• grupo radiojhero no facebook
  • chat

Especial - Dia de São Valentim: Você sabe o que é um Ship?

Data: Domingo, 14 de Fevereiro de 2016 - 12:32h Autor: Saylon Kaguya comentários

Especial Dia de São Valentim: Você sabe o que é um Ship?

Caro leitor(a) como vai? Bem-vindo(a) a nossa Coluna Hikari em 2016. O mês de janeiro foi toda da one-sama Otaku Jukebox, mas chegou a hora dessa imouto falar o que quer no novo ano.

Se você ainda não leu nenhuma matéria da redatora Musa-sama nas colunas Falando de Amor, Open Your Mind e Preview Otaku desta semana, vou lembrá-lo(a) que nesta data (14 de fevereiro) comemora-se em todo o Hemisfério Norte e em algumas localidades do Hemisfério Sul o Dia de São Valentim – santo católico que tem seu dia relacionado ao Dia dos Namorados. Isso porque era nessa mesma data que o Império Romano (e os gregos) celebravam o Festival do Amor de Vênus (Afrodite) a deusa do amor.

“Afrodite! Afrodite! A deusa do Amor!”

―Musas

( Hércules, desenho animado dos estúdios Walt Disney)

Lembrou-se desta canção? Se sim estamos ficando velho...

Voltando ao assunto, sabemos que o Japão se localiza no Hemisfério Norte, logo por lá essa relação é efetiva. Assistimos diversos animes de diversos gêneros e sabemos que na Terra do Sol Nascente é tradição as garotas darem chocolates (de preferência feito por elas) aos garotos com a maior dedicação principalmente quando o crush está na jogada (sabia que um dia teria a oportunidade de usar esse termo devidamente).

Vivenciamos isso tanto nos animes que já nem é surpresa! Bom, no momento estou solteiro (E não! Não vou mendigar alguém ao longo da matéria!) e estou apenas curtindo os ships, coisa que adoro. Shippar aquele casal no anime (vale yuri ou yaoi se você preferir) alivia a tensão dos sentimentos e alegra a alma. Afinal de contas: Quem não adora shippar? Quem nunca shippou que atire a primeira pedra.

O ship é emocionante para mim e vale muito para a narrativa. Mas o que é “ship” você vai conferir agora uma explicação especial sobre esse termo e prática vivenciado em diversos fandons (assim como na cultura otaku) com alguns exemplos marcantes.

Vamos lá! Antes deixa eu chamar nossa companheira de texto. Ela se faz presente mais uma vez em uma parceria show a fim de trazer um bom conteúdo para vocês. É claro que estou falando da redatora Fany-chan!

Yo minna, aqui estou eu novamente me intrometendo numa matéria do Saylon, mas essa eu simplesmente não consegui resistir. Quando ele comentou no nosso grupo que ia produzir uma matéria sobre ships, minha personalidade shipper teve que comentar e sugerir/ajudar (nem que seja só um pouquinho) esta matéria que está maravilhosa. Então vamos lá?

Valeu Fany! Então Let's Go!

Especial - Dia de São Valentim: Você sabe o que é um Ship?

(Quando seu ship vira realidade :3)

Shipping é um neologismo criado nos anos 90 pelos fandons de séries norte-americanas para retratar seus gostos pelos relacionamentos amorosos e de amizade entre seus personagens preferidos. Como é um neologismo, o termo é derivado do inglês relationship (relacionamento em português) e se derivou em diversas vertentes e níveis. As duas principais são: ship e friendship.

O friendship é literalmente traduzido como relacionamento de amigo, amizade. Essa vertente ficou dedicada apenas para aquelas amizades inesquecíveis. Exemplos no mundo dos animes são Goku e Vegetta (que embora não sejam amigos no cotidiano são encarados por alguns fãs dessa forma), Shiryu e Hyoga (na Sada de Hades em CDZ eles não desgrudavam); Yoruichii e Kisuke (do anime Bleach, provando que o friendship não está preso a pessoas do mesmo sexo).

Mas o que nos interessa é o Ship.

A arte de shippar (torcer por um casal) é executada pelo shipper (aquele que torce por um casal). Logo este que vos fala é um shipper confesso. No Wikipédia nos é apresentado um dado que exemplifica o possível momento de surgimento da ideia e do uso do termo ship:

"Acredita-se que a palavra 'shipper' tenha surgido entre os fãs da série Arquivo X, que já usavam esse termo em 1996 para determinar aqueles que viam uma ligação romântica entre os agentes Fox Mulder e Dana Scully indo contra outra parcela dos fãs que se autodenominavam NoRomos (No Romance) e insistiam que a série não precisava de romance."

Existem – pelo menos que eu conheça – sete tipos de shipping:

 

1. Canon Ship 

O Canon Ship é um casal que de alguma forma foi pré-estabelecido na história original. Se o autor deixou claro que esses dois personagens estão, irão ou poderão ficar juntos, eles são Canon.

Narrativa de animes que se enquadram nessa classificação são em sua maioria shoujos (Ex.: Ao Haru Ride, Toradora, Akatsuki no Yona, Akagami no Shirayuki Hime etc.) onde o relacionamento entre as personagens é o foco do enredo e se desenvolve a cada etapa mexendo com a perspectiva dos telespectadores.

O Canon Ship também pode ser encontrado em outros gêneros de animes como o shounen e o ecchi, mas em casos específicos (Ex.: Naruto e Hinata em Naruto Shippuden; Natsu e Lucy em Fairy Tail; Shidou e Tohka em Date A Live; Shiro e Saber em Fate / Stay Night e etc.) onde por pressão popular, indicação, proposta da narrativa como fuga, o elemento do casal romântico aflora – em níveis que vão desde a existência de fato de uma troca de sentimentos ou apenas um crush por parte de uma das personagens – e que por sua vez pode ter influência para o desenrolar da série ou não.

Vale lembrar que o ship não significa que os casais ficarão juntos. É apenas uma relação de afeição para com uma particularidade da narrativa (mas muitos ships, principalmente Canons possuem grande chance de se tornarem realidade :v).

Canon Ship em que o casal termina junto – (Exemplo: Kirito e Asuna em Sword Art Online)

Na primeira temporada de SAO, onde o ship e o feels bate na alma, duas cenas marcantes nos prendem em grilhões ao casal apaixonado Kirito e Asuna. Mas a cena acima é para mim muito especial, pois não esperava algo tão bonito. KirixSuna nem de longe foi o meu primeiro ship, mas se tivesse que dar um TOP 3 estaria lá sem dúvida. Um casal que dá certo no anime – que não morra ninguém ou fique apenas na especulação – é uma vitória para mim.

A saga de Canon Ship segue com um combo Fairy Tail – o maior fornecedor de ships da atualidade!

Erza e Jellal

Nunca odiei tanto o Jellal como neste momento. Nem mesmo quando ele matou o Simon. Quando tudo parece que vai dar certo... ELE DESCARADAMENTE MENTE, ENTENDE! DESCARADAMENTE! E me tira a oportunidade de ver um BEIJO maravilhoso!

Natsu e Lucy

Nesse dia me tornei fã da Asuka, mas a Lucy não coopera! E olha se fosse o Natsu eu nem dizia nada, mas ela bancando a recatada...

Gray e Juvia

Não é a melhor cena porque o ship supremo está no mangá onde Gray prometeu uma resposta aos sentimentos de Juvia...

Há ainda vários ships que não são Canon em Fairy Tail: NatsuxLissana, GrayxLucy, LionxJuvia... Shiro Mashima-sensei é um shipper profissional! Hahahaha.

Entendido esse tipo de ship, você pode comentar depois outros que lembre ao fim da matéria.

 

2. Cult Ship 

Cult Ship é um casal que não foi estabelecido no seriado. É o oposto de Canon Ship, pois não existem evidências românticas entre eles. Também são mais chamados de Fanon Ship.

Essa modalidade de ship é muito comum entre os fandons, pois muita gente às vezes não aceita os casais formados pelos autores/mangakás. Isso acontece porque há casos em que os relacionamentos envolvem mais de uma pessoa e temos o protagonista indeciso entre escolher sobre quem ficará no final: o crush, o outro membro do triângulo, do quarteto, do quinteto... E aí os fãs acabam se identificando com um par, que pode não ser o resultado final ou o escolhido pela maioria.

O Cult Ship abre também há possibilidade do crackship (torcer por casais de narrativas diferentes) e/ou o entre casais yaoi, yuri, lolicon, shotacon e até mesmo harém (tem ship de todo jeito!) já que não existe limite para a imaginação. Tem-se que se esclarecer que o yaoi/yuri ship não necessariamente é Cult Ship. Em narrativas voltadas para esse público elas serão encaradas como Canon Ship, mas tem uma definição específica que veremos mais à frente.

 

3. Ghost Ship

É a denominação para ships onde um ou mais (ou todos) os participantes de um ship morreram no decorrer de uma história. Esse é o tipo de ship mais triste e desafiador para o shipper. Porque esta modalidade necessariamente começa como um Canon Ship, mas por decorrência da própria narrativa é interrompido. Um exemplo marcante nos últimos tempos foi a morte do Priest Manato em Hai to Gensou no Grimgar (anime da Winter Season 2016), que já dava os primeiros passos para um belo ship com a colega de party Shihoru.

Clássico também é o casal Arima Kousei e Miyazono Kaori (Shigatsu wa Kimi no Uso), que termina de forma melancólica com a morte prematura da pequena violinista.

Basicamente esse Ghost Ship é uma quebra nos sentimentos de um shipper, que pode se revoltar e migrar para um Cult Ship a fim de amenizar suas frustrações. Porque afinal de contas: Quem ficaria feliz com a morte de alguém especial?

Ghost Ship me deixam muito irritado, mas muito mesmo (Exemplo – Saber e Shiro em Fate / Stay Night)

Sim eu odeio Ghost Ship! Porque já basta eu na fossa. Ter que aturar o meu casal favorito se separando é lastimante. Muitos são fãs da tsundere Rin Tohsaka, mas eu sou mesmo é um “servo” – trocadilhos à parte – da Saber. O babaca do Shiro não merece ela, mas eu shippava assim mesmo.

Outro Ghost Ship (embora eu não considere, mas a comunidade otaku valoriza muito) é Otonashi e Kanade (Angel Beats). Cara, eu sempre soube que não ia rolar...

O único Ghost Ship que até hoje eu considero é o recente Kousei e Kaori em Shigatsu wa Kimi no Uso. Me entristece saber que eles nunca poderão ficar juntos, mas o feels, o feels... Confira:

 

4. Slash

Como prometido este é o tipo de ship determinado exclusivamente para os fãs de yaoi/yuri. Não, não é segregação preconceituosa, mas sim uma classificação didática para fins de explicação. Pertencem a esse grupo de ship os casais homossexuais, sendo slash a versão masculina e femslash a versão feminina.

O termo surgiu nos anos 70 com fanfics sobre Spock e Capitão Kirk de Star Treck (Jornada nas Estrelas), pois os autores das fanfics utilizavam uma barra (/) que em inglês chama-se "slash" para escrever os nomes dos personagens na descrição das histórias.

Em linhas gerais, não há nenhuma diferenciação para as demais propostas de ships (Canon, Cullt e/ou Ghost), já que a ideia é a mesma: torcer por um casal. Para quem simpatiza com a causa (e os gêneros de apelo a comunidade homossexual) é um ponto de fuga dos já manjados ships das narrativas dos animes ditos “tradicionais”.

Existem muitos, eu imagino, casos de Slash Ship nos animes e entre os fãs de animes. Eu particularmente não acompanho animes dos dois gêneros. Raramente – e estou falando sério – assisto algum Yuri e sempre que assisto surge aquele ship...

Como foi o caso recente de Vakyrie Drive com as protagonistas Mirei e Mamori (um belo exemplo de Canon e Slash ship). Mas foi em Cross Ange (série original que perpassa o drama, ecchi, yuri e mecha) que encontrei um slash ship que curti muito.

A protagonista Angelise (Ange) tem um namorado (Tusk) com que foi bem longe, bem longe mesmo se é que me entende. Mas ela despertou o interesse da amiga de batalha Hilda. Quando Hilda se confessa Ange reage de uma forma tão amorzinho! Veja e me diga se não tem como shippar (e aqui seria um Cult e Slash ship).

Um Slash ship masculino clássico é entre Yukito e Touya em Sakura Card Captors que apesar de não ser tão na cara, são sim um casal e até bem fofo, tanto no anime quanto no mangá eles demonstram ser bem próximos e gostarem muito um do outro. :3

 

5. OTP

Em inglês: One True Paring (na tradução literal um "único casal verdadeiro"). Um OTP é o seu casal favorito, ou seja, aquele casal que você torce mais para que dê certo do que seus outros ships. Geralmente um casal que você dedique mais o seu tempo para discussão e/ou criação de conteúdo que o resto dos casais que você torce.

Nem preciso dizer, mas já dizendo, esse é a modalidade de ship que acredito que 99,9% (sem nenhuma pesquisa me referendando rsrsrs) dos shippers praticam, pois todos nós temos um casal que amemos bem mais do que nossa própria vida amorosa (Eu mesmo não namoro ninguém que não shipparia NarutoxHinata, KiritoxAsuna e atualmente MegumixSouma. Eu não poderia amar alguém que não compartilha desse sentimento rsrsrsrs... Brincadeirinha – mas tem verdades dentro dela – minha cara metade tem direito de discordar dos meus ships, mas terá que aturar o fato de que eles são importantes para mim kkkk)

Assim, um OTP é o ápice do ato de shippar.

O meu OTP do momento é MegumixSouma de Shokugeki no Souma. Não consigo aceitar o fato de que a cada 10 fãs desse anime, 7 são shippers de ErinaxSouma. Quem acompanha no mangá (que nem eu) sabe que muita coisa está acontecendo e parece que se encaminha uma aproximação de Erina e Souma. Entretanto isso não significa nada. Pode até ser que esse seja o Canon Ship da narrativa, mas eu prefiro mesmo Megumi e Souma pela relação de amizade e comprometimento existente entre os dois (mesmo com toda a zoeira do cozinheiro mirim). Simpatizo com a forma como eles se tornaram uma dupla, que se compreende e compartilha dos momentos felizes e difíceis juntos.

Parece até que estou falando de um casal de noivos né? Pois é, esse é o nível que um ship pode chegar. A forma como ele surge é bem inocente e por isso você não consegue deixar de torcer por eles. O Souma é o típico protagonista que não se liga muito nessas questões amorosas, mas se até Son Goku teve seu final feliz...

O ship MeguxSouma é forte em um momento tão bonito como esse:

Originado por uma atitude que conta com 100% do meu respeito:

E se amplia mesmo quando você nem espera:

E no mangá, que tem mais coisa! Aí meu core...

 

Eu queria me intrometer falando do meu OTP, mas o Saylon já vai citá-lo mais a frente, então deixo as honras a ele. Só quero deixar aqui que InuxGome é um dos casais mais legais para se shippar, porque eles evoluíram como personagens juntos, deixando tudo mais fofo. (CUIDADO SPOILER!) Portanto, o beijo no final do anime que não existe no mangá é sim uma prova de que esse shipp é real, ok? Inukyous. (rs)

Como subdivisão de OTP, existe o BROTP, que seria basicamente aquele personagens que são muito amigos e que poderiam facilmente tornarem-se um casal (mas que na realidade não é um casal). BROTP é uma mistura das palavras bromance e OTP, e pode ser tanto entre homens como entre mulheres. Grandes exemplos de BROTP são Naruto e Sasuke, que até se beijam, sem querer, claro (!) e Yamato e Taichi, onde os dois vivem discutindo e “brigando”, mas quando tudo dá merda eles se unem como verdadeiros amigos e até fazem seus digimons evoluírem para Omegamon. Esta cena de Tri descreve bem o que estou dizendo.

Vale lembrar que o BROTP é como o OTP, então não é qualquer amizade que pode ser considerada, tem que ser aquelas que marcam mesmo.

 

6. Crackship

Uma relação incomum e improvável, pode envolver qualquer tipo de personagem e qualquer fandom. Traduzindo: é eu querer um ship entre a Juvia Lockser (meu crush em Fairy Tail e atualmente o ship mais intenso que vivo, pois sou GraJu e não abro!) e Roronoa Zoro (One Piece). Por alguma razão há quem faça essas conexões malucas! Esse eu considero a modalidade mais bizarra de ship, pois fazer crossover entre personagens só para alimentar uma fantasia romântica e/ou erótica é extremo.

Não estou recriminando quem faz isso, apenas manifestando um pensamento. Afinal de contas o ship é seu mesmo!

 

7. Anti-Ship

Por fim temos uma modalidade que também está diretamente vinculada às narrativas. Nem sempre um casal se encontra e se ama à primeira vista. Se odiar também é uma opção. O Anti-Ship é quando os personagens que você shippa são totalmente opostos um do outro. Um exemplo clássico é InuYasha e Kagome – que são completamente diferentes quando se conhecem – mas acabam se amando loucamente... Ai meu core! Esse foi meu primeiro ship!

Esta cena é do Segundo filme da franquia “InuYasha e o Castelo por trás do Espelho” para mim o melhor dos quatro lançados. Se tem um anime que merece uma remasterização... Esse beijo... É muito amor!

Outro exemplo fofo de anti-ship é Shizuku e Haru de Tonari no Kaibutsu-kun que possuem personalidades bem diferentes e, por isso, vivem discutindo, o interessante neste ship é que bem no início do anime Haru se declara para Shizuku e essa ignora e logo depois ocorre o contrário e nesse meio termo eles ficam se odiando e amando até finalmente chegarem num consenso.

 Especial - Dia de São Valentim: Você sabe o que é um Ship?

(Como não amar esses dois?)

Todo Anti-Ship pode ser Canon ou Cult, às vezes OTP e raramente Ghost Ship (eu não lembro de algum desse tipo agora).

 

EXTRA!

Antes de encerrar essa matéria vou trazer a maior novidade no universo dos ships de animes da atualidade. Por mais incrível que pareça é em Pokémon que temos o ship mais conceitual já visto. Isso tem várias razões.

A 6ª geração do anime Pokémon (Pokémon XY e Pokémon XYZ) nos apresentou a pequena Serena uma treinadora de Pokémon que conhece Ash (Satoshi) desde a sua infância, quando foi salva por ele. É aqui que surge um caso exclusivo de ship: o AmourShipping.

 Segundo o site Bulbapedia (wiki específica sobre Pokémon):

"AmourShipping é o conceito usado para definer o relacionamento entre Serena e Ash entre os fãs de Pokémon. O nome é derivado da palavra francesa “amour”, que significa “amor”. Ele foi escolhido devido a região de Kalos (onde se passa essa parte da história), que é inspirado na França (país conhecido por sua atmosfera romântica). Este ship é tão popular quanto os demais já vividos ao longo de 20 anos (PokéShipping – Ash e Misty), (AdvanceShipping – Ash e Mei) e (PearlShipping – Ash e Dawn).

No entanto, AmourShipping é o único apoiado pela maioria dos fãs devido ao fato de que há a confirmação de Serena tem uma quedinha por Ash, bem diferente dos outros onde se criava fora da narrativa a ideia de um Cult ship entre os casais."

Especial Dia de São Valentim: Você sabe o que é um Ship?

Se atualmente tem coisas a serem ditas sobre Pokémon, AmourShipping está no TOP 3 das discussões em diversos fóruns. Eu shippo também!

Então é isso! Agradeço a participação da Fany-chan nessa matéria. Eu sou um shipper doente. Vivo de fazer ship em animes. Se o anime não me deixa shippar ninguém eu abandono fácil.

Especial - Dia de São Valentim: Você sabe o que é um Ship?

(I don't care, I ship it. kkkkkkk)

Deixa destacar antes que ship também tem outro sgnificado. A palavra também quer dizer "navio" então quando for ler um texto em inglês cuidado com o contexto na hora de traduzir. Crush também tem outro significado. Não é só expressar uma "quedinha", mas é um verbo (to crush) e um substantantivoque quer dizer esmagamento.

Encerro agradecendo e pedindo que comente o que achou e quais os seus ships prediletos e agora fiquem com uma paródia de Not Literally sobre ships bem legal com vários exemplos dos tipos de ships citados aqui.

Feliz dia de São Valentim!

Qual foi a melhor AnimeSong do primeiro semestre de 2017?
INNOSENSE - FLOW
Barricades - H. Sawano
Shinzou wa S. - Linked Horizon
Gravity Wall - H. Sawano
Ver resultado

46 votos até o momento.

Ajin Demi Human - Teaser Trailer Video: Ajin Demi Human - Teaser Trailer
TOP - PARCEIROS:

Seja Parceiro! Heróis no Papel Camiseta da J-Hero Dragon Ball Limit-F Otaku Store

+ Parceiros:

SPLATOONBRASIL Rede Tsuzuku Oruske Downloads Super Onze Downloads Central Animania Blog do Gusta Fansub Anime Land Nintendista Oficial Animes Torrents HI Animes Online Hyrule Legends - Zelda.com.br Animes Darker Tokyo Ghoul Project SuperScan Anime Mix Aenianos Fansubber Pingo no Baka Otaku Nyan Scan Otaku World XD MangáMania

Clique aqui para ver a lista completa