Notícias em Geral

ESPECIAL: Jogos Olímpicos na J-Hero – Futebol em Super Campeões (Parte III)

:: 5 minutos de leitura

Na terceira matéria especial sobre as Olimpíadas, Esportes e Cultura Otaku falamos da paixão nacional: o futebol! Destaque para o craque dos animes Oliver Tsubasa!

ESPECIAL: Jogos Olímpicos na J-Hero - Futebol (Parte III)

 

Dando sequência ao nosso especial sobre os Jogos Olímpicos na Cultura Otaku vamos falar de mais um esporte que faz sucesso entre os japoneses no anime e na vida real: o futebol.

Antes, caso queira rever alguma de nossas matérias anteriores basta clicar para ler sobre:

História e CuriosidadesLink externo

Boxe ou PugilismoLink externo

 

Por aqui vamos prosseguir! As competições de Futebol são as primeiras a serem realizadas durante os Jogos Olímpicos devido a sua duração. Começando dois dias antes da cerimônia de abertura com o feminino e no dia seguinte com o masculino. Ao todo são 32 seleções (16 na categoria masculina e 16 na categoria feminina) competindo pelo ouro olímpico. No masculino o grande diferencial é o fato de as seleções serem compostas de jogadores Sub-23 e não dos profissionais já comuns ao olhos dos torcedores que acompanham seus times nacionais. Apenas um excessão de 3 veteranos é liberada pela organização da competição.

Em uma fase de grupo de 4 chaves com 4 equipes um total de 8 times se classificam para as finais que são eliminatórias. A competição faz parte do quadro de modalidade dos Jogos Olímpicos da Era Moderna desde 1900 e é a segunda modalidade em equipe a ser disputada no torneio continental (a primeira foi o polo aquático).

O futebol olímpico é considerado o torneio da modalidade mais imprevisível do mundo. Uma Grande seleção como o Brasil nunca foi medalhista de ouro olímpico sendo o único campeão de Copa do Mundo a não ter o mérito olímpico. A Inglaterra, campeã mundial de 1966, é a que mais vezes venceu as Olímpiadas (1900, 1908 e 1912 sobre a bandeira da Grã-Bretanha). O Brasil possui na sua conta três pratas e 2 bronzes apenas. No entanto, times sem muita tradição ou de menor força no cenário internacional já surpreenderam como o Japão  e Coreia do Sul, que já foram medalhistas olímpicos de bronze em 1968 e 2012, respectivamente, sendo os únicos asiáticos a terem o mérito.

No feminino o Estados Unidos lideram o quadro de medalhas com 4 ouros e 1 prata juntos da Noruega com 1 ouro. Isso porque o torneio feminino foi implantado em 1996. O Brasil foi duas vezes medalha de prata. Na Ásia, China e Japão tem cada uma a medalha de prata também.

 

Futebol e Cultura Otaku

O Japão é um país já familiarizado com o futebol. Tem uma das melhores seleções asiáticas no esporte (seja no masculino ou no feminino) e já vivenciou muitos bons momentos como a Copa do Mundo de 2002 que sediou em parceria com a vizinha Coreia do Sul e os muitos torneios Mundiais Interclubes (sediando setes vezes em 2005, 2006, 2007, 2008, 2011, 2012, 2015 e selecionado para sediar mais uma vez em 2016).

Mas o Japão também tem essa paixão pelo futebol expressa nas artes do mangá e do anime. E por falar em animes três são destaque para todo otaku e peladeiro: Hungry Heart Wild Striker, Inazuma Eleven (Super Onze) e Captain Tsubasa (Super Campeões), sendo esse último o mais celebrado anime de esporte a ser exibido no Ocidente junto de Slam Dunk (anime de Basquete). E é de Captain Tsubasa/Super Campeões que falaremos agora.

Escrito e ilustrado originalmente em mangá por Yoichi Takahashi (1981-1988) foi adapatado para anime em 1983 com 128 episódios que foram exibidos no Brasil pela Rede TV!. A série conta ainda com quatro filmes, e dois OVAs além de continuações: Captain Tsubasa J (exibido no Brasil pela extinta Rede Manchete) e Captain Tsubasa Road to 2002 (exibido na Rede TV!) durante os preparativos para o Torneio Mundial daquele ano.

A história gira em torno de Oliver Tsubasa, um jovem japonês apaixonado por futebol com o sonho de jogar pelos Brancos (time fictício da narrativa que faz referência ao São Paulo F.C. do Brasil) e seus amigos que vivem para jogar. A série foi uma forma direta de implantar o prazer do esporte nos japoneses e como um motivador para seleção nacional que andava desacreditada. Durante as muitas idas e vindas de Tsubasa e seus rivais, como o goleiro Benji Wakabayachi, Kojiro Ruega e Misuki – o jogador de virdro – que juntos na seleção japonesa de juniores vencem o famoso torneio mundial e se consagram com grandes atletas do futebol na Europa.

A série sofreu vários remakes e ganhou uma participação especial durante a Copa do Mundo de 2002 onde Tsubasa tem como rival um personagem inspirado em Rivaldo. Até hoje muito do que o Japão deve ao futebol vem da inspiração herdada pela narrativa de Captain Tsubasa.

O mangá/anime é a maior galeria de referências a história do futebol contemporêneo mundial com personagens em homenagens a craques como Zidane e times como São Paulo e Boca Juniors. A franquia serviu para reavivar no mundo inteiro a paixão dos jovens pelo esporte.

 

Relembre a abertura de Captain Tsubasa no original japonês:

 

Agora confira a letra e canção de Super Campões no Brasil:

Quando entro em campo

Sinto toda a emoção

No meio da torcida

bate o meu coração

Saúdo a todos no circulo central

A bola me espera na marca da cal

O time todo ligado

O jogo vai começar

Mas hoje é decisão

Um time só vai ganhar

com toda garra eu vou

Ao som Rock´ Roll

Hoje vou arrebentar

Mas hoje é decisão

Um time só vai ganhar

com toda garra eu vou

Ao som Rock´ Roll

Hoje vou arrebentar

Numa tabela de primeira

Bato direto pró gol

É gol Super Campeões É gol somos Super Campeões

SUPER CAMPEÕES!!!!

 

A essência do esporte em Captain Tsubasa é para além da técnica. É uma questão de amizade e superação dos limites humanos. Para encerrar esta matéria fique com um episódio dos mais marcantes para milhares de fãs do futebol: São Paulo x Flamengo pela final do Campeoanto Brasileiro com Oliver Tsubasa defendendo o time paulista em pleno Maracanã. 

Até a próxima! Bom jogo e… Sayonara!

redator

 

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo