora os dois estão ligados, e a baba é o elo, e assim Urabe se torna na namorada misteriosa de Tsubaki.
 

   Planet Lex-kun - Nazo no Kanojo X   
 

Content review:
 

Uma história de amor, Nazo no Kanojo X nos proporciona os momentos do despertar de emoções e sentimentos entre um garoto e uma garota ao iniciar suas primeiras experiências com o sexo oposto. O próprio autor do mangá original, Riichi Ueshiba trabalha com outras séries que mostram a alusão à descoberta e questionamentos acerca do sentimento mais ambíguo do ser humano, que é o amor. Em NazoKano, ele usa das armas mais inusitadas como uma forma de capturar a atenção do seu leitor, e então difundir a sua mensagem. A forma como Ueshiba encontra para expressar sentimentos é impressionante, indo de sonhos freudianos repletos de significados ocultos, até à forma metafórica com que Tsubaki e Urabe se relacionam e mantêm um vinculo afetivo. 
 

NazoKano é um romance completamente idealizado, embora ter personagens que tomam atitudes palpáveis para a idade, ele quebra a rotina em que as comédias românticas se encontram e mostrando o vinculo afetivo entre dois sexos da forma mais crua e verdadeira que existe; através dos fluídos.
 

 Claro, o fetiche é um tabu, que se falado em voz alta, acaba sendo visto de forma negativa pela sociedade, por quebrar o padrão comportamental. Mas, talvez o melhor de NazoKano, seja o fato de que a série não retrata apenas a atração sexual, mas também emocional através de respostas físicas que dialogam com as incertezas do primeiro amor.

NazoKano choca por ser principalmente um romance entre dois adolescentes, indo de encontro a noção que se tem sobre relacionamentos românticos e no caso da baba, é propositalmente desagradável, assim como todos os diversos fetiches otakus também podem vir a ser, mas para quem já tem prévio conhecimento acerca dessa subcultura, não provoca espanto algum. Pra chamar a atenção, precisaria ser algo que provocasse e tirasse esse espectador de sua zona de conforto. E polêmicas a parte, o autor conseguiu o que queria.

 

O estilo artístico de NazoKano é inconfundível, indo do mais artístico ao mais rabiscado. NazoKano tem esse característico apelativo ao ecchi, que se passa num ambiente escolar, mas, consegue se desvencilhar bem dos velhos clichês tão comum ao gênero, dando algo de melhor ao publico do que apenas alguns peitinhos e fanservice gratuito.
 

Com isso, a história pode se focar mais no roteiro, este que por sua vez acaba se mostrando como um componente bem natural e justificado. Mesmo os rápidos e constantes flashs de cena na calcinha de Urabe quando ela saca sua tesoura, entre outras cenas repletas de erotismo, acaba sendo algo que soma à tensão da trama. O foco acaba sendo no sentido de estranheza que os adolescentes sentem em torno das garotas nessa faixa etária. Algo que o anime consegue esboçar muito bem, onde em meio à descoberta do sexo, consegue também situar com maestria o sentido emocional. Embora no anime, a baba acaba sendo um componente bem mais exagerado que no mangá.

Esse elemento de estranheza faz uma série de referências ganharem um significado especial para a trama. Aquela estranheza que todos ao chegar a uma certa idade sentia, com o corpo pegando fogo e ao encostar em alguém do outro sexo. Como descrito por Ueshiba, NazoKano é uma série de robô gigante onde a menina é o robô. Uma serie que talvez seja mais inidentificável para garotos, mas que também através de suas personagens femininas, dialogam com garotas. A troca de intimidades, e a sutil competição, entre Urabe e Oka são elementos próprios do universo feminino. Algo que o anime consegue mostrar bem, embora o diretor Ayumu Watanabe tenha escolhido não exibir a perspectiva de Urabe, tornando a ainda mais misteriosa.
 

Urabe é uma garota misteriosa, pouco se sabe sobre ela, além do fato dela gostar de UFOS e coisas relacionados ao espaço. Ao decorrer dos episódios, são várias e várias referências gráficas a alienígenas, o que faz com que alguns desconfiem que Urabe seja uma força mística, o que não é verdade, Urabe é uma adolescente normal, apesar de que para os outros ela parece estranha.
 

Se no quarto de Urabe, nos temos espalhado por todos os cantos referências obvias a seres alienígenas que revela sua natureza estranha, no de Tsubaki, nos temos filmes clássicos Sci-Fis em forma de pôsteres, numa referência ao fato do garoto estar descobrindo um universo novo.
 
 

Planet Lex-kun - Nazo no Kanojo X
 

A saliva, como um componente de digestão, permite que você sinta o gosto dos alimentos. Mas Urabe têm um sistema digestivo "estranho" que não só permite que ela sinta o quê outra pessoa está sentindo, como também proporciona uma troca de experiências através de sua saliva. Uma baba que transmiti emoções, estados de espírito e até ferimentos.
 

Já o tema de abertura, nela nos temos os limões, um fruto amargo que libera uma grande quantidade de líquido (saliva) que por sua vez é a representatividade do beijo. Que gera certas curiosidades acerca do que é o sexo não apenas para Tsubaki, mas para Urabe também. Por que eles sonham com insinuações sexuais? Como chegaram a isso? Como Tsubaki fez uma conexão entre o néctar pegajoso de uma flor e baba de Urabe? Por que ele prová-lo? Os diálogos são ótimos, a química entre esses dois personagens é excelente, e até por isso nem sempre a resposta vem de forma didática, mas das interações entre os personagens.
 

Planet Lex-kun - Nazo no Kanojo X
 

Final details:
 

O desenvolvimento dos personagens, pouco a pouco vendo que eles vão percebendo que o quê os une, está além daquela saliva, mas que aquilo também desperta sentimentos assustadores em ambos e é dessa estranheza em lidar com esse desconhecido que a série trata e trata de forma esplendida.
 

Nazo Kano se desenrola de forma lenta, gradual e progressiva, mas altamente fixado em seu tema, no que podemos ver que certamente a série parece ser um passeio pela década de 80 e 90 com efeitos de animação belíssimos, e é isso que dá força ao seu enredo. 
 

Planet Lex-kun - Nazo no Kanojo X
 

Ainda assim, com um conceito tão bacana e uma execução que acabou ficando acima da média quando o assunto era comédia romântica, há alguns tropeços. Tecnicamente, o estúdio Hoods cometeu alguns errinhos primários, como algumas legs na animação, mas ainda assim, nada que afete o aproveitamento total da série. E animação embora apenas mediana, no padrão de qualquer anime TV, está acima da média e com bom destaque. Outro ponto positivo é o belo filtro de imagem aplicado em algumas cenas que às vezes deixam as cores ainda mais vivas. NazoKano é uma comédia romântica bem diferente das que encontramos normalmente, se centrando nos protagonistas.
 

Afinal, ver o progresso sutil na relação desse casal estranho e suas descobertas, seus conflitos, seus acessos possessivos uns com os outros, é onde se concentra toda a graça da série, que se destaca ainda mais em todos os elementos típicos dos romances.

Por fim, a seguir, vocês ficam com a opening Orchestra of Love e a ending Promessa Afterschool de Nazo no Kanojo X:

 

 

😒

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo