Paraíso Otaku

Terror, Desespero e Torturas nos esperam na franquia: Corpse Party. Confiram!

:: 8 minutos de leitura

Para os sádicos de plantão, ou não, trazemos uma matéria especial sobre uma franquia que fez muito sucesso, porém não foi tão comentada quanto SNK. Venham conhecer!

😒

Terror, Desespero e Torturas nos esperam na franquia: Corpse Party. Confiram!

“Neste mundo, não há nada mais frágil do que a amizade. Eu acho que todos nós experimentamos a dor de perder os amigos que tinha que ir para muito longe, ou a ansiedade de perdê-los por causa de diferente universidade, namoradas/namorados, argumentos … tanto faz.

Se há alguém que você gostaria de ser amigo para sempre, então deixe-me apresentar um novo encanto Eu encontrei em todo o local da cidade de Fukuoka, “Sachiko para sempre”. Se realizada corretamente, concede-lhe a amizade eterna, mesmo os de longa distância.

Para este encanto, você tem que chamar o espírito de Sachiko, uma aluna de 7 anos que foi dada como desaparecida na década de 1960 após a morte de sua mãe. É o forte vínculo entre eles, que serão distribuídos entre você e você amigos.” – Naho Saenoki

Alguém disposto a fazer? 100% de garantia que vocês ficarão com seus amigos para sempre…na escuridão eterna. Muahuhauhauha

Enfim, desculpe-me a maldade, mas achei que seria uma boa forma de começar essa matéria especial sobre um anime que vi e viciei. Gostei tanto que assistia ele enquanto andava pelos corredores do meu colégio, apenas para não interromper a animação.

Terror, Desespero e Torturas nos esperam na franquia: Corpse Party. Confiram!

Vamos para o que interessa: Corpse Party. Porém não sei por onde começar, se é pelos OVAs ou pelo game. Enfim, vamos do inicio de tudo, então.

Mas antes fiquem com a opening de Corpse Party: Tortured Souls:


Corpse Party iniciou como um RPG, originalmente feito por Makoto Kedouin, ou Kedwin, (um estudante de 22 anos) e lançado no dia 22 de abril de 1996. Mais tarde, em 3 de outubro de 2006, foi lançada uma releitura do game (chamada de Corpse Party NewChapter).

Em seguida veio Corpse Party BloodCovered, a adaptação para PC e Corpse Party – BloodCovered RepeatedFear, para PSP. No dia 02 de agosto de 2012 foi lançado um game spin-off chamado Corpse Party The Anthology: Sachiko no Ren’ai Yuugi ~ Hysteric Birthday 2U.

Tudo gira em torno de alguns personagens (reunidos em um grupo) e um feitiço de “união eterna”. “Sachiko Ever After” é o nome desse ritual e foi encontrado por uma das garotas no blogLink externode Naho Saenoki (vide trecho citado acima na matéria).

Basicamente consiste em desenhar um boneco e cada um dos participantes deve segurar uma parte do mesmo e puxar de uma vez só, assim nunca irão se separar, mesmo distantes. Porém não é tão simples quanto parece.

Terror, Desespero e Torturas nos esperam na franquia: Corpse Party. Confiram!

Antes de rasgarem o boneco, cada um deve repetir a frase “Sachiko, por favor” com a mesma quantidade de participantes e, mais uma vez, para a própria Sashiko. Caso alguém não cumprisse… Bom, isso fica para vocês descobrirem sozinhos.

Esse é o enredo principal dos games, dos OVAs e dos mangás que citarei agora.

Corpse Party: Blood Covered (2008) – O primeiro mangá

Esse mangá foi lançado no ano de 2008 e teve como autor Kedouin Makoto, além de Shinomiya Toshimi para a arte. Possuindo 24 capítulos, essa obra abrange o mesmo enredo que o restante da franquia, ou seja, não revelarei aqui, para não estragar o resto da matéria.

Corpse Party: Book of Shadows (2011) – A sequência

Essa obra possui o mesmo autor que o primeiro mangá, porém a arte ficou por conta de Orie Mika. Basicamente é uma sequência de Corpse Party: Blood Covered, lançado em 2011, e que possui apenas 5 capítulos.

Terror, Desespero e Torturas nos esperam na franquia: Corpse Party. Confiram!

Corpse Party: Missing Footage (2012) – O Prólogo

Esse é um OVA bônus criado juntamente com o jogo (Corpse Party: 2U) e possui um único episódio de pouca duração. É importante ressaltar que, para aproveitar toda a franquia, deva começar por esse prólogo, porém eu assisti o Tortured Souls e logo após o Missing Footage e, garanto, achei melhor assim (talvez tenha sido porque achei que deu um “tcham” final em tudo).

Dirigido por Akira Iwanaga, teve como estúdio responsável Asread e, pelo roteiro, o famoso Satou Shouichi (Mirai Nikki), um que merece o meu respeito. Discordem o quanto quiser, mas eu amo Mirai Nikki e acho uma das melhores produções que eu já vi (Querido Lelouch, nem pense em dizer nada).

Ele consiste em relatar o cotidiano de Satoshi Mochida e seus amigos antes da tragédia que viria logo em seguida. Sem contar que possui, também, alguns spoilers e flashbacks do que seria a “maior tragédia de toda a história”, ocorrida na Heavenly Host Elementary School.

Esse OVA até que não chega a ser tão forte quanto o que virá logo em seguida, nem quanto ao game original, porém ainda escutamos os gritos de desespero, vemos o sangue jorrar, o barulho do esquartejamento e até o sufocamento com o próprio sangue das vitimas.

Terror, Desespero e Torturas nos esperam na franquia: Corpse Party. Confiram!

Infelizmente há a censura nesse prólogo, acho que para não dar muito mais “spoiler” até as próximas edições. Afinal, é um OVA bônus, como o próprio nome diz e os produtores ainda tinham muitas ideias mais pra frente.

Muito emocionante para alguém que curte um bom terror e sadismo (que não é o meu caso, óbvio). Se acham que Higurashi é um anime pesado, ou até Elfen Lied, assistam Corpse Party e se deliciem com a tortura e sofrimento de pobres crianças que foram sequestradas pelo próprio diretor e mortas por… Opa! Ainda não.

Corpse Party: Tortured Souls (2013) – o “grand finale”

Agora iremos finalizar com o que eu intitulei de “grand finale”, porém rezo que não termine por ai e façam uma série maior. Esse OVA possui um total de 4 episódios e se baseia em ser uma adaptação do game que citei logo acima, o Corpse Party BloodCovered.

Terror, Desespero e Torturas nos esperam na franquia: Corpse Party. Confiram!

Inicia-se com o grupo de amigos já na escola, chamada de Academia Kisaragi, para a despedida da colega que tanto prezam (vão entender aqueles que virem Missing Footage). Aqui já podemos desfrutar do desespero e terror em uma forma mais nítida, então comecemos a diversão…

Nesse grupo estão: Satoshi Mochida, sua irmãzinha Yuka Mochida, Naomi Nakashima (melhor amiga de Seiko e vice versa), Ayumi Shinozaki, Yoshiki Kishinuma, Seiko Shinohara, Mayu Suzumoto, Sakutaro Morishige e a professora Yui Shishido.

Reunidos em uma sala do colégio, começam a contar uma terrível história de um antigo colégio que se encontrava no mesmo local em que hoje é a Academia Kisaragi. No ano de 1953, durante um dia normal, várias crianças que estudavam ali foram sequestradas e assassinadas de uma forma fria e terrível.

Todos os corpos foram encontrados, menos de uma aluna em especial. A partir dessa terrível tragédia, o colégio foi demolido e dizem que o local ainda permanece amaldiçoado pelos espíritos de todos que morreram ali.

Após o compartilhamento dessa história assustadora, todos tristes pela partida de Mayu, seguem a ideia de Ayumi e realizam o ritual da Sachiko, porém o que ninguém esperava era que houvesse um terremoto em seguida e levasse todos para o antigo Heavenly Host Elementary School, a escola que, realmente, fica abaixo do colégio deles.

Terror, Desespero e Torturas nos esperam na franquia: Corpse Party. Confiram!

Cada um foi para um respectivo lugar (em dimensões diferentes) do colégio e agora lutam para não ceder ao desespero que o ambiente fornece. Fantasmas decapitados, com olhos furados, órgãos internos à mostra e tudo o que se pode pensar, aparecem a todo o momento para assombra-los.

Além disso, vemos um fantasma incomum que os cerca e garante que ilusões os dominem para que eles se entreguem ao desespero completo, levando-os a cometer suicídios e assassinatos.

p.S.: Mesma produção que o  Corpse Party: Missing Footage.

Opinião da redatora

Simplesmente amei. Encontrei por acaso em um site de animes e resolvi arriscar para ver se seria bom o suficiente pra não me fazer droppar, resultado: Viciei e repassei para outras pessoas que, por sua vez, também não odiaram.

Comparado ao primeiro OVA, Tortured Souls é muito mais violento e sem nenhuma censura. Nele as torturas são mostradas de uma forma mais explicita e o sangue predomina por todo o local.

Terror, Desespero e Torturas nos esperam na franquia: Corpse Party. Confiram!

Me diverti muito com as cenas e, admito que algumas dá vontade de rir, porém outras são de rasgar o coração. Assistam por completo e saberão do que falo. Confesso, também, que me apaixonei pelo Yuuya Kizami à primeira vista (personagem que aparece durante a história).

Recomendo muito que assistam, principalmente os sádicos de plantão. Esse último OVA faz juz ao nome, acreditem. Embora tenha seus defeitos (trilha sonora não se encaixa, animação não tão caprichada, etc), é um bom anime.

Vocês Sabiam?

E, para finalizar, deixo uma pequena descoberta para vocês: Vocês sabiam que há um siteLink externofeito, especialmente, para a franquia? O sucesso é tanto que além de todas essas adaptações, até um site oficial resolveram lançar.

Ele está todo em inglês, então terão que improvisar para conseguir entender tudo, mas garanto que é muito legal. Deixei o link para vocês e espero que se divirtam. Antes, deixo avisado que eles pedem a sua data de nascimento antes de qualquer ação, sabe-se lá o porque.

Terror, Desespero e Torturas nos esperam na franquia: Corpse Party. Confiram!

Então, o que acharam? Prontos para atribuir mais um anime à lista? Deixem nos comentários se já assistiram ou se pretendem assistir. Quero saber a opinião de todos. E se encontrarem o jogo, por favor, me passem (sou noob, ainda não encontrei).

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo