Notícias em Geral

Última Homenagem para Roberto Gómez Bolaños, o nosso Eterno Chaves

:: 2 minutos de leitura

Faleceu na tarde de Sexta-Feira (28/11) Roberto Gómez Bolanõs o Eterno Chaves que através de seu amor as pessoas e arte foi capaz de encantar verdadeiramente.

😒

Última Homenagem para Roberto Gómez Bolaños, o nosso Eterno Chaves

Na tarde de Sexta-Feira (28/11) ás 14h30(Horário do Mexico),  o mundo inteiro foi pego desprevenido com a noticia do falecimento de Roberto Gómez Bolaños (Chespirito, Chaves e Chapolin), ele foi humorista, dramaturgo, comediante, ator,compositor, diretor, produtor de cinema, televisão e teatro.

Roberto Gómez Bolaños nasceu na Cidade do México em 21 de Fevereiro de 1929, filho de Francisco Gómez Linares e Elsa Bolaños Cacho; ele era o filho do meio de três irmãos, sua mãe foi secretária e cuidou sozinha de Bolaños e seus outros irmãos já que seu marido havia falecido quando Bolaños era bem pequeno. 

O pai de Bolanõs foi cartunista, pintor e ilustrador e isso pode ter o influênciado bastante seu filho com a arte.

Bolaños se formou em engenharia no qual não chegou a exercer a tal funcão, ele começou a vida como lutador de boxe, mas logo depois decidiu trabalhar com criações publicitárias.

Última Homenagem para Roberto Gómez Bolaños, o nosso Eterno Chaves

Foi nas rádios que Bolaños começou sua carreira, mas foi no teatro como escritor de peças que ele ganhou o apelido de Chespirito O Pequeno Shakespeare, Bolaños tinha muita criatividade para escrever roteiros maravilhosos com muita leveza.

Aos seus 40 anos, na decada de 70 foi que ele alcançou sucesso como ator, compositor, dramaturgo e comediante na rede de televisão TELEVISA com três seriados cômicos escritos por ele: Chespirito, Chapolin e Chaves

O sucesso maior ficou por conta do seriado El Chavo del Ocho "Chaves" que é o retrato da criança pobre de qualquer lugar do mundo de coração puro, incompreendido por todos que sempre acaba levando a culpa por quase tudo.

Este sucesso do menino sardento Chaves de 8 anos que vive dentro de um barril que mora numa vila suburbana foi tão grande que seu programa era transmitido para quase todos os países da América Latina já em 1973.

Chaves também foi dublado para mais de 50 idiomas e transmitido em países distantes co,p Tailândia, China, Japão e Grécia.

Bolaños é e sempre será um fenomêno da cultura popular em toda America Latina.

Última Homenagem para Roberto Gómez Bolaños, o nosso Eterno Chaves

Depois de distante da televisão Bolaños começou a trabalhar sua veia literaria  com um poemas, livros e uma autobiografia chamada Sem Querer Querendo e em um de seus livros O Diário de Chaves Bolaños revela vários segredos por trás do seriado nunca revelados.

Roberto Gómez Bolaños deixou seis filhos e doze netos de sua primeira núpcia com Graciela Fernández Pierre in memorian e deixa a víuva de segunda núpcia a senhora Florinda Meza que com ela não teve nenhum filho.

Roberto Gómez Bolaños, muito obrigado por tudo que você proporcionou para todos nós,nossas famílias e com arte que sempre amou através de todas  estas alegrias, felicidades, ensinamentos e todo amor que sempre permanecerá sempre viva em nossos corações e na arte.  

Nós da Rádio J-HERO desejamos condolências para todos os familiares, amigos e companheiros.

Chaves – Boa Noite Vizinhança

Chaves – Vai Embora da Vila

Tags

    Compartilhar

    • Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Telegram
    Você precisa ativar seu JavaScript para acessar os comentários...
    Voltar ao topo