Pular o menu
 

Anime Matome

Indicação de anime: [C]: The Money of Soul and Possibility Control

:: 7 minutos de leitura

O que você está disposto a oferecer pelo dinheiro? Venderia sua alma pela fortuna?

TitaniaAutor(a)

Criação e Inspirações

[C]: The Money of Soul and Possibility Control, ou simplesmente C (vamos chamar assim, pois é mais fácil de entender e mais simples de falar), é um anime original para TV (ou seja, ele foi criado especialmente para ser transmitido como anime na TV). Ele foi ao ar em 15 de abril de 2011, terminando em 24 de junho do mesmo ano com 11 episódios apenas. Foi dirigido por Kenji Nakamura, com roteiro de Noboru Takagi.

Apesar de ser um anime original, seu roteirista Noboru Takagi se inspirou muito nos jogos da série Shin Megami Tensei e Persona. Podemos ver muitas semelhanças entre os dois universos, principalmente na parte dos personagens possuírem uma personificação do seu desejo para auxiliá-los em batalha. Em Persona e Shin Megami temos os Personas; no caso de C, essas criaturas são chamadas de Ativos.

Além de ter base na histórias de Persona e Shin Megami, C também levou como base uma história real: a falência do banco americano Lehman Brothers. Em 2008, o banco entrou em falência, e esse evento iniciou o que seria uma crise econômica em todo o país, pois o banco era o principal investidor do Tesouro Americano. A crise só foi cessada após a união de vários bancos ao comprarem partes e quitarem as dívidas do Lehman Brothers; um deles foi a principal companhia financeira do Japão, a Nomura Holdings.

Sinopse

Dinheiro é poder e, sem ele, a vida não tem sentido. Em um país cuja economia está em frangalhos, o estudante do segundo ano da faculdade de Economia, Kimimaro Yoga, entende muito bem esse fato, pois está cercado pela vida relativamente luxuosa de seus colegas e luta para sobreviver. No entanto, seu mundo muda de cabeça quando um estranho de cartola chega uma noite à sua porta com o nome de Masakaki. O visitante oferece a Kimimaro a chance de obter muito dinheiro em um lugar onde o dinheiro flui em abundância caso ele ofereça seu “futuro” como garantia.

A História

A história gira em torno de Kimimaro Yoga, um jovem de 19 anos que está cursando a faculdade de economia. Kimimaro é órfão e mora com sua tia, pois sua mãe morreu e seu pai saiu de casa e nunca mais voltou quando ele ainda era criança.

Seu sonho é terminar a faculdade e viver uma vida estável e comum, sem muitos problemas. Para conseguir se manter e pagar a faculdade, Kimimaro trabalha em dois empregos e ganhando bem pouco.

Kimimaro Yoga

Cada dia a mais que passa, fica mais difícil para Kimimaro, pois seu dinheiro é bem pouco, o que o limita até de convidar a garota que ele gosta para sair. Mas esse fato não é apenas a realidade do nosso protagonista Kimimaro, mas de todo o Japão. O país está passando por uma grande crise financeira, causando uma grande taxa de desemprego, crimes e suicídio.

Em uma noite enquanto estava em sua casa estudando, Kimimaro ouve a porta, e lá se encontra um homem misterioso de cartola dizendo que se chama Masakaki, que veio como representante da Divisão Comercial do Banco de Midas. Masakaki oferece uma oportunidade única a Kimimaro: a oportunidade de ganhar dinheiro de maneira efetiva (e não, ele não é revendedor Hinode). Ele diz a Kimimaro que, uns dias atrás, uma vaga de entrepreneur (empreendedor) foi aberta no distrito financeiro do leste e que ele foi selecionado aleatoriamente pelo destino para essa vaga. Tudo que ele precisa para conseguir essa vaga e ganhar muito dinheiro é oferecer o seu futuro como garantia; em troca, ele receberia uma grande quantia de dinheiro para iniciar os investimentos no distrito financeiro e a possibilidade de multiplicá-lo infinitamente.

Masakaki

Em C, quando você entrega seu futuro como garantia, você está aceitando que ele pode sofrer de leve a drásticas mudanças. Falaremos disso mais pra frente.

No dia seguinte, Kimimaro vai até um caixa eletrônico verificar a sua conta, e onde havia pouco mais de mil ienes agora havia mais de 500 mil. Durante uma conversa com um colega de trabalho, ele menciona que talvez seja um erro bancário e questiona se seria desonesto usar desse dinheiro. Seu colega diz que, no lugar de Kimimaro e na atual situação do país, ele usaria o dinheiro. Então, tentado pela necessidade de precisar de dinheiro, Kimimaro vai até o caixa eletrônico, saca um pouco da quantia, mas no momento que toca nas notas… uma voz ecoa do caixa eletrônico, mostrando na tela o logotipo do Banco de Midas. A voz vinda do caixa começa a tentar Kimimaro psicologicamente, usando da sua vontade de ter mais dinheiro, até mesmo usando a menina que ele gosta para isso. A voz diz a Kimimaro que a diferença entre ele e o namorado da menina que ele gosta é que ele é rico, e Kimimaro não. E completa: se ele tivesse dinheiro, talvez o pai dele não o tivesse abandonado.

Masakaki e o Cartão de Kimimaro

Então, Masakaki aparece na frente de Kimimaro e o entrega um cartão negro, que é o passe dele de entrada para o Distrito Financeiro. Em seu mais profundo interior, Kimimaro aceita a proposta de mais dinheiro em troca de seu futuro, e assim é levado por Masakaki pela primeira vez para conhecer o Distrito Financeiro.

O Distrito Financeiro é uma espécie de mundo paralelo ao mundo real. Eles não compartilham o mesmo tempo e espaço, mas todo lucro conseguido dentro dele é refletido diretamente no mundo real. O centro do distrito é a Praça do Banco de Midas, onde é possível ver todos os dados de ações de todos seus oponentes nos negócios, bem similar àqueles painéis com números e dados que vemos no pregão da bolsa de valores. Também é onde são feitos os investimentos e negócios com a ajuda dos Ativos (seres que te ajudam em combate), os mesmos sendo a representação de seus bens. Ao menos uma vez na semana, os entrepreneurs (falar Entres é mais fácil) são chamados para realizar transações chamada “negócios”.

Os negócios são combates diretos entre os Entres e seus respectivos Ativos, que são invocados usando seus cartões. O Ativo de Kimimaro se chama Msyu, que possui aparência de uma menina com chifres. Esses combates funcionam da seguinte maneira: os Entres possuem uma quantia de dinheiro e o usam para fortalecer seus Ativos. Quanto mais dinheiro usado, mais forte ficará o seu Ativo.

Msyu, Ativo de Kimimaro

A vitória do combate acontece quando um dos Entres perde o valor apostado ou quando chega à “falência”. Sem ter dinheiro para continuar a “investir”, o Entre é expulso do Distrito Financeiro para sempre.

A derrota nas “transações de negócios” sempre afetará o futuro dos derrotados. Quanto mais você perder dentro do Distrito Financeiro, maior será a mudança na sua vida no mundo real, maior será a mudança no seu futuro. E para aqueles que chegam à falência é de certa forma cruel, pois você pode perder literalmente todo seu futuro, perder tudo que você era, perder sua história, aqueles que ama e muito mais, por isso aqueles que chegam à falência muitas vezes optam pelo suicídio.

Minha Conclusão

A História de C é muito boa, pois cria um paralelo com a vida real, principalmente com o momento que estamos vivendo em 2020, caminhando para uma crise mundial. O anime mostra que o dinheiro move o mundo, dinheiro cria o poder, sem ele você não é ninguém nem nada. Mostra que a gente criou o dinheiro para nos servir, mas acabamos como servos dele.

É genial como é trabalhada a história e como cada ponto da ficção de certa forma se entrelaça com a vida real. Como o desejo de todos de conseguir ter uma vida tranquila e estável, como a tentação de ter mais dinheiro e como isso corrompe uma pessoa, como o dinheiro é capaz de manipular as pessoas, principalmente como o dinheiro pode construir sua vida e ao mesmo tempo destruir ela.

Por muitas vezes ele te faz questionar o que você faria no lugar do protagonista Kimimaro.

Por mais que C tenha tido um investimento baixo para produção — e isso refletiu em um anime um pouco corrido e com poucos episódios —, ele te dá ótima experiência. São apenas 11 episódios, mas cada um te dando mais vontade de continuar assistindo. Sempre quando tento explicar C para alguém, sempre me dizem que “parece meio complexo”, mas não é! Ele é do tipo que você só vai entender assistindo, então recomendo que assistam pois vai valer a pena!

😒
Voltar ao topo