Pular o menu

Arquivo JH

Planet Lex-kun – Glossário de Curiosidades

:: 7 minutos de leitura

Algumas curiosidades que talvez vocês otakus e otomes possam ou não saber e se informar!

LexusAutor(a)

Planet Lex-kun - Glossário de Curiosidades
 

Yo minna-san! Com o retorno de minha coluna após um período de hiatus (brincadeira) venho estrear um pequeno especial: Glossário de curiosidades otakus (a maioria dos leitores deve conhecer quase todos… Eu espero), assim trazendo a vocês uma leitura mais light e com um novo tipo de entretenimento que está por vir (aguardem novas surpresas excitantes).
 

Outro fato importante a se destacar é que a minha coluna mudou de nome recentemente (de Planet Ecchi para Planet Lex-kun), tendo isso em mente, mostra o fato de que minhas colunas não vão mais falar apenas sobre ecchi, mas sim, de um completo "mundo novo" que decorrerá agora em minhas colunas. Mas não fiquem assustados queridos leitores, o meu, o seu e nosso querido ecchi ainda será muito bem escrito por mim nesta coluna, só estou mesclando um pouco mais os temas devido a certas circunstâncias.
 

Sem mais delongas, com vocês, a coluna semanal do Planet Lex-kun:
 

GLOSSÁRIO DE CURIOSIDADES:

 

PERÍODO EDO: Período histórico japonês que durou de 1600 a 1868, considerado a era do ouro dos samurais.
 

HEMORRAGIA NASAL: A epistaxe ou epistaxis (hemorragia nasal) pode ser causada por alimentos vasodilatadores como chocolate, pimenta, vinho e queijos. É mais comum ocorrer em crianças entre 8 e 12 anos e em adultos com hipertensão. No imaginário japonês, é sinal de excitação sexual, devido à ativação da circulação sanguínea.
 

FUTON: Colchão ou edredom típico japonês. Tem cerca de 5 cm de espessura e é preenchido com algodão ou material sintético. O colchão também pode ser chamado de “shikibuton” e o edredom, de “kakebuton”.
 

TANUKI: Animal semelhante ao guaxinim, da espécie Nyctereutes procyonoides. Na mitologia japonesa, o tanuki é uma criatura muito esperta: mestre em disfarces, ele consegue mudar sua forma magicamente. Além disso, gosta muito de beber saquê e, por isso, sempre é retratado segurando um jarro de saquê e um bloco de contas de bares, as quais ele nunca paga. Um exemplo típico de um Tanuki é visto no anime Inu x Boku SS, sobre o personagem Watanuki, além do trocadilho com seu nome, a sua “forma paralela” é a própria imagem retratada de um Tanuki.
 

 Planet Lex-kun - Glossário de Curiosidades 
 

HIKIKOMORI: Do japonês, “isolado doméstico”, termo usado para descrever o comportamento de pessoas que se isolam em casa por longos períodos, sem nenhum contato interpessoal. Tornou-se um fenômeno social no Japão.
 

STALKER: Do inglês, “perseguidor”. Refere-se a pessoas que, por algum motivo, se interessam obsessivamente por outra(s), e passam a observála(s) e seguir seus passos, descobrem informações pessoais, frequentam os mesmo lugares, etc.
 

TIPO SANGUÍNEO: No Japão, acredita-se que o tipo sanguíneo de uma pessoa tem influência sobre sua personalidade, como os signos do Zodíaco no Ocidente. Embora sem comprovação científica, a crença faz parte do cotidiano japonês a ponto do tipo sanguíneo de uma pessoa ser levado em conta em entrevistas de emprego, na escolha de parceiros para relacionamentos amorosos e até na seleção de candidatos para eleições.
 

…-BOU: Abreviação de “bouya”, do japonês, “garotinho”. Termo coloquial para “moleque”, “garoto”, “garotinho”. 
 

…-CHAN: Terminação que revela um tratamento íntimo, carinhoso e até infantil, reservado às meninas, crianças, e para compor apelidos. 
 

…-KUN: Do japonês, tratamento equivalente a “san”, próprio para meninos. Alguém em posição de comando também pode utilizar “-kun” ao se referir a uma mulher subordinada.
 

Porém, quando um homem trata por “-kun” uma mulher de mesma posição hierárquica, demonstra que a vê como uma igual ou como se fosse outro homem.
 

…-SAN: Do japonês, “senhor”, “senhora”, “senhorita”. Tratamento de respeito, usado quando não há intimidade.
 

ONEE-CHAN: Do japonês, “irmã mais velha”, dito de forma íntima, porém respeitosa. Também usado como forma carinhosa de chamar uma garota que seja mais velha.
 

ONII-CHAN ou NII-SAN: Do japonês, “irmão mais velho”, dito de forma íntima, porém respeitosa. O prefixo “o-” e o sufixo “-san” indicam respeito; o sufixo “-chan” indica intimidade. Também é uma maneira carinhosa de chamar uma pessoa mais velha do sexo masculino com quem se tem intimidade.
 

     Planet Lex-kun - Glossário de Curiosidades     
 

SENPAI: Do japonês, “veterano”, usado ao se referir a alguém que entrou na escola ou empresa há mais tempo ou com mais experiência na área. Usado junto ao nome, indica hierarquia. 
 

CLUBES: Nas escolas japonesas, o horário de aula nos níveis equivalentes ao Fundamental e ao Médio é complementado com atividades extracurriculares conhecidas como “clubes”, organizados pelos alunos e supervisionados pelos professores. Sua função é permitir que o aluno compartilhe com outras pessoas um gosto pessoal, tenha alguma atividade física ou inicie seu envolvimento com a profissão que pretende exercer no futuro. Há clubes de atividades esportivas (futebol, beisebol, basquete, atletismo, etc), trabalhos manuais (arranjos florais, carpintaria, corte e costura, artesanato, etc) e culturais (literatura, cinema, xadrez, jornalismo, etc). Não há limite para o número de clubes a que um aluno pode se associar, e a participação não é obrigatória, mas os alunos são incentivados a integrar ao menos um.
 

SISTEMA EDUCACIONAL JAPONÊS: Os termos referentes aos anos escolares japoneses foram adaptados para o antigo sistema educacional brasileiro por ambos serem divididos de forma bastante similar em três partes distintas, que servem de referência etária e cultural em ambos os países. No Japão, a vida escolar consiste em seis anos de“shogakkou”(dos 7 aos 12 anos de idade), equivalente ao antigo Ensino Fundamental, ou primário; três anos de “chuugakkou” (dos 13 aos 15 anos), de equivalência aproximada ao antigo ginasial; e três de “koukou” (dos 16 aos 18), similar ao antigo colegial brasileiro.
 

OBENTÔ: Obentô ou bentô como é mais conhecido popularmente, é uma espécie de marmita japonesa onde uma refeição completa é disposta dentro de uma caixa (obentô bako).
 

RAMEN: Um dos mais populares pratos do Japão, o Ramen tradicional japonês é bem diferente do instantâneo a que estamos acostumados aqui no Brasil. Seus ingredientes variam bastante de região para região, é consumido principalmente no inverno, e com uma rapidez inacreditável que só os japoneses detêm a técnica. 
 

ONIGIRI: O Onigiri também conhecido como Omusubi é um bolinho de arroz japonês geralmente em forma de triângulo envolto por uma folha de nori.
 

Ele pode receber vários tipos de recheio, mas tradicionalmente é recheado com Salmão frito, umeboshi, katsuobushi, ou qualquer outro tipo de ingrediente salgado ou azedo. No Japão o onigiri é encontrado em uma infinidade de lugares que vão desde lojas de conveniência, supermercados, feiras livres, casas de sushi ou até mesmo estabelecimentos especializados em onigiri chamados onigiri-ya.
 

DANGO: Bolinho japonês redondo e preso em espetinhos, feito de massa de arroz e coberto com molho de shoyu encorpado e levemente adocicado. 
 

NIKUMAN: Bolinho tradicional japonês com forma de trouxinha, cozido no vapor e recheado com carne de vaca, frango ou porco. 
 

  Planet Lex-kun - Glossário de Curiosidades  
 

SUSHI: Prato da culinária japonesa que possuí origem numa antiga técnica de conservação da carne de peixe em arroz avinagrado. O sushi tradicional é feito com arroz temperado com molho de vinagre, açúcar e sal, ao qual é combinado algum tipo de peixe ou fruto do mar, vegetais, frutas ou mesmo ovo. 
 

CHA-BASHIRA: No Japão, acreditasse que, ao se fazer chá diretamente com as folhas inteiras em água fervente (em vez de folhas torradas e trituradas), é sinal de boa sorte se alguma das folhas ficarem em pé. 
 

CURRY: Tempero originalmente indiano feito da mistura de diversas especiarias. No Japão, é mais suave e muito consumido em cozidos. O “Kare” japonês é normalmente servido com arroz, macarrão ou pão, mas o molho pode ser servido com uma grande variedade de verduras, legumes e carnes. 
 

MISSÔ: Pasta feita com soja, usada para temperos ou para fazer sopa missoshiro.
 

TAIYAKI: Taiyaki é um bolo japonês em formato de peixe. O recheio mais comum é o de pasta de feijão vermelho, que é feito com feijões azuki adocicados. Outros recheios comuns são os de creme, chocolate e queijo. Algumas lojas até vendem taiyaki com recheios de okonomiyaki, gyoza e salsicha.
 

OFFICE LADY (ou OL): No Japão, são mulheres que trabalham em escritórios e executam serviços gerais, como servir chá ou tarefas de secretariado. O cargo não exige alto grau de instrução e tem pouca expectativa de crescimento. 
 

IENES: Moeda corrente japonesa. Pela cotação média feita em outubro de 2011, o valor de ¥ 4 mil ienes correspondem a R$ 92,08. 
 

😒

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo